.: Wanel Ville e Cia 32:.

 
Editorial
 

A vida de um veículo de alcance público é repleta de antagonismos. Tudo por conta de um trabalho que por vezes agrada e em outras desagrada. São os ossos do ofício, como já diria o jargão. O que não pode jamais acontecer é o jornal deixar de repassar as informações que receber, sempre prezando pela verdade.
Alguns leitores se manifestaram diretamente ao jornal com relação ao funcionamento da Unidade Básica de Saúde do Wanel Ville. Chegaram a dizer que estávamos mentindo quando na edição 28, lançada em março, informamos com base do que nos foi passado pela Secretaria da Saúde que a unidade seria inaugurada em um mês.
Assim como todos os leitores e moradores, também queremos o início dos trabalhos do posto, no entanto não somos responsáveis por tal acontecimento. E o nosso trabalho tem sido de questionar às autoridades competentes e publicar para o munícipe qual o posicionamento do poder público. Entendemos que não nos é necessário fazer qualquer estardalhaço e nosso papel é simplesmente informar o cidadão. Se o morador acha necessária a cobrança, essa só será legítima se partir da população. Não é função de um veículo julgar o poder público ou quem quer que seja, sendo instrumento de uma mobilização que parta de uma pequena parcela das pessoas.
Além do mais, chega a ser uma crueldade culpar-nos pelos problemas. Não somos proprietários da informação, mas apenas emissários dela. Nosso papel foi cumprido ao questionar o poder público em outras duas ocasiões, sendo que uma delas ao próprio prefeito. O último posicionamento em relação ao caso é de que a inauguração acontecerá na segunda quinzena de novembro. Estaremos lá para apurar a informação que nos foi passada. Se isso não acontecer mais uma vez, voltaremos a recorrer à prefeitura para entender seus motivos.
Em contraponto outros leitores nos contataram para demonstrar satisfação e admiração pela coluna “Pergunte para a Cris”. A leitora Tatiana Lussari disse que “é ótimo poder contar com este tipo de espaço para receber orientações de uma profissional confiável”. Também foi nos dito que essa iniciativa “mostra consideração pelo bem estar da comunidade”.
Queremos sempre manter essa relação de diálogo para crescer e colaborar também para o crescimento de outrem. As manifestações de nossos leitores são essenciais para conduzir nossos trabalhos, desde que feitas com respeito e compreensão.

Jota Abreu

 

  .: Catedral Evangélica de Sorocaba inaugura filial no Wanel Ville :.

Presente há 1 ano e 2 meses no bairro, a filial zona oeste da Catedral Evangélica de Sorocaba ganhou novas instalações, com inauguração no último dia 3 de outubro, na avenida Paulo Emanuel de Almeida, 825, com a presença do pastor titular no bairro, Marcelo Almeida, e do fundador da denominação, Pr. Flávio Antonio Corrêa Leite.
No antigo endereço, a igreja tinha capacidade para 50 fiéis na rua Ramzia El Hadi. Como o número de frequentadores aumentou, foi providenciado o novo salão para 250 pessoas. “Em 1 mês aqui, já dobramos a quantidade de pessoas”, conta o Pr.  Marcelo Almeida.
Ele trabalhou durante 4 anos como pastor auxiliar, e há 6 meses é o pastor titular da CES Zona Oeste. No bairro, a igreja oferece curso de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) gratuitamente com início em 16 de novembro. Além disso, também há a escola de música, com aulas de todos os instrumentos e canto a partir dos 8 anos de idade. A CES também está realizando cadastros de famílias carentes para distribuição de alimentos. Para fazer parte, basta procurar os diáconos nos horários de culto: Quintas-feiras, às 20h, o Culto da Vitória, onde pessoas que tem vícios, depressão, enfermidades, violência no lar são orientadas. E domingos, às 19h, Culto da Família. Quartas, das 14h às 17h, atendimento pastoral.
Surgimento da denominação
A CES foi fundada pelo Pr. Flávio Antonio Corrêa Leite. Ele serviu durante 33 anos a Igreja do Evangelho Quadrangular ocupando inúmeras posições. “Sonhava com uma igreja menos burocrática que não tivesse como alvo poder e dinheiro”, diz o pastor no site da igreja. Desta forma, ele afirma que lutou para mudar a história da sua antiga denominação. Não tendo êxito, idealizou então a Catedral Evangélica de Sorocaba. Segundo o fundador, a CES está firmada em Jesus Cristo, para ganhar almas para o reino de Deus. A plataforma de trabalho é uma igreja pura que não se contamine com o que eles chamam de “Fermento dos Fariseus” (a religião corrompida) e o “Fermento de Herodes” (o poder). Por essa razão, é proibido que os pastores titulares se envolvam em política.
Hoje, a Catedral Evangélica possui 40 igrejas, 10 em Sorocaba, outras na região, uma no Rio Grande do Sul e uma em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Segundo o Pr. Marcelo Almeida, as reuniões ultrapassam a margem de 10 mil pessoas no total semanalmente.


.: CRAS oferece cursos gratuitos :.
O CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Jd. Ipiranga está com inscrições abertas para os cursos de Crochê (com aulas às quintas-feiras, às 9h), Artesanato em vidro (segunda e quarta, às 13h30min), Cultura Afro (quinta, às 9h), Fuxico (segunda, às 9h), Confecção de vasos em caixa de leite (segunda, às 13h30min) e Dança de salão (quinta e sexta, às 19h).
Além dos cursos, o CRAS também oferece o Projeto Grupo Pro-Jovem para adolescentes de 15 a 17 anos, cuja família seja beneficiária do Programa Bolsa Família. Integração, recreação, monitor exclusivo, uma orientadora social. São realizadas atividades educativas, informativas e de recreação, fortalecendo a convivência e socialização. O encontros são às terças e quintas, das 13h30min às 16h30min.
Durante o mês de novembro o Grupo da Melhor Idade vai tirar férias. Mas em dezembro as atividades retornam, abertas à participação de novos participantes. O grupo se reúne sempre às terças, às 9h.
O CRAS é um espaço de acolhida para toda família e um dos primeiros contatos para a rede de serviços ofertados na área de Assistência Social. Vários outros cursos são oferecidos. Para inscrições basta procurar a sede, na Rua Santo Micheletti, número 30, no Jardim Ipiranga. O telefone do CRAS é 3202.8138.

 

.: Evento para crianças reúne mais de 3 mil no Parque Esmeralda :.

Comandada pelo Pr. Flávio Nascimento e pela Pra. Luciana Nascimento a terceira edição da Conferência da Paz pelas crianças levou 3,5 mil pessoas (segundo estimativas dos organizadores) no dia 3 outubro na rua em frente à Igreja do Evangelho Quadrangular do Parque Esmeralda. De acordo com a organização, o evento voltado para crianças, adolescentes e jovens tem a finalidade de evangelizar, ensinando o que é o amor de Jesus. “Queremos mostrar para eles que é possível fazer muito por si mesmo quando se acredita no amor de Deus”, afirma o Pr. Flávio Nascimento.
As atrações foram das 15h às 19h, na rua André Bergara Lopes. Os super-heróis da “Liga Justiça” e os Palhaços da Alegria animaram o dia com músicas, danças e orações. O próprio Pr. Flávio se vestiu de palhaço para brincar com as crianças. Houve distribuição de pipoca e algodão doce, além de brinquedos como tobogã, cama elástica, pula-pula e touro mecânico. Também houve apresentação do Grupo de Teatro de Fantoches da Igreja Presbiteriana do Calvário. O palhaço Wili, vindo do Japão, ensinou as crianças a fazer esculturas de bexigas.
Pr. Flávio conta que a realização do evento só foi possível graças a ajuda dos freqüentadores da igreja, do deputado federal Jéferson Campos (PSB) e do vereador Carlos Cézar (PSC). Outro fator importante segundo o pastor, foi a aceitação e colaboração dos vizinhos que permitiram o evento, sendo que alguns até forneceram energia elétrica. “É importante essa união para fazer valer o dia delas (as crianças). E tendo tudo isso, também possam aprender sobre Jesus”, encerra.

.:Escola Irineu Leister realiza festa das crianças :.

No dia 23 de outubro de 2009, aconteceu na Escola Municipal Professor Irineu Leister a Festa do Dia das crianças, na qual os alunos se divertiram muito nos brinquedos disponibilizados pela Associação de Pais e Mestres da escola. Também foram oferecidos pipoca e algodão doce.
No dia 4 de dezembro, vai acontecer na Escola a Segunda Edição da Feira Literária 2009. Durante o evento serão disponibilizados para visitação pública os trabalhos realizados pelos alunos no segundo semestre de 2009.
A Escola Irineu Leister fica na Rua 2, número 67, no Jd. Ipiranga. O telefone para contato é 3222.7280.


.: Escola “Osvaldo Duarte” realiza Festa da Consciência Negra :.

A Escola Municipal “Osvaldo Duarte” do Wanel Ville irá realizar a Festa da Consciência Negra, no feriado do dia 20 de novembro, a partir das 8h, aberta a toda comunidade. O evento cultural terá apresentação de capoeira.dos alunos da Oficina do Saber - Escola em Período Integral, coordenados pelos professores Clayton Renato e Ingrid Toledo. Eles vão explicar sobre a cultura e os valores da capoeira que não é dança, nem luta, e sim um jogo.
Haverá ainda exposição de trabalhos em cartazes, desenhos, livros e danças, sempre abordando a cultura afro.

Olimpíadas Escolares
A escola realizou as suas Olímpiadas entre os dias 22 de setembro e 2 de outubro com todos os alunos da unidade. A vice-diretora Agda Cristina Fogaça Zuliani explica que além dos eventos esportivos, houve prova para arrecadação de 400 brinquedos (que foram entregues para a Creche do Habiteto e Lar Infantil Bethel) e premeação para o melhor “Grito da Paz”, o grito de guerra de cada classe. A classificação final foi definida pela classe que mais arrecadou brinquedos e pontuação esportiva, mas todas as crianças receberam medalhas pela participação.


Proposta Pedagógica
Com 5 mil metros de área construída, a Escola Municipal “Osvaldo Duarte” oferece Educação Infantil e Ensino Fundamental atendendo crianças de 4 a 10 anos. Além de Agda (vice-diretora), a escola tem Janaína Patrícia de Oliveira Leite e Oliveira como diretora, e Andréia Alves da Silva, coordenadora pedagógica.
A unidade conta com um teatro (ainda a ser inaugurado) e uma unidade Sabe Tudo, onde qualquer morador pode ter acesso a internet e cursos oferecidos pela Prefeitura em parceria com o Projeto Pérola.
A escola é uma das primeiras da cidade a contar com a Oficina do Saber - Escola em Período Integral, para 180 alunos. A educadora comunitária Jamile Matielo Ferraz de Censo, coordenadora da Oficina, explica que no horário alternativo ao da aula, as crianças têm atividades de circo, capoeira, meio ambiente (horta orgânica), dança, teatro, música (cordas e coral) e espanhol. Há ainda aulas de leitura viva (português) e jogos de raciocínio (matemática). Em 2010 a escola também oferecerá aulas de judô. Para Jamile, além do aprendizado em si, com o período integral as crianças ganham com o convívio social. “Elas mostram melhor desenvolvimento por conta das atividades dirigidas para recreação que estimulam as competências”, detalha.
Os alunos fazem as refeições (café da manhã, almoço e café da tarde) na própria escola, com cardápio elaborado por nutricionistas da prefeitura. Tudo com qualidade de ensino particular, na escola pública.
Serviço: A Escola Municipal “Osvaldo Duarte” fica na Rua Luiz Gabriotti, 213 e o telefone é 3217.2001.

dios que está em construção no Jd. Tulipas, em fase final de obras com término previsto para fevereiro de 2010.


.: Dicas para viajar tranquilo no final do ano :.

Milhares de pessoas já começam a contagem regressiva para as viagens do fim de ano. Mas antes de colocar o pé na estrada, é preciso verificar a segurança da casa. Afinal, imóveis vazios ficam mais suscetíveis à ação de vândalos e ladrões. Sugerimos atitudes preventivas que favorecem uma viagem tranquila e ajudam a evitar surpresas desagradáveis na volta:
- Teste todo o sistema de segurança para verificar se estão em pleno funcionamento. É muito importante seguir as indicações da empresa de monitoramento para evitar alarmes falsos. Qualquer falha ou dúvida, solicite um profissional responsável para fazer uma checagem e/ou manutenção.
- Empregados devem ser orientados sobre o funcionamento do sistema de segurança (ativar e desativar alarmes) e ainda sobre atitudes que precisam ser tomadas em caso de ocorrência.
- Suspenda entregas ou solicite para alguém recolher revistas, jornais e correspondências para evitar acúmulo na frente da casa, que indica imóvel vazio.
- Tire da tomada equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos. Evita curtos-circuitos, descargas elétricas e economiza energia.
- Não deixe joias ou dinheiro dentro da casa, mesmo que seja em cofre.
- Desligue o gás (o que inclui fogão e aquecedores).
- Não deixe luz acesa ininterruptamente. É indício de imóvel vazio.
- Se tiver jardim, contrate alguém para mantê-lo limpo, evitando o aspecto de abandono.
- Solicite a uma pessoa de total confiança que passe no imóvel, se possível em horários distintos a cada dia, para checar trancas, portas e janelas.
- Deixe telefones de contato com empregados, parentes e pessoas próximas.
- Contate a Central de Monitoramento 24 horas para checar se sua ficha de providências está atualizada.
Gentileza: Mixcomm, empresa especializada em Sistemas de Alarme Monitorado 24 horas.


.: Oficinas gratuitas tem a música como tema principal :.
O projeto cultural “Eu Faço Cultura” (EFC) vai oferecer duas oficinas gratuitas em Sorocaba entre os dias 11 e 13 de novembro, quando realiza suas atividades por aqui.
Nos dias 11 e 12 de novembro, entre as 18h30 e 22h, será realizada oficina de música com o percussionista e baterista popular Ismael Rattis. Ele vai abordar ritmos como o samba, choro, baião, afoxé e até batidas funk. Nos mesmos dias e horários será realizada a oficina de produção musical com o DJ JVC. Serão apresentadas formas de composição de músicas utilizando o computador, entre outras coisas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.eufacocultura.com.br até o dia 10 de novembro ou no dia 11 no Conservatório Musical João Baptista, Rua Coronel José Loureiro, 82, casa 1, no Centro. Cada oficina oferece 60 vagas.
No dia 13, as atividades do EFC se encerram com um show da cantora Vanessa da Mata, no Ipanema Clube. Antes da atração principal, alunos da oficina de música farão uma apresentação junto com o músico francês Cyrille Verdeaux e os da oficina de produção acompanharão a passagem de som.
O EFC é uma iniciativa da Federação Nacional das Associações de Empregados da Caixa (FENAE) com parceria da Caixa Seguros.


.: Grupo Shoey inaugura a Loja “Barato! Chique! Modas” :.

O Grupo Shoey está apostando numa nova empreitada. É a loja de roupas “Barato! Chique!” no Júlio de Mesquita. Desde o dia 10 de outubro, Rogério Augusto Queiroz está encarando mais um desafio. Ele viu no ramo uma boa possibilidade de negócios e geração de empregos.
A ideia surgiu por indicação de seu irmão, com experiência de 15 anos no segmento, que atualmente está gerenciando a loja. Além disso, uma ex-funcionária da sua loja de móveis, foi trabalhar com roupas e também aprovou. Ela faz parte da equipe, como gerente de vendas.
Na “Barato! Chique!” a intenção é vender roupas de qualidade com preço compatível ao centro da cidade. A loja oferece modas masculina, feminina e infantil, também em tamanhos especiais, além de assessórios e roupas para academia. Há grande variedade em modelos de calças jeans em grandes marcas como Mix e Sawary.

História do Grupo Shoey
Depois de trabalhar com vendas de carros, o empresário Rogério Augusto Queiroz resolveu investir numa lanchonete no Júlio de Mesquita. Três meses depois, sem muito sucesso nos negócios, o novo empreendimento acabou fechando. Havia a necessidade de vender os móveis da lanchonete e, por acaso, ele notou que a grande procura depois do anúncio no jornal poderia ser uma oportunidade de negócio. Em pouco tempo já estava aberta sua loja de móveis usados. O nome foi escolhido pelo significado: Shoey – Prosperidade em japonês. Quatro anos depois, o empreendimento é uma das mais fortes lojas do ramo na região de Sorocaba. Além de móveis usados e novos, a loja também oferece conserto, manutenção, compra e venda de eletrodomésticos.
Para expandir e oferecer ainda mais oportunidades de trabalho, o Grupo Shoey ainda pretende ampliar os ramos de negócios. A loja de roupas recém inaugurada é um dos passos nessa direção.
Serviço: A loja “Barato! Chique!” atende de segunda à sexta das 9h às 20h, sábados das 9h às 18h e domingos das 9h às 14h, na Avenida Américo Figueiredo, 3.611, no Júlio de Mesquita.



.: Criatividade e geração de renda em cursos culinários :.

Os cursos culinários promovidos pela loja Dijos Doces são oportunidades de se capacitar para produzir de diversos tipos de doces, bolos, entre outras delícias.
A criatividade está presente nas receitas, o que colabora tanto para quem ainda não tem experiência, como para quem já trabalha no ramo. No dia 2 de outubro o curso com a culinarista da Alispec ensinou a fazer o bolo temático da “Pequena Sereia”, com 2 andares separados por um aquário com peixe vivo.
Próximos cursos:
10/11 – Panetone Frutas – Trufado – Sensação. Chocolate Bel. Profª Terezinha. Às 13h30.
13/11 – Mini Bolo - Massa Flexível – Biscoitos. Chocolate Garoto. Profª Ana Pavin. 14h
17/11 – Bolo Branco, Preto, Trufado, Mousse. Chocolate Bel. Profª Rita.
23/11 – Trufas natalinas, Pinheiro feito de trufas. Chocolate Harald. Profª Sara.
27/11 – Venha aprender Pão-de-Mel que sai pronto da forminha – recheios natalinos e decorações – mini-pão-de-mel redondo, quadrado e no palito. Profª Valquiria – Formas Suíça. 14h
As aulas são realizadas em uma cozinha específica para cursos no salão de festas Spaço Kids, rua Mário Soave, 552, S. Marcos. O telefone é 3017.0529. Inscrições com 3 dias de antecedência na Dijos Doces, Av. Gal. Carneiro, 1808, Jd. Simus. Informações: 3222.5274 e 3217.9087.

 

Leitora anônima - Tenho 16 anos. Fiz uma pequena tatuagem no braço e quando meu pai descobriu, ficou furioso. Queria me levar ao estúdio onde eu fiz para se entender com os proprietários, entre outras coisas. Depois de muita conversa, ele se acalmou, embora ainda esteja chateado. Mas, agora estou com a intenção de fazer mais tatuagens, pois acho lindo. Como posso convencê-lo disso?

Querida leitora, você está passando pela adolescência. É nesta fase da vida que existem muitos conflitos. Por um lado vejo o quanto você ainda se preocupa com a avaliação do seu pai. Por outro, você escreveu que quer fazer outras tatuagens, pois provavelmente seus amigos devem ter elogiado. Todos estes estímulos externos também influenciam nossas escolhas.
De acordo com Knobel, um pesquisador sobre adolescência, esta é a fase em que estamos nos preparando para a vida adulta, deixando de ser crianças e treinando para a uma vida independente. Porém, ainda somos dependentes de nossos pais, e assim fazemos um movimento de vai e volta como o de um ioiô. Ora precisamos do apoio e carinho deles, ora queremos nos afastar. E quanto mais os contradizemos, mais nos sentimos independentes deles.
Contudo, tornar-se adulto e assumir responsabilidades não é algo fácil. Devido a isso substituímos temporariamente nossos pais pelo “grupo” que nos protege e é por isso que damos tanta importância para os amigos. Muitas vezes, para sermos aceitos, definimos nossas opções pela avaliação do grupo, pois precisamos dele para nos sentirmos seguros longe de nossos pais.
Quanto à tatuagem, primeiro avalie bem todos os motivos pelos quais deseja fazer outras. Observe que o seu comportamento produziu sentimento de tristeza em seu pai, questione porque ele não gostou e depois argumente com ele quais serão as vantagens de novas tatuagens.
Ser um adulto exige responsabilidades e o primeiro passo é nos responsabilizar pelas conseqüências de nossos próprios atos e nos orientar por conseqüências em longo prazo, não apenas pelo imediato, afinal você não vai ser adolescente para sempre.

Dra. Christiane M. T. Araújo
Av. Américo Figueiredo, 454, Jd. Simus
Fone: 3221.7106

 



Entrando na adolescência, havia na escola um amigo apelidado de Surfista. Ele tocava guitarra virtuosamente, compunha algumas músicas e sonhava ser um astro da música. Certa vez, Surfista, eu e mais um amigo planejamos conhecer a rádio da qual éramos ouvintes assíduos. Chegando tímidos, comunicamos à recepcionista o desejo de conhecer as instalações e os locutores de um programa de humor que adorávamos. Não sem surpresa, ouvimos a moça dizer: “Tudo bem. É só esperar a Daniela Mercury sair do estúdio, aí vocês podem entrar”. Na época, a cantora vivia o boom de sua carreira, e sequer sabíamos da sua presença na cidade. Pegamos alguns papéis, emprestamos caneta e ansiosos ficamos num corredor estreito esperando-a passar.
Ao sair do estúdio, logo um grande número de pessoas a cercou e tivemos algumas dificuldades de chegar perto. Finalmente consegui meu autógrafo. Vi que meu outro amigo também havia tido êxito. Só não conseguia enxergar o Surfista. Onde estaria?
A Daniela Mercury estava acabando de se desvencilhar dos fãs que a cercavam. Prestes a entrar no carro, a cantora vê o Surfista pular assustadoramente à sua frente, segurá-la pelos ombros, olhar em seus olhos e chacoalhá-la dizendo: “Daniela. Meu nome é Thiago Castro. Guarde esse nome. Eu vou fazer muito sucesso um dia!”. O outro amigo e eu não sabíamos onde nos esconder. Todos ficaram espantados. E a baiana respondeu apenas: “Se Deus quiser...”
O desejo do Surfista era ser famoso com a música. Mas a frase dele foi “vou fazer sucesso”, e não “vou ser famoso”. E sucesso ele teve. Hoje, mora em Brasília, trabalha com informática e ainda tem projetos musicais, porém para contentamento próprio. Agora o seu sucesso é particular, sem depender do glamour e da mídia para se sentir satisfeito.
Qual é o conceito de sucesso a ser adotado? Fama ou felicidade? Prestígio ou satisfação? Definitivamente, o sucesso não está condicionado à fama e dinheiro. Talvez essas coisas levem algumas pessoas a encontrar felicidade e satisfação. Mas não são as únicas vias para se chegar nesses objetivos. Felicidade e satisfação estão muito mais ligadas a fazer o que gosta e estar de bem consigo mesmo. Como jornalista, também me considero um homem de sucesso. Embora não tenha alcançado alguns anseios juvenis, vejo que as dificuldades me levaram a ter algo mais precioso: a satisfação de saber que (bem ou mal) as coisas aconteceram como deveriam ter acontecido. Oxalá esse também seja o pensamento de quem lê essa história.

jotaabreu@gmail.com