.: Matérias Wanel Ville 4 :.

                           

.: Editorial :.

As eleições e as grandes mudanças

    Grandes e abrangentes transformações começam por pequenas, mas significativas mudanças locais. As importantes transformações, necessárias para o Brasil e para o nosso bairro, portanto, passam por mudanças em nós mesmos. Começam no nosso modo de pensar e de agir, tendo, como objetivo, importantes transformações a serem implementadas nos nossos municípios. Afinal, como nos ensinou um dos maiores precursores do pensamento social democrata, o político Franco Montoro, é nos municípios que as pessoas vivem. Dessa forma, por mais que um candidato nosso trabalhe no plano federal ou no plano estadual, e por mais que esse trabalho possa trazer mudanças para as vidas das pessoas, é no plano local, no nível das Câmaras Municipais e das Prefeituras, que as ações são mais impactantes, possuindo uma maior eficácia enquanto força transformadora. Então, depois de termos votado no nosso presidente, nos nossos deputados federal e estadual e nosso governador nas últimas eleições, chegou a hora de eleger nosso prefeito e vereador.
Chegou a hora de escolher bons representantes da nossa comunidade junto à Câmara Municipal de Sorocaba. Não apenas nomes conhecidos, experientes da política ou de pessoas que nos são simpáticas. Mas nomes de expressão da nossa cidade, que tragam, como sua marca de atuação, o pensamento da nossa comunidade. Nomes de pessoas que tenham visão das nossas necessidades e expectativas. Legisladores que façam leis com o pensamento no que a cidade deseja para hoje e para a sua expansão para os próximos 5, 10, 15, 20 anos, e prefeito e vice com visão não só de Sorocaba, mas de região, de Estado e de Brasil.
    Esses nomes fortes de que precisamos para impulsionar o crescimento de Sorocaba, do bairro em que moramos e da geração dos nossos filhos requer nossa participação cidadã e, para isso, a informação e reflexão sobre em quem votar são indispensáveis.

Marcos Tadeu Stachewski
Editor Responsável

.: SAB promove encontro de candidatos :.

PARTICIPE!


    Dia 18 de setembro às 15:00 hs, no salão de Festas da Rua Ramzia El Hadi, 793, prédio da sede da SAB, acontecerá um encontro de candidatos a vereador, sob a coordenação da SAB do Wanel Ville.
    Será uma ocasião muito importante para os moradores do Wanel Ville conhecerem os projetos e propostas dos candidatos que poderão estar lutando pelo bairro nos próximos quatro anos, junto aos órgãos municipais, e formar uma opinião sobre sua capacidade, desenvoltura e poder de articulação – quesitos indispensáveis a um bom vereador. Não se trata de um debate propriamente dito. Existirão regras a serem seguidas e o tempo destinado a cada candidato será democraticamente determinado para que ele possa expor suas idéias e responder perguntas.
    A presença dos moradores é fundamental, pois, como todos sabem, há muitas melhorias a serem feitas em prol do Wanel Ville, e um representante na Câmara Municipal, comprometido com o bairro, só trará benefícios.

INSCREVA-SE!

    Os candidatos interessados em participar do evento, devem se inscrever somente até o dia 14 de setembro, quando será agendada reunião para definição das regras do encontro.
    Contatos:
    SAB do Wanel Ville,
    Marco Antonio Emídio de Oliveira,
    Fone 9112-6454, ou pelo e-mail
    sabwanelville@terra.com.br.

.: Esclarecimento :.

    Em julho, um candidato a vereador, utilizou indevidamente 450 exemplares da última edição deste boletim, para distribuir como encarte, santinhos da sua campanha.
    O encarte não foi autorizado pelo editor responsável, que até então desconhecia sua intenção, sendo que, este, como membro de Associação de Moradores, era responsável pela distribuição do jornal dentro de um dos condomínios de apartamentos do Wanel Ville.
    Nós da equipe de Bairro em Foco, abominamos esse procedimento.
Bairro em Foco não apóia nenhum candidato, seja do bairro ou não. E a propaganda política em suas páginas obedece as determinações legais de delimitação de espaço.

O Editor

.: Infração única pode suspender a CNH :.

    A maior parte dos motoristas pensa que a suspensão da CNH só ocorre diante de várias multas que, somadas, são iguais a 20 ou mais pontos na carteira. Engano. Existe um grupo de infrações gravíssimas que geram suspensão da habilitação, sem a necessidade de somar os 20 pontos. Entre elas, conduzir a moto sem usar capacete, com os faróis apagados ou empinando-a, ou conduzir a moto transportando criança com menos de 7 anos.
    Outro grupo é o relativo às multas de velocidade de sete pontos, ou seja, nas vias de 40 km/h, as que ultrapassarem 50% do permitido (acima de 60 km/h), e nas vias de 60 km/h (ou mais) as que ultrapassarem 20% da velocidade máxima.
    O motorista também pode ter suspensa sua CNH se fugir de bloqueio policial, participar de “pega” ou “racha”, e também no caso de dirigir ameaçando os pedestres, ou embriagado.
    Em caso de acidente com vítimas, a carteira pode ser suspensa se o motorista deixar de prestar socorro à vitima, não tomar providências no sentido de evitar perigo para o trânsito local, recusar-se a se identificar ao policial ou deixar de prestar informações necessárias para o boletim de ocorrência.
    Uma das maiores incidências na suspensão da habilitação são as infrações por falta do uso de capacete e as multas de radar de sete pontos.
    Mas, problemas de suspensão da CNH estão previstos em lei, que garante o direito do recurso (feito na JARI da 19ª Ciretran). Outro caminho é através da apresentação do infrator ao diretor da 19ª Ciretran de Sorocaba, entregando a sua CNH por um tempo estipulado e submetendo-se a curso de reciclagem num dos Centros de Formação de Condutores (CFCs) de Sorocaba.

Fernando Lyra – Auto Escola Parati

.: Wanel ganha padaria padrão classe “A” :.

    Sorocaba tornou-se conhecida lá fora por seus spas médicos, seus haras e suas padarias. Quem viaja muito sabe que padarias no padrão das que temos na cidade não são comuns fora de Sorocaba. Inaugurada em 1991 na Avenida Itavuvu, 2.637, a Padaria Itavuvu vem, desde que abriu suas portas, acompanhando as mudanças do setor para equiparar-se às melhores da cidade.
    E a cidade, nos seus 350 anos de idade, ganhou mais um presente que confirma a sua fama no setor de padarias.
    Trata-se da Padaria Itavuvu La Ville.
    Os responsáveis pelo presente que o bairro ganhou são os empresários Antonio Carlos dos Santos Souza e Samantha Camargo e Souza.
    Primeiro, eles levaram o seu incomparável café para o Laboratório Diagson; depois, decidiram fazer o primeiro grande investimento diante do projeto de ampliação do negócio.
    Face ao grande crescimento, foi escolhido o Wanel Ville.
    Da antiga padaria Vitória, só restou o endereço, onde as antigas instalações foram totalmente adaptadas ao novo perfil do empreendimento, que agora conta com uma enorme gama de produtos. O consumidor encontra, além da variedade, qualidade acima de tudo, e o padrão classe “A”.
    E as mudanças continuam, garantem os empresários.
    Em breve, entrará em funcionamento uma pizzaria com forno a lenha e será instalada uma chopeira, também o horário de atendimento será ampliado para favorecer os moradores do bairro.
    A fim de sempre adequar os seus produtos e serviços às necessidades dos moradores, sua equipe de trabalho estará sempre coletando sugestões, e atenta às impressões da freguesia.
    Quem entra na Itavuvu La Ville já percebe tratar-se de um novo padrão, tanto por suas instalações, quanto por seu atendimento e qualidade.
    Tudo no estilo dos grandes nomes do segmento, que fazem a fama de Soro-caba lá fora.
 

.: Planeje sua obra e evite desperdício :.

    É muito comum, mesmo em plena era da informática e da globalização, a falta de planejamento para o desenvolvimento de qualquer atividade ou serviço.
    Na construção civil essa falta de planejamento tem um custo muito alto, pois ocasiona um desperdício muito grande de materiais, além do alto custo para refazer um serviço.
    Segundo estudos do SINDUSCON-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo), o preço que se paga pela falta de planejamento e conseqüente desperdício em uma obra, chega a mais de 30 % do custo total da construção.
    A falta de planejamento começa quando a pessoa que vai construir. Ou por falta de dinheiro ou por falta de informação, não procura um profissional habilitado, como engenheiro ou arquiteto, para elaborar o projeto de sua obra.
    Sem um projeto devidamente estu-dado e discutido, analisando todos os fa-tores importantes, a obra, no seu desen-rolar, acaba apresentando um custo final que poderia ter sido reduzido .
    Um profissional para acompanhamento e orientação das soluções representa aproximadamente 10 % do custo da obra. A primeira e mais importante providência na hora de construir é a elaboração de um projeto que, bem desenvolvido, proporcionará uma grande satisfação ao proprietário. Afinal, além de atender as expectativas, proporcionará economia no custo final da construção.
    Na grande maioria dos casos, os problemas de uma construção não aparecem durante a fase da obra, nem tampouco logo após o seu término, pois os materiais utilizados são flexíveis, ou se-ja, eles se interagem, levando um certo tempo para se acomodar, e quando isto acontece é que começam os problemas. Os empreiteiros e pedreiros não foram preparados para conhecer estes detalhes dos materiais; são profissionais que adquiriram seus conhecimentos pela prática do trabalho, através dos seus erros e acertos. As demais partes construtivas são também importantes, porque, com o alto custo dos materiais, cada vez que se precisa corrigir ou modificar algo que já se encontrava executado, joga-se fora este material para colocar em seu lugar um novo. E, com isto, desperdiça-se e gasta-se. Esse dinheiro jogado fora poderia ser utilizado em outro local.
    Também, para estar legalizada junto à prefeitura e ao CREA (Conselho Regio-nal de Engenharia e Arquitetura), toda obra precisa ter um engenheiro ou arqui-teto como Responsável Técnico, que não precisa ser, necessariamente, o autor do projeto.

Cassio Barbosa Teixeira Martingo,
Engenheiro Civil (220-3848(3202-3848)/9772-1468) 

 
.: voltar :.