.: Matérias Jardim Simus Edição Nº 24 :.
 
.: Editorial :.

Começando nossos trabalhos em 2010, vamos notando o tempo passar, e com ele a evolução dos fatos.
A cidade de Sorocaba passou por momentos turbulentos em 2009, na esfera política. Secretários e vereadores foram alvos de denúncias e críticas por parte da grande imprensa e também da sociedade. Houve ainda, grande celeuma por conta da tão falada crise econômica mundial, que arrepiou os cabelos de economistas, empresários e também do trabalhador empregado, com medo da demissão.
Michael Jackson morreu, caiu um avião da Air France e o Rio de Janeiro foi eleito para sediar as Olimpíadas. Mas enquanto isso tudo acontecia, exceto no apagão que deixou 18 estados às escuras em novembro, quase imune a esses fatos, a zona oeste de Sorocaba continuou evoluindo. O que se viu por aqui foram novas oportunidades de negócios, comércios iniciando seus trabalhos, entidades ampliando atendimentos, bairros sendo regularizados, moradores se destacando na cidade, entre outros feitos. Evidente que ocorreram fatos negativos, que aborreceram muita gente. Entretanto, em meio a um cenário tumultuoso encontrado em 2009, parece que nossa região se saiu bem.
Já em 2010, andando por algumas ruas e avenidas, é possível ver o curso do desenvolvimento em novas construções, reformas, investimentos e ampliações. Empresários e moradores da zona oeste de Sorocaba não se cansam de lutar pelo seu crescimento.
A expectativa é de que este ano seja mais tranquilo. Dessa forma, está garantido que a garra, competência e persistência desta região da cidade irão garantir mais avanços e desenvolvimento visíveis, ainda mais impactantes do que aqueles que vimos no ano passado.
Na torcida para que tudo isso se realize, o jornal Bairro em Foco estará mais uma vez aqui para registrar e noticiar todos os acontecimentos que 2010 reserva para a zona oeste de Sorocaba.

Jota Abreu


.: Romaria irá lembrar Campanha da Fraternidade 2010 :.

A Comunidade Nossa Senhora do Desterro, localizada no Jd. Simus, irá participar da 7ª Romaria ao Santuário de Aparecidinha da Paróquia São José do Cerrado, para lembrar a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2010, com o tema “Economia e Vida” e o lema “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (Mt. 6,24c), escolhidos a partir de sugestões nascidas das Igrejas-membro do CONIC (Conselho Nacional das Igrejas Cristãs do Brasil).
Segundo os documentos das CFE-2010, na bíblia os pobres e necessitados estão no centro da justiça que Deus exige das relações humanas e econômicas. A pobreza é produto de decisões e de políticas humanas. Reverter a situação de extrema necessidade de um elevado número de cidadãos é obrigação inadiável de uma sociedade que aspira ocupar lugar entre os países mais desenvolvidos do mundo. A CFE-2010 deve mobilizar igrejas e sociedade para ações eficazes a fim de cumprir as obrigações especiais para com os pobres e os vulneráveis.
A Comunidade está lotando alguns ônibus que sairão às 6h30min da frente da igreja, rumo ao Santuário. Quatro quilômetros antes de chegar, haverá o desembarque para início da missa e o prosseguimento da Romaria, em caminhada até Aparecidinha. No caminho, mais duas paradas servirão para a benção e distribuição de águas e pães. Ao fim da celebração, já no Santuário, haverá lanche e refrigerante para todos, antes do retorno, programado para às 11h.


.: SAB continua coletando óleo para reciclagem :.

A Sociedade Amigos de Bairro do Jardim Simus vem tendo êxito no trabalho de arrecadação de doações de óleo de cozinha, usado para a confecção de sabão ecológico, realizado pelo Instituto de Educação Sócio-Ambiental (Iesa), que com o lucro das vendas mantém o Centro de Orientação Social (Coeso) que cuida de um grande número de crianças carentes.
Cleonice Vieira, presidente da SAB, agradece a colaboração de todos que doaram e também aqueles que estão adquirindo o sabão. “É importante que continuem colaborando, Coeso, Iesa e a natureza agradecem” afirma.
A venda do sabão está sendo feita na Comunidade Nossa Senhora do Desterro, Av. Américo Figueiredo e na residência da presidente da SAB, na Alameda das Catléas, 704, Cidade Jardim. Os dois lugares também são postos de coleta do óleo usado, além da Paróquia do Divino Espirito Santo, no Largo do Divino.

Reunião
A SAB convida todos os moradores do Jd. Simus a participar da reunião mensal na sexta-feira dia 29 de janeiro às 20h, no salão da Comunidade Nossa Senhora do Desterro.



.: “Miss Lú” comemora 1 ano com coquetel, desfile e balada :.

O primeiro aniversário da loja “Miss Lú” Roupas e Acessórios será comemorado em grande estilo no próximo dia 29 de janeiro, a partir das 21h30min no Baobá Lounge Club que fica na Praça Frank Spears, número 32, no Largo do Líder.
Os convidados da loja serão recebidos com um coquetel para comemorar e em seguida presenciar um desfile produzido pelas proprietárias Camila Munhoz e Telma Cattani, mostrando as roupas e acessórios da loja. Na seqüência, os DJ’s Bruno Vincenzo e Renan Garcia prometem garantir a animação do público. Para prestigiar o evento, um número limitado de convites vips está disponível para retirada na loja.
A ideia de montar a “Miss Lú” surgiu da dificuldade que as proprietárias tinham em encontrar roupas exclusivas a preços acessíveis em Sorocaba. “Uma vez que a moda vem e volta, não é vantajoso pagar muito caro por roupas”, diz Telma Cattani. Foi aí que resolveram montar uma loja que atendesse a esses requisitos. Elas se uniram ainda a Eugênio Munhoz, que resolveu investir. “Ele é bastante empreendedor”, conta Camila. Depois de escolhido o imóvel, em uma semana a loja estava aberta.
Além de roupas femininas e acessórios de qualidade, a “Miss Lú” trabalha com consultoria personalizada para as clientes. Contando com estacionamento próprio e ar condicionado, a loja está localizada na Avenida Américo Figueiredo, número 159, Jardim Simus. Mais informações pelo telefone 3326.2170.

 

.: Empresária ensina gratuitamente a linguagem de sinais :.

A comunicação com dois familiares surdos motivou a empresária Luciana Stanzioni, moradora do Wanel Ville, a ingressar em um curso de Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. “No começo foi bem difícil, mas fui persistente”, conta. Agora ela está oferecendo aulas gratuitamente para quem desejar.
Luciana explica que, além dos seus entes, na igreja onde frequenta também há um deficiente auditivo. Por causa disso, ela começou a interpretar os encontros e as músicas. “Ele ia à igreja, mas não ouvia nada do que se passava”, lembra. Como o rapaz é querido, outros frequentadores manifestaram o desejo de aprender libras para poder também se comunicar com ele. A partir disso, Luciana iniciou as aulas.
Com a intenção de colaborar para a inclusão das pessoas com problemas de audição, Luciana passou a ensinar. “É um dom de Deus poder beneficiar o surdo”, afirma. Segundo a empresária, todas as repartições públicas deveriam ter um intérprete de libras. Os comerciantes também poderiam se beneficiar com isso. Ela diz que mesmo se as pessoas acharem complicado aprender, devem persistir: “Eu também achava complexo, mas Jesus me capacitou e hoje interpreto na igreja”.
As aulas de libras acontecem às sextas-feiras, das 20h às 21h30. Mais informações com a própria Luciana pelo telefone 3016.2175.



.: Impressora proporciona unhas decoradas até com fotos :.

Você já imaginou poder colocar a imagem que você quiser em suas unhas, em apenas 15 minutos? Isso é o que a empresária Malu Surian está trazendo para Sorocaba, através da Companhia das Unhas Brazilianail, que utiliza uma impressora digital para pintura artística de unhas naturais ou postiças. É possível estampar desenhos, figuras, fotografias, logotipos, etc. Ela vem com um CD-Rom próprio, contendo um software específico para a impressão com mais de 3 mil imagens pré-prontas. Também é possível fazer imagens personalizadas, como fotos dos filhos, logotipos de empresas (campanhas promocionais), etc.
Além de oferecer o design de unhas em adultos e crianças, Malu também é representante da Brazilianail em São Paulo, e atende a diversos salões e manicures que desejam adquirir a máquina. Ela ainda vai proporcionar cursos explicativos para as profissionais.
A impressão é feita após a aplicação de uma base com esmalte, de preferência cor branca ou clara, e uma base para impressão, para garantir fixação e nitidez da imagem. Em seguida a unha é disposta sobre o suporte da máquina. Após a impressão, é aplicado um verniz para dar brilho, proteger a imagem e preservá-la durante mais tempo. “A máquina não vem para aposentar as manicures artísticas. Depois da impressão, é possível inserir strass, glitter, dependendo da criatividade”, afirma Malu Surian. Ela explica que a figura pode ficar até 14 dias na unha.
A Companhia das Unhas Brazilianail também vai oferecer serviço de depilação completa. A inauguração da Academia de Treinamento será no dia 25 de janeiro, a partir das 14h, na Av. Pe. Joaquim Gonçalves Pacheco, 488, Jd. São Paulo. Os telefones são: 3411.3893 ou 9754.3909.


.: ETEC “Fernando Prestes” oferece ensino médio e técnico para jovens e adultos :.

A Escola Técnica “Fernando Prestes” está com inscrições abertas até o dia 28 de janeiro para 40 vagas de Educação Profissional Técnica de Nível Médio com Ensino Médio, no curso de Administração, através do PROEJA (Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos) que abrange cursos que, como o próprio nome diz, proporcionam formação profissional com escolarização para jovens e adultos.
O curso é gratuito e as inscrições devem ser feitas diretamente na secretaria da Etec “Fernando Prestes”, com uma pequena taxa de R$ 10,00. A prova para seleção será no dia 29 de janeiro às 9h, na própria instituição. Os interessados deverão ter idade mínima de 18 anos (não há limite máximo) e concluído o ensino fundamental. O curso dura 3 anos, terá aulas no período noturno e é destinado a quem já concluiu o ensino fundamental, ainda não possui o ensino médio e pretende adquirir o título de técnico.
A Etec “Fernando Prestes” fica na Rua Natal, número 340, no Jd. Paulistano. Mais informações pelo telefone 3221.9677.

.: Ingerir alimentos ácidos requer cuidados :.

A erosão ácida é um dano causado pelos ácidos provenientes de alimentos, enfraquecendo a superfície do esmalte do dente. Intimamente associada à dieta moderna, prevê-se que esse venha a ser um problema emergente para a saúde dental do século XXI e constitui uma ameaça crescente para todos nós. Todos que têm dentes naturais estão expostos aos riscos, que podem afetar ambos os sexos e a maioria das faixas etárias.
Diversos alimentos e bebidas são altamente ácidos (PH Ácido). Refrigerantes, vinhos e até mesmo algumas frutas e vegetais, considerados saudáveis, são extremamente ácidos, e o consumo frequente pode danificar os dentes. Outro fator que influencia a erosão ácida é o modo como se retém os alimentos na boca, aumentando o risco. Um estudo sugere que beber um litro de refrigerante ao dia pode remover um milímetro do esmalte do dente em poucos anos.
A fonte do ácido pode ser gástrica (intrínseca) ou da dieta (extrínseca). Se o ataque ácido for frequente, a boca não tem tempo de se recuperar.
Com o tempo, se for associado à abrasão do creme dental durante a escovação, o desgaste do esmalte pode ser significativo. Evite escovar os dentes imediatamente após o consumo de alimentos ácidos, pois é quando o esmalte se encontra mais vulnerável. Aguarde pelo menos uma hora.
Tome refrigerantes ou bebidas gasosas rapidamente. Não bocheche, nem os retenha na boca por longos períodos. Considere usar um canudo colocado no fundo da boca.
Escove os dentes suavemente, mas de forma completa com escova macia.
Use um creme dental de baixa abrasividade e com boa disponibilidade de flúor.
A prevenção não significa adotar grandes mudanças no estilo de vida, mas conscientizar-se sobre os alimentos ácidos e seguir simples passos preventivos.
A educação é a primeira linha de defesa, já que a maioria dos pacientes desconhece que seus hábitos comportamentais estão contribuindo para a destruição dos dentes.


.: Luiz Pádua lança livro polêmico sobre “Os Poderosos” :.

O escritor Luiz de Carvalho Pádua, morador do Jd. São Paulo, está lançando o livro “Os Poderosos”. Nesta obra, o autor questiona: como enriquecem políticos, donos de igrejas protestantes, organizações assistenciais? Como acontecem as “curas divinas” nas igrejas Evangélicas? Como acabar com as drogas, pedófilos e jovens viciados? Luiz Pádua afirma que analisa as “circunstâncias desfavoráveis em que vivemos cercados pelo escárnio de gente inescrupulosa e aproveitadora”.
“Os Poderosos” é um livro de temas polêmicos e controversos, dos quais o leitor poderá tirar suas próprias conclusões. Fatos que seriam desconhecidos por muitos, são vistos sobremaneira pelo autor que penetra no mundo misterioso com coragem e audácia, batendo de frente com verdadeiras armadilhas preparadas pelo que ele considera enganadores profissionais do nosso meio como algumas religiões, médicos, políticos, instituições filantrópicas, etc.
Luiz Pádua, além de escritor, também é colaborador de vários jornais. Já publicou quase uma dezena de livros e é conhecido pela diversidade de temas que aborda. Para adquirir “Os Poderosos” ou qualquer outra obra do autor, basta entrar em contato através dos e-mails: lucapad@terra.com.br e escritorluizpadua@gmail.com. ou pelo telefone 3411.4080.


.: Fisk inaugura escola na Zona Oeste :.

Desde o dia 5 de dezembro, o Júlio de Mesquita conta com uma unidade da Fisk, Centro de Ensino, na avenida Américo Figueiredo, número 3.666. A diretora da unidade Andréa Catel e o diretor administrativo Evandro Fernandes estiveram na sede do jornal Bairro em Foco para apresentar as propostas de ensino que serão implantadas no bairro.
Andréa, que dá aulas na instituição desde muito jovem, há 8 anos também é proprietária de outra unidade no Trujillo, na avenida General Osório. Ela conta que a ideia de abrir na zona oeste foi do Evandro, que reside no Wanel Ville e sabe do potencial da região. “Encontramos um bom imóvel no Júlio de Mesquita, que é um bairro em constante crescimento”, explica Andréa. A intenção também é de contribuir com a valorização para os moradores, descentralizando o ensino. “Estamos seguindo uma tendência de mercado das grandes empresas, que é de apostar cada vez mais no atendimento regionalizado, para evitar grandes deslocamentos, trânsito, entre outros benefícios”, ressalta Evandro.
A marca Fisk tem mais de 13 milhões de alunos espalhados pelo Brasil, nos mais de 50 anos de existência. A rede segue as tendências de educação moderna, com um método avançado e responsável.
Andréa afirma que em sala de aula, desde o primeiro dia, os alunos aprendem a falar, escutar, ler, escrever e pensar em inglês ou espanhol. “Para o inglês, atendemos crianças a partir de 4 anos”, revela. No caso do curso de espanhol, é um forte aliado para as aulas do idioma que passam a ser obrigatórias nas escolas (públicas ou particulares) a partir de 2010.
Já nos cursos de informática, é possível operar os programas mais avançados e nas aulas de português para brasileiros tirar todas as suas dúvidas sobre o nosso idioma.
Para mais informações sobre cursos, conteúdos e matrículas, o telefone é 3234.5222.


.: J. Mesquita conta com loja especilizada em Colchões :.

Há 3 meses o empresário do ramo de automóveis Rodrigo Canadeu resolveu diversificar e abriu a loja Colchões Avenida, no Júlio de Mesquita. Ele conheceu Sebastião Osvaldo, com experiência neste segmento, e foi incentivado a abrir a nova empreitada. Rodrigo ainda convidou o amigo para ser o gerente da loja.
Segundo Rodrigo, a escolha do bairro foi pelo intenso movimento. “O lugar está crescendo muito. E visualizamos uma boa oportunidade para esse segmento”, explica. Há ainda planos para abrir uma filial em outra região da cidade.
A loja conta com os mais variados tipos de colchões, camas e camas box, além de tudo para mesa e banho também. Tudo com as melhores marcas para todos os tipos de pessoas, independente de idade, altura ou peso. “Fazemos encomendas sob medida”, detalha.
Para moradores de Sorocaba que fizerem compras até às 15h, a entrega e montagem são feitas no mesmo dia. A loja aceita todos os cartões e tem fácil estacionamento. “As pessoas não precisam gastar mais tempo, nem dinheiro indo para o centro comprar esses itens”, garante o proprietário.
A Colchões Avenida fica na av. Américo Figueiredo, 4015, Júlio de Mesquita. O telefone é o 3217.1819.


Olá Cris. Me casei há 25 anos. Tenho 2 filhas uma com 25 e outra com 16. Faz 8 anos que estou viúva de marido vivo. Ele foi trabalhar no exterior e está ausente todo esse tempo. Na viagem, senti como se ele tivesse ido para o seu escritório como de rotina e nem fui ao aeroporto para a despedida. Não senti nenhuma falta da presença dele. Agora ele fala em retornar ao meu lar, como se nada tivesse acontecido. Me irrito com a voz dele no telefone. É como se não passasse de um estranho. Já disse que muita coisa mudou, mas ele não entende, pois pensa que seus telefonemas e ajuda financeira mensal lhe dão o direito de retornar. Preciso dizer que acabou o amor. Ele vai continuar sendo o pai das minhas filhas e só. Às vezes tenho dó, mas tenho que ter dó de mim, pois fiquei sozinha com as filhas, sendo pai e mãe ao mesmo tempo, lidando com os problemas da adolescência. Quero ficar livre para me interessar por outra pessoa. Quando comento que não arrumei ninguém, minhas amigas não acreditam e até tiram sarro. Fico no aguardo da sua opinião, obrigada.

Olá cara leitora. Vejo pelo seu relato que você se acostumou a viver longe de seu marido, e que ao longo do tempo o afeto que sentia por ele foi se diluindo. Compreendo como você se sente, pois esta reação é natural. Em geral, o amor é um sentimento que vamos construindo na convivência do dia a dia. Vejo que você está aflita porque ele está decidido a voltar. Entendo o quanto isto te preocupa, pois você havia se adaptado a uma nova realidade e o retorno significa uma mudança drástica em sua rotina.
Neste caso, acredito que o melhor a ser feito é ser a mais honesta possível com você mesma e com ele, explique como está se sentindo. Reflita se você realmente não o tolera mais ou está assustada em ter repentinamente um homem dentro de casa, já que há tanto tempo se habituou a ser a única responsável pelo lar.
O importante é não atropelar seus sentimentos. Se ainda não está pronta para recebê-lo, diga para ele de forma honesta e firme, mas com delicadeza. Explique que você precisa de um tempo para se adaptar e que o retorno para sua vida será feito de forma gradual dentro do seu tempo e que talvez possa não haver mais volta. Oriente-o a respeitar sempre suas limitações, tudo que for aversivo demais para você e imposto de forma bruta só a afastará ainda mais dele.
Se puder, pense em alternativas intermediárias. Quem sabe se tentarem um tempo em casas separadas? A retomada do casamento só será possível se houver reconquista, como no tempo de namoro. Experimente, entre em contato com a nova realidade, observe as reações dele e depois de acordo com o que sentir, escolha o que te faz mais feliz. Boa sorte!

Dra. Christiane M. T. Araújo
Av. Américo Figueiredo, 454, Jd. Simus
Fone: 3221.7106 / 3018.1180

.: Curso culinário da Dijos :.

Os cursos culinários promovidos pela loja Dijos Doces são oportunidades de se capacitar para produzir diversos tipos de doces, bolos, entre outras delícias.
No próximo dia 25 de janeiro será oferecido o curso: Chocolates Famosos – Chokito, Prestígio, Ferrero Rocher, Sonho de Valsa e Diamante Negro. Técnicas de derretimento, dicas de como trabalhar com chocolate no calor e sugestões de preços e embalagens. O curso será ministrado pela Profª Valquíria (Formas Suíça), a partir das 14h. Não é permitido levar acompanhantes.
As aulas são realizadas em uma cozinha específica para cursos no salão de festas Spaço Kids, rua Mário Soave, 552, S. Marcos. O telefone é 3017.0529. Av. Gal. Carneiro, 1808, Jd. Simus. Informações: 3222.5274 e 3217.9087.

.: AMAS atende crianças em lista de espera :.

A AMAS (Associação Amigos dos Autistas de Sorocaba) está prestando atendimento ambulatorial a algumas crianças que estavam na fila de espera para atendimento, além de orientação para as famílias dos mesmos em um espaço cedido pela Associação Casa do Cirineu. São oferecidas consultas com psicóloga, pedagogia especializa e terapia ocupacional.
Com 15 anos, a AMAS é a única entidade da região de Sorocaba (cerca de 40 cidades) especializada no autismo. A entidade precisa de doações de roupas, sapatos e acessórios (para realização de Bazar) e materiais de limpeza e higiene pessoal. Para conhecer o trabalho ou realizar doações, basta entrar em contato com a AMAS, através dos telefones 3222.4646, 3217,8074 ou 3334.4401. A entidade fica na rua Nova Odessa, 201, no Jd. Simus.


.: Pensamentos do Jota :.
Começo de ano, férias de funcionários, e as emissoras de TV lotam suas programações com “reality shows”. Atrações que pretendem chamar a atenção explorando o comportamento real de indivíduos frente aos mais diferentes desafios, sempre em busca de algum prêmio em dinheiro.
O mais bem sucedido programa do gênero, obviamente é o Big Brother Brasil, em sua décima versão na Rede Globo. Todos já sabem que os participantes ficam durante meses numa casa, votam uns nos outros para o “paredão”, onde o público elege semanalmente quem deve sair do jogo. Quem permanecer mais tempo leva um prêmio milionário.
As armações, intrigas, amizades e romances são apenas ingredientes do que se dedica a ser uma espécie de novela da vida real. E como o brasileiro tem o hábito de futricar a vida alheia, o formato da atração tem feito sucesso todos os anos. Sem contar o apelo sexual de participantes, em sua maioria, saídos de catálogos de agências de modelos. O que causa dúvida é a possível manipulação da opinião popular, já que a imensa maioria das pessoas (por motivos óbvios) não acompanha o programa 24h por dia. Fica a cargo de um resumo diário, editado pela própria emissora, a missão de transmitir a suposta realidade do jogo. Com isso, alguns participantes se tornam heróis e outros, de maneira inversamente proporcional, vilões. E bem sabemos que uma vez editadas, as imagens podem nos levar a conclusões equivocadas.
Em contrapartida, com menos glamour, porém bem mais intrigante, o SBT apresenta “Solitários”. No programa, 9 pessoas têm de ficar 20 dias confinados em uma pequena cabine, sem contato com o mundo externo e sequer uns com os outros. Eles passam por provas que vão testar suas habilidades e dificuldades individuais, os elevando até o limite das forças física e mental. Da mesma forma que o BBB, neste jogo o último a sair também é o vencedor. Contudo, leva para a casa um prêmio pequeno se comparado à recompensa da atração global: R$ 50mil.
Se um “reality show” se propõe a ser uma espécie de laboratório de observação do comportamento humano, os testes de “Solitários” me parecem muito mais interessantes do que as já manjadas táticas dos BBB’s. Está certo que a edição de imagens do SBT também pode mudar o que deveria ser real. Mas é melhor ser mero espectador de um jogo empolgante, do que ter a falsa sensação de interatividade do Big Brother, e me sentir manipulado pelas edições de imagens. No que depender de mim, nessa briga o BBB fica cada dia mais sozinho, enquanto faço companhia aos solitários do SBT.


.: voltar :.