.: Wanel Ville e Cia 33 :.

 
Editorial
 

Este é o último Bairro em Foco – Wanel Ville & Cia., de 2009. O período das festas de fim de ano sempre nos leva a olhar um pouco para trás a fim de analisar equívocos cometidos e também avanços conquistados. Depois de ser eleito o Melhor Jornal de Bairro em 2008, pelo Concurso Jornalístico e Publicitário da Prefeitura de Sorocaba, este era um ano de responsabilidade e desafios para o Jornal Bairro em Foco. Responsabilidade de continuar representando bem uma das maiores regiões da cidade. Desafio de fazer tudo isso, sem deixar de crescer e evoluir em conteúdo, estética e alcance.
Ao fazermos a revisão do trabalho desenvolvido durante esse tempo, fica-nos a clara impressão de termos conseguido alcançar nossas metas. Evidente que não ficamos imunes aos contratempos que foram surgindo, que só valorizam ainda mais o êxito conquistado em 2009.
Em meio a um ano que começou sob forte alarde da crise financeira mundial, fomos de um total de 37 mil exemplares para 40 mil. A diferença pode parecer pequena, mas 3 mil era exatamente o número de jornais que tinha a primeira edição do Bairro em Foco, distribuído no Wanel Ville em 2004. Além disso, passamos a alcançar outros três bairros: Quintais do Imperador (Júlio de Mesquita & Cia.), Jd. Novo Mundo e Jd. Europa (Jardim São Paulo & Cia.).
Foi em 2009 também que fizemos uma entrevista exclusiva com o prefeito Vitor Lippi, que demonstrou sua atenção com a zona oeste da cidade. Especificamente no Wanel Ville, acompanhamos todo o processo de finalização e inauguração do novo Centro de Saúde que vai atender o bairro.
Destaque ainda para o novo layout do logotipo e da capa do jornal. Tudo para evidenciar e valorizar a notícia, com um visual cada vez mais agradável. Trouxemos ainda duas colunas fixas: uma de entretenimento e outra de prestação de serviços, como forma de agregar mais conteúdo para o leitor.
Todo avanço é acompanhado de aprendizado e aperfeiçoamento. E não é possível crescer sem conhecer a experiência do outro. Nossos passos fazem o caminho, mas a beleza da caminhada depende dos que vão conosco. Aos nossos amigos, parceiros e leitores ficam os nossos agradecimentos pelas conquistas de 2009 e os votos de que o próximo ano seja de progresso, felicidade e paz.

Jota Abreu

 

  .: Centro de Saúde do Wanel Ville é finalmente inaugurado :.

Praticamente após um ano de concluídas as obras de construção civil, o Centro de Saúde do Wanel Ville foi inaugurado em 30 de novembro. Denominada “Dr. Roger Massayuki Sakano”, a unidade de 1.049m² recebeu o prefeito Vitor Lippi, o Secretário de Saúde Milton Palma, entre outros secretários, vereadores e funcionários para a solenidade que abriu os trabalhos.
O coordenador é o enfermeiro Eduardo Henrique Naloto. Ele explica que o CS atenderá cerca de 9 bairros, cujos moradores atualmente são atendidos no Jd. Simus, Sorocaba 1 e Nova Esperança. Quem optar pela nova unidade deve fazer transferência. “Não é preciso ir à unidade onde era atendido. Basta procurar o CS Wanel Ville e solicitar a transferência”, explicou.
Já o prefeito Vitor Lippi destacou que o CS está em uma área com cerca de 6,4 mil domicílios e 19 mil habitantes. “Mais do que bonita, é funcional. Permitindo que haja boa qualidade ao trabalho dos funcionários e no atendimento à população da Zona Oeste, a segunda região que mais cresce na cidade”, ressalta o prefeito. No Wanel Ville deverão ser feitos de 4 a 6 mil atendimentos mensais.
A unidade tem total de 11 consultórios (3 de clínica médica, 2 de pediatria, 2 de ginecologia (com sanitário), 1 de enfermagem, 1 de acolhimento e 2 de odontologia), farmácia e recepções separadas para crianças e adultos. O local também conta com sala de ginástica, sala para reuniões e trabalho de grupo com os moradores, além de sala de amamentação e academia de ginástica para pessoas de idade que queiram melhorar sua saúde e uma sala de especialidades médicas, a partir do primeiro trimestre de 2010.
Durante seu discurso, Milton Palma enfatizou que mais do que uma unidade básica de saúde esta é a primeira da cidade a contar com uma sala para a realização de exame cardíaco (eletrocardiograma) e, no início de 2010, também será o primeiro dos 30 Centros de Saúde de Sorocaba a realizar consultas de especialidade médica, descentralizando os atendimentos da Policlínica Municipal.
Uma novidade do novo CS é o caráter comunitário. A população é convocada a participar de um Conselho Local de Saúde que irá acompanhar o funcionamento da unidade. Também serão criados um grupo de caminhada e a organização da turma para o uso da sala de ginástica.
Para Hélio Sandro Leme da Costa, farmacêutico e proprietário da Drogaria “Ligue Farma”, vizinha ao Centro de Saúde, a vinda da unidade é benéfica para o bairro. “Valoriza cada vez mais para o morador, que agora não precisa se deslocar muito para ser atendido”, afirma.
Interessados em fazer parte do Conselho Local de Saúde e do grupo de caminhada podem procurar a coordenação do CS e fazer inscrição.


.: Residencial Ipatinga II realiza eleição para síndico :.
No dia 6 de dezembro, o condomínio residencial Ipatinga II localizado no Wanel Ville realizou eleição para escolha de síndico(a) onde foi reeleita Celina Aparecida Porfírio, com 103 votos, contra 53 do candidato Alexandre da Silva Cláudio e 1 voto nulo. A gestão dela vai durar 2 anos, até o próximo pleito que deverá acontecer em dezembro de 2011.
Celina, que inclusive logo após a reeleição recebeu uma homenagem de alguns moradores, o que não é muito comum, mas que a deixou muito feliz, explica que nos dois primeiros anos de gestão foram realizados importantes avanços para o benefício de todos. Entre eles, a implantação de calçadas e revitalização da rede de esgoto. “Reformamos e limpamos todas as caixas e colocamos tampas. Foi um trabalho muito importante”, ressalta Celina. Houve ainda o conserto do telhado de todos os blocos e a substituição das telhas quebradas. “Nos últimos andares havia problemas em dias de chuva, por isso foi necessário conserto imediato”, explica a síndica.
O local que conta com 15 blocos com 16 apartamentos, totalizando 240 unidades, tem como regulamento um voto por unidade. Mas, de acordo com o Código Civil Brasileiro, artigo nº1.335, III, só têm direito ao voto os condôminos que estiverem quites com as taxas condominiais.
Na eleição de 2007, por problemas pessoais do então síndico, uma eleição foi convocada às pressas. Por conta disso, naquela ocasião, mesmo os inadimplentes votaram. Durante o pleito deste ano, o episódio não se repetiria. Porém, um acordo entre os moradores permitiu que os condôminos inadimplentes também tivessem direito ao voto, mas pela última vez. O acordo firmado entre os condôminos e candidatos definiu que em 2011 isso não se repetirá.
Para os próximos 2 anos Celina ainda quer realizar a pintura de todos os prédios, além da implantação de antena coletiva para evitar acúmulo de antenas e fios no alto dos prédios. “Mas infelizmente isso tem um custo que ainda não conseguimos bancar. É necessário cobrar taxa extra”, afirma.
Rebatendo algumas acusações de falta de diálogo e tirania, ela é bem clara. “Todos sabem como me encontrar, na portaria ou no meu apartamento. O diálogo existe, mas na condição de administradora, tenho que cobrar as taxas condominiais e algumas pessoas querem ter direito mesmo não tendo pago. Aqui não existe abuso de poder, e sim, ordem e organização. E assim acabo sendo mal interpretada,” lamenta.

 

.: Escola “Ana Cecília” lança site interativo :.

A Escola Estadual “Ana Cecília Martins”, localizada no Wanel Ville, lançou recentemente o seu site, idealizado por alguns funcionários da instituição. A ferramenta servirá para um maior contato entre a escola, os pais e os alunos.
Segundo a diretora Suely Camargo Santos, através do site os alunos terão acesso a materiais disponibilizados pelos professores e os pais também poderão conferir o desempenho dos seus filhos. Além disso, também serão divulgados os eventos da escola, a história da patronesse Ana Cecília Martins, corpo docente, reflexões, entre outros conteúdos. O endereço do site é: www.eeanaceciliamartins.com.

.:Escola Ursinho Falante é um sonho realizado :.

As irmãs Amanda e Samanta Martins sempre trabalharam com crianças, e por isso sonhavam em ter uma escola de educação infantil, para colaborar com o futuro dos pequeninos. Amanda já era professora há 10 anos e Samanta auxiliar de enfermagem na ala de pediatria. Há 2 anos e meio, com a abertura da Escola “Ursinho Falante” no Wanel Ville, o sonho se tornou realidade.
Do berçário até alfabetização (6 meses a 6 anos de idade), a escola oferece aula de Ballet (Profª Beatriz), Capoeira (Profª Cidinha e supervisão do Mestre Claudiney), Artes, Culinária (onde as crianças aprendem a fazer várias delícias) e Idiomas Inglês e Espanhol, com a Samanta. Ela explica que usa recursos como cartazes, figuras e vídeos que facilitam o aprendizado. “A partir dos 3 anos é a melhor idade para começar aprender outra língua”, revela. A professora ainda fala da gratificação de ver seus alunos evoluindo. “É muito legal quando os pais contam que o filho está falando as palavrinhas em casa”, diz.
A “Ursinho Falante” possui amplo espaço para brincadeiras, sala de vídeo, sala de brinquedos, jogos, leitura e instrumentos musicais, um aconchegante refeitório e salas de aula especializadas, todas com banheiro para não precisar sair durante as atividades.
Segundo Amanda, desde o berçário a coordenação motora das crianças já é estimulada através de vídeos educativos de acordo com a faixa etária. “Trabalhamos com material didático dotado de uma apostila desenvolvida de acordo com cada fase da criança”, detalha.
Hoje os alunos podem usufruir dos mais de 300 m² da escola que tem ambiente familiar. Além das professoras e proprietárias serem irmãs, quem cuida da merenda é a mãe delas. E todas as professoras e auxiliares também mostram dedicação e atenção com as crianças.
A escola “Ursinho Falante” fica na rua Alexandre Caldini, 696, Wanel Ville e o telefone para contato é 3202.8671. A escola também tem o site www.ursinhofalante.com.br.



.: Irineu Leister expõe trabalhos desenvolvidos em 2009 :.

Como forma de conclusão dos trabalhos deste ano, a Escola Municipal “Irineu Leister”, no Jd. Ipiranga, realizou dois eventos de divulgação das ações realizadas com os alunos.
No dia 27 de novembro foi organizada uma exibição das atividades da Oficina do Saber – Escola em Período Integral. Na unidade, 180 crianças fazem parte desse projeto, onde passam dois períodos na escola. Além das atividades curriculares, os alunos têm oficinas de leitura viva, jogos de raciocínio, karatê, práticas circenses, empreendedorismo e educação ambiental. A escola ainda fornece almoço, café da manhã e café da tarde.
Já no dia 8 de dezembro, foi realizada a Festa da Escola Cidadã. O evento é uma síntese das atividades escolares e serve para expor os trabalhos desenvolvidos pelos alunos durante todo o ano. Os pais vistam a unidade e podem verificar o ambiente escolar dos filhos, além de conversar com professores e funcionários criando um diálogo que vai ser levado em conta no planejamento do próximo ano.


.: Escola “Osvaldo Duarte” recebe Minicidade de Trânsito e sedia premiação :.

Os alunos da Escola Municipal “Osvaldo Duarte”, no Wanel Ville, conheceram no dia 24 de novembro a Minicidade de Trânsito da Urbes. Eles assistiram a um vídeo com explicações e, em seguida, percorreram um minicircuito sinalizado com faixas de travessia de pedestres, semáforos e placas, e que tem também o traçado de uma ciclovia. Houve também distribuição de material educativo para toda a turminha.

Programa “Estrada para a Cidadania”
A Escola também sediou no mesmo dia um evento da Secretaria Municipal de Educação em parceria com a ViaOeste que premiou três alunos da Rede Municipal no encerramento do Programa “Estrada para a Cidadania”, que envolveu 5.660 alunos participantes, de 37 unidades de ensino. Os prêmios foram entregues pela secretária da Educação, Maria Teresinha Del Cistia e por representantes da concessionária.
Em nível regional, o aluno Alex Sander Santos, da E.M. “Norma Justa Dall´ara”, ficou com a primeira colocação na Categoria Trânsito e ganhou um computador. Em nível municipal, envolvendo as 37 escolas, outros dois alunos foram premiados: Luiz Carlos dos Santos Col, da E.M. “Julica Bierrenbach”, na Categoria Cidadania, que levou um MP3 player, mesmo prêmio que Leoni Ferraz, da EM “Ines Rodrigues Cesarotti”, que venceu na categoria Meio Ambiente.
O “Estrada para a Cidadania” envolveu alunos da rede pública de 13 municípios, beneficiados pelo sistema Castello-Raposo. O objetivo foi conscientizar os estudantes para, por meio deles, reduzir os índices de acidentes no trânsito, concretizados com ações sócio-educativas direcionadas aos alunos das 3ª série.




.: Abertas inscrições para os cursos do Sabe Tudo em 2010 :.
Crianças a partir de 7 anos, jovens e adultos que desejam aprender informática já podem se inscrever nos cursos oferecidos pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Educação. Os cursos, Informática e Noções de Cidadania, serão realizados nas 21 unidades do Sabe Tudo, distribuídas por 21 bairros de Sorocaba. Na Zona Oeste são 5 unidades nas seguintes escolas municipais: E.M. Irineu Leister (Rua 2, 65, no Jd. Ipiranga), E.M. Benedicto José Nunes (Rua Padre Domênico Trivi, 93, Pq. Esmeralda), E.M. Maria de L. Martinez (Rua Dária Galvão da Silva, 300, Sta. Bárbara), E.M. Luis Almeida Marins (Av. Luiz G. do Nascimento, s/n, Julio de Mesquita), E.M. Oswaldo Duarte (Rua Luiz Gabriotti, s/n, Wanel Ville).
As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de janeiro, das 8h às 19h, em qualquer uma das unidades, mesmo em um bairro diferente de residência do interessado. Os cursos são ministrados pelos monitores da ONG Projeto Pérola, parceiro da Prefeitura e coordenadora do uso dos Sabe Tudo.
De acordo com o Projeto, as vagas são para os cursos dos períodos: manhã, tarde e noite. No curso de Informática, os alunos vão aprender windows, word, excel, power point, BrOffice, e ainda a navegar pela internet, enviar e receber e-mails e fazer pesquisas. O curso começa em fevereiro e terá cinco meses de duração.


.: CES faz cultos de fim de ano :.

A filial zona oeste da Catedral Evangélica de Sorocaba, conhecida como CES, neste fim de ano irá realizar dois cultos especiais. A partir das 20h do dia 24 de dezembro acontece o Culto Especial de Natal. Já no dia 31, a partir das 22h começa o Culto de Passagem de Ano.
A CES, localizada no Wanel Ville, tem como titular o Pr. Marcelo Almeida. Os horários de atividades são: Quintas-feiras, às 20h, o Culto da Vitória, onde pessoas que tem vícios, depressão, enfermidades, violência no lar são orientadas. E domingos, às 19h, Culto da Família. Quartas, das 14h às 17h, atendimento pastoral.
A CES Zona Oeste fica na avenida Paulo Emanuel de Almeida, 825, Wanel Ville.



.: Há 3 anos no Wanel Ville, Pizzaria “Nemas” inova com esfihas abertas :.

Um incômodo e um sonho motivaram a criação da “Pizzaria Nemas”, no Wanel Ville, há quase 3 anos. O casal Neemias de Castro e Deusa Bernardes andava incomodado com o grande movimento de carros na rua Mitre Fiuza Aires, onde moravam. E a solução foi realizar um sonho: ter o próprio negócio. Eles se mudaram para um lugar mais calmo e submeteram o antigo imóvel à uma reforma para a instalação do estabelecimento. “Queríamos enaltecer o bairro, então prezamos pela beleza e qualidade”, explica Neemias. Ao escolher o negócio, logo pensaram em algo ligado à alimentação. “E uma das opções era pizzaria”, conta Deusa. Fizeram um treinamento em uma pizzaria tradicional de São Paulo, a “Di Volpi”, onde conheceram o “Fornoforte Di Volpi” especial para pizzas.
Porém, pouco antes de abrir, dois contratempos surgiram. O primeiro foi o trânsito, que depois de desviado para a avenida, diminuiu o movimento na rua da pizzaria. E um problema de saúde de Neemias, que resultou em uma cirurgia muito séria. Mesmo um pouco abalada, Deusa abriu o negócio e passou a administrar sozinha todas as atividades em seu princípio. “Foi uma fase difícil, mas superamos”, comemora.
Hoje, já com o marido recuperado, o casal mantém o ambiente familiar na empresa. Deusa, sua mãe e irmãos trabalham empolgados na confecção das pizzas e de uma novidade: esfihas abertas. “Temos uma grande variedade de sabores”, explica. São praticamente os mesmos sabores das pizzas. Como Neemias é Biomédico e tem amplo conhecimento em microbiologia, a empresa zela pela higiene. Todas as massas são frescas, feitas no mesmo dia do consumo. “Não usamos massas industrializadas e nem deixamos em estoque”, garante Neemias. Eles também aceitam encomendas das esfihas prontas ou para assar. Mas Deusa adverte: “O nosso forno é específico e assa em 2 minutos. Feito em casa, pode não ficar com a mesma qualidade”.
A “Nemas” tem dois ambientes com cascatas. “O som da água gera uma sensação de conforto”, diz o proprietário. A empresa também realiza entregas em domicílio e tem espaço para confraternizações.
Serviço: A Pizzaria “Nemas” fica na Rua Mitre Fiuza Aires, 630, no Wanel Ville. O telefone é o 3202.6594.


.: Há 3 anos no Wanel Ville, Pizzaria “Nemas” inova com esfihas abertas :.
O Território Jovem, localizado no Jd. Ipiranga irá encerrar as atividades de 2009 com uma balada no dia 19 de dezembro, das 18h às 23h, em sua própria sede. A entrada é gratuita, mas para participar é necessário ter idade superior a 15 anos. Haverá uma bela estrutura de som e iluminação, além da presença de um DJ.
O TJ é um espaço aberto para manifestações culturais e artísticas propostas pelos próprios jovens. Por isso, o local pode ser usado para ensaios, eventos de grupos musicais, danças e apresentações em geral. O Território Jovem do Jardim Ipiranga fica na Avenida Elias Maluf, 1080. Outras informações pelo telefone 3221.3081.
 

Leitor anônimo. “Olá. Tenho um problema sério no meu casamento, pois a minha mulher é evangélica. Eu também, mas sou cantor, agora estou cantando sertanejo, e ela não aceita de jeito nenhum. Colocou a religião em meio a nossa relação. Temos um filho de 2 anos e meio, mas faz mais de 1 ano que a gente só vive brigando e não se acerta mais. Conversando chegamos a conclusão que estamos simplesmente nos aturando. Estamos cada dia mais afastados, mesmo morando juntos. Na verdade não sei que decisão tomar. Não posso deixar minha carreira musical, pois vai muito bem, e é o meu trabalho. Mas se não deixar vai haver a separação, e fico pensando nisso por causa do meu filho. Não sou mais feliz. O que faço?”

Caro leitor, neste caso o mais importante é avaliar como está o ambiente de seu filho. Uma criança não será feliz se os pais estiverem juntos apenas compartilhando o mesmo espaço físico e viver em um ambiente hostil, cheio de brigas e sem amor. Permanecerem casados apenas com a justificativa de terem um filho pode comprometer ainda mais o desenvolvimento emocional dele, pois, pior será se ele acreditar que é o motivo da infelicidade dos pais.
Quando bem conduzida, a separação não precisa ser um trauma para a criança. O distanciamento afetivo do pai é que sim, pode trazer danos ao seu desenvolvimento emocional. Se houver mesmo a necessidade de separação, deixe bem claro que ele continuará sendo amado. No momento delicado da separação procure não se afastar, e estar presente o máximo possível para que ele não tema perder seu amor. O melhor para ele é que você seja feliz. Filhos felizes são filhos de pais felizes, apenas sua presença física em casa não garante a felicidade dele.
Vejo que cantar é algo extremamente gratificante para você. Já sua esposa não compartilha desse momento, o que vem desgastando o casamento. Vocês fizeram escolhas em direções opostas, reflita no porque isto aconteceu. A religião e a música são apenas a parte visível do problema. Primeiro examine os reais motivos do afastamento emocional entre vocês, converse com ela explicando o quanto sua carreira é importante para você e entenda porque sua profissão concorre com as necessidades dela, pois é válido lutar para salvar seu casamento. Porém, se realmente perceberem que já não se amam e houver necessidade de separação, tentem fazer da forma mais amigável possível, evitando assim possíveis danos a seu filho.

Dra. Christiane M. T. Araújo
Av. Américo Figueiredo, 454, Jd. Simus
Fone: 3221.7106

.: Como isso foi acontecer? :.



Sabe aquela situação em que você se pergunta “Como isso foi acontecer?”. É o que acontece comigo quando penso na eleição do vereador Ruby (PMN) em Sorocaba.
Seu nome verdadeiro é Emílio Souza de Oliveira. Líder comunitário na zona norte há mais de vinte anos, ainda cantou em uma dupla sertaneja (Diamante & Ruby). Nas últimas eleições, 3.377 pessoas o elegeram para a Câmara. Como isso foi acontecer?
A primeira pataquada, logo no começo do mandato, foi uma acusação de ter tomado à força, eletrodomésticos de uma família, como forma de pagamento pelos danos que o filho (com problemas mentais) teria causado durante uma festa. Ruby ainda foi acusado de oferecer bebida alcoólica para o rapaz que toma remédios de uso controlado. Já dá pra se perguntar “como isso foi acontecer?”.
Quando morreu o deputado Clodovil Hernandes, Ruby foi motivo de piada nacional por assinar o livro de condolências como “Veador de Sorocaba”, esquecendo uma sílaba da palavra vereador. O irreverente colunista José Simão da Folha de S. Paulo não perdoou.
“Vossa excelência” ainda é suspeito de usar a estrutura da Câmara para promover um rodeio (agora proibido por lei na cidade) em seu reduto eleitoral. Ele teria feito reuniões e telefonemas no gabinete para definir detalhes do evento, além de não pagar a empresa de propaganda contratada para a divulgação. Pouco tempo depois, um ex-assessor foi preso por tráfico de drogas.
Mas a “melhor” de todas foi a detenção do político por dirigir embriagado, transitar acima da velocidade máxima permitida, ultrapassar sinal vermelho e praticar racha. Boatos dão conta de que, ao ser abordado pelos policiais, Ruby foi arrogante. “Sou um vereador e não posso ser preso”, teria dito. A imprensa nacional noticiou que ele foi parar na delegacia e teve a CNH suspensa. Pagou a fiança com R$ 800,00 que tinha no bolso. Quem anda com um valor desses?
Recentemente, conseguiu seu documento de volta. Chamou a imprensa ao retirá-lo no Ciretran e mais uma vez foi pedante ao sair orgulhoso mostrando sua “vitória”. Não bastasse ter ido resolver problema pessoal com o carro da Câmara e sair dirigindo sem o uso do cinto de segurança, no dia seguinte, para sua decepção, Ruby mais uma vez perdeu o direito de dirigir.
Tudo bem que ele vem de origem humilde, trabalhou muito e ajudou algumas pessoas. Mas, além de seu trabalho na Câmara ser discreto até demais, o vereador não pode se permitir equívocos como esses. E seu eleitor também deve se sentir equivocado. Pois eu não paro de me perguntar: meu Deus, como isso foi acontecer?

jotaabreu@gmail.com