.: Matérias Jardim Simus Edição Nº 23 :.
 
.: Editorial :.

Este é o último Bairro em Foco – Jardim Simus & Cia. de 2009. O período das festas de fim de ano sempre nos leva a olhar um pouco para trás a fim de analisar equívocos cometidos e também avanços conquistados. Depois de ser eleito o Melhor Jornal de Bairro em 2008, pelo Concurso Jornalístico e Publicitário da Prefeitura de Sorocaba, este era um ano de responsabilidade e desafios para o Jornal Bairro em Foco. Responsabilidade de continuar representando bem uma das maiores regiões da cidade. Desafio de fazer tudo isso, sem deixar de crescer e evoluir em conteúdo, estética e alcance.
Ao fazermos a revisão do trabalho desenvolvido durante esse tempo, fica-nos a clara impressão de termos conseguido alcançar nossas metas. Evidente que não ficamos imunes aos contratempos que foram surgindo, que só valorizam ainda mais o êxito conquistado em 2009.
Em meio a um ano que começou sob forte alarde de uma crise financeira mundial, fomos de um total de 37 mil exemplares para 40 mil. A diferença pode parecer pequena, mas 3 mil era exatamente o número de jornais que tinha a primeira edição do Bairro em Foco, distribuído no Wanel Ville em 2004. Além disso, passamos a alcançar outros três bairros: Quintais do Imperador (Júlio de Mesquita & Cia.), Jd. Novo Mundo e Jd. Europa (Jardim São Paulo & Cia.).
Foi em 2009 também que fizemos uma entrevista exclusiva com o prefeito Vitor Lippi, que demonstrou sua atenção com a zona oeste da cidade. Destaque ainda para o novo layout do logotipo e da capa do jornal. Tudo para evidenciar e valorizar a notícia, com um visual cada vez mais agradável. Trouxemos ainda duas colunas fixas: uma de entretenimento e outra de prestação de serviços, como forma de agregar mais conteúdo para o leitor.
Todo avanço é acompanhado de aprendizado e aperfeiçoamento. E não é possível crescer sem conhecer a experiência do outro. Nossos passos fazem o caminho, mas a beleza da caminhada depende dos que vão conosco. Aos nossos amigos, parceiros e leitores ficam os nossos agradecimentos pelas conquistas de 2009 e os votos de que o próximo ano seja de progresso, felicidade e paz.

Jota Abreu


.: SAB do Jd. Simus está arrecadando óleo para reciclagem :.

Você sabia que 1 litro de óleo de cozinha é capaz de contaminar até 1 milhão de litros de água, o equivalente ao consumo de uma pessoa durante 14 anos? Mas há uma excelente forma de atenuar esse problema. A SAB (Sociedade Amigos de Bairro) do Jd. Simus está recolhendo doações de óleo de cozinha e repassando para o Instituto de Educação Sócio-Ambiental (IESA), que fabrica sabão a partir do óleo de cozinha reciclado.
“Não é sacrifício guardar em vez de jogar no ralo. Assim ajudamos o meio ambiente e colaboramos com mais de 500 crianças carentes”, afirma Cleonice. Além de estar coletando o óleo, ela também está colaborando nas vendas do sabão em pó e em barra. A presidente ainda está articulando que outras entidades também sejam postos de recolhimento do material. É o caso da Comunidade Nossa Senhora do Desterro, da Igreja Católica no Jd. Simus e a Paróquia do Divino, no Jd. São Paulo.
Para doar o óleo ou comprar o sabão, basta procurar a residência da Cleonice de J. S. Vieira, na Alameda das Catléas, 704, Cidade Jardim.
Trabalho social e ambiental
Desde 2007 o IESA criou a fábrica de sabão que tem arrecadado cerca de 12 mil litros por mês em doações feitas por empresas, restaurantes, lanchonetes e também particulares. Simone de Cacia Lopes de Campos, responsável pela captação do material, explica que a maior venda é para distribuidores de produtos de limpeza, mas também há fornecimento para o consumidor final.
Segundo Simone, eles têm enfrentado dificuldades para coletar doações de óleo, pois algumas empresas estão preferindo vender o produto para produção de biodiesel, em vez de doar para o projeto social. “Elas recebem cerca de R$ 0,50 a R$ 0,60 pelo litro e nosso trabalho está ficando complicado”, explica.
O IESA é um braço do Centro de Orientação Social (Coeso), que tem o objetivo de atingir o segmento de educação, cultura e lazer, cuidando de um grande número de crianças carentes.
Mais informações sobre o Coeso no site www.coeso.org.br. Para conhecer melhor o IESA, a fábrica de sabão fica na Alameda Augusto Severo, 317, Vila Angélica. O telefone é 3388.8896.

.: Igreja católica distribui cestas básicas para necessitados :.

O Centro Social da Comunidade Nossa Senhora do Desterro localizada no Jd. Simus oferece mensalmente uma média de 50 cestas básicas para famílias necessitadas. Segundo o cooperador de pastorais, Pedro Laudelino Ayres, no mês de dezembro esse número deve subir para quase 100 cestas por conta das festas de fim de ano. Todos os mantimentos são doados pelos próprios frequentadores da comunidade, durante as missas.
As famílias moradoras do Simus e bairros adjacentes se cadastram. “Em alguns casos, a necessidade é apenas temporária por conta de desemprego, dívidas, entre outras coisas. Quando isso acontece, fornecemos a cesta por três meses”, explica o cooperador. Já as famílias comprovadamente carentes, recebem a ajuda até que consigam uma situação financeira melhor.
Adaptação ao AVCB

A Prefeitura enviou uma intimação à Comunidade Nossa Sra. do Desterro pedindo que o prédio se adequasse às normas do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), visando maior tranquilidade em qualquer emergência.
Para isso, foi solicitada a instalação de 2 hidrantes, 9 luminárias (em caso de falta de energia elétrica), 1 caixa d’água de 8 mil litros com bomba e 8 extintores de incêndio (foram colocados 12). O local já está adaptado dentro das regras exigidas.
Além disso, também houve a aquisição de novos bancos e a restauração dos antigos. O AVCB também regulariza a distribuição dos bancos no local.


.: Dr. Edílson lança documentário de projeto sobre
saúde bucal para crianças e jovens da baixa renda :.

O dentista Dr. Edílson Valente Jorge, residente no Jd. Simus, ganhou destaque em âmbito regional no fim de outubro, com o lançamento do documentário “Boca a Boca”, que foi o pontapé inicial para a abertura em Sorocaba dos trabalhos do projeto social “Dentista do Bem” realizado pela instituição “Turma do Bem”, da qual ele faz parte. A exibição aconteceu no auditório da sede sorocabana da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas. Por conta do lançamento, o Dr. Edílson deu entrevista para a TV TEM, TV Sorocaba, WEB TV Sorocaba Ao Vivo, Rádio Cruzeiro FM e jornal Bom Dia.
O vídeo tem a intenção de denunciar o cotidiano de cerca de 25 milhões de brasileiros que aprenderam a viver com dor nos dentes, ou simplesmente não os têm mais, e por isso são impedidos de comer, beijar, sorrir e viver em comunidade. Idealizado pelo dentista e empreendedor social Fábio Bibancos (fundador da Turma do Bem) o filme propõe uma discussão sobre a precária condição de saúde bucal dos brasileiros, o papel de governos e empresas e o que a sociedade civil mobilizada tenta fazer para mudar esse cenário. A produção conta com a colaboração da atriz Lú Grimaldi e do cantor Guilherme Arantes, autor da música tema.
Edílson Valente Jorge explica que é muito importante a conscientização de toda a sociedade em relação à saúde bucal, especialmente por parte do poder público e dos dentistas. “Precisamos de profissionais que estejam dispostos a colaborar para o bem comum, ajudando aqueles que mais necessitam”, afirma. Segundo o coordenador, famílias que sequer têm condições de comprar seus alimentos, jamais conseguiriam investir no cuidado com os dentes. “Essas crianças e jovens enfrentam preconceitos, ganham apelidos e encontram dificuldades para namorar e para arrumar trabalho”, lamenta.

Projeto Dentista do Bem
O projeto conta com o trabalho voluntário de cerca de 6 mil cirurgiões-dentistas em todo o Brasil (e outros países da América Latina) que atendem crianças e adolescentes de baixa renda, proporcionando-lhes tratamento odontológico gratuito até os 18 anos. Os pacientes são selecionados através de uma triagem com crianças de 5ª a 8ª séries em escolas da rede pública. A seleção é feita através da aplicação de um índice de prioridade, que beneficia as crianças com problemas bucais mais graves, mais pobres e as mais próximas do primeiro emprego. O tratamento, feito no consultório do próprio dentista voluntário, é de caráter curativo, preventivo e educativo.
Serviço: O cirurgião dentista que quiser colaborar com o projeto pode entrar em contato com os coordenadores do projeto em Sorocaba, através do telefone: 3221.9890.


.: Com apenas 3 anos, Luana é a Miss Sorocaba Bebê :.

Fica quase impossível não dizer aquele sonoro “ai que gracinha” ao ver o rostinho de Luana de Lima, de 3 anos. A menina de belos olhos azuis, moradora do Jd. Simus foi a grande vencedora do concurso Miss Sorocaba Infanto Juvenil – Categoria Bebês, no último dia 1º de agosto no Sorocaba Clube, e agora irá representar a cidade na etapa estadual.
Mas ela não é novata no ramo. Sua mãe, Cleide de Lima, conta que a garota já fez diversos trabalhos como modelo, “Tudo começou com 1 ano de idade”, diz. Ela já estrelou as revistas Meu Nenê, Cláudia Bebê, Joy, Cabelos Infantis, além de um tabloide do hipermercado Extra e até fez uma participação na novela “Amigas e Rivais” no SBT em 2008.
Cleide conta que a vida de modelo da menina começou meio que por brincadeira. “Todo mundo falava que eu devia procurar uma agência e que ela parecia criança de comercial. Até que uma amiga minha, com duas filhas modelos mirins, me indicou uma agência”, conta. Segundo a mãe, Luana conquista os jurados, pois é espontânea. “Ela faz pose, manda beijos, põe a mão na cintura. E tudo isso ela aprendeu sozinha”, garante. Ela ainda afirma que nunca forçou nada e, para Luana, os trabalhos são como brincadeira. “Acho interessante pela recordação. No futuro ela vai saber que um dia foi modelo e esteve em revistas. Mas isso não garante que siga a carreira por toda a vida”, ressalta. Todo o dinheiro recebido com os trabalhos, Cleide aplica numa poupança para o futuro de Luana.
No dia 5 de dezembro, a garotinha vai encarar mais um desafio: o Miss São Paulo – Categoria Bebê. A disputa será com outras 3 meninas, e se vencer, partirá para o Miss Brasil. Cleide revela que no concurso nacional, as meninas têm agenda lotada, e chegam até a viajar para o exterior. Até o fechamento desta edição, Luana ainda não tinha conseguido o valor total de patrocínio para participar da etapa paulista e ainda procurava parceiros para a inscrição. “Se ela for para o Miss Brasil, precisaremos de mais patrocinadores ainda”, encerra Cleide.


.: Criatividade e geração de renda em cursos culinários :.

Os cursos culinários promovidos pela loja Dijos Doces são oportunidades de se capacitar para produzir diversos tipos de doces, bolos, entre outras delícias.
A criatividade está presente nas receitas, o que colabora tanto para quem ainda não tem experiência, como para quem já trabalha no ramo. No dia 2 de outubro o curso com a culinarista da Alispec ensinou a fazer o bolo temático da “Pequena Sereia”, com 2 andares separados por um aquário com peixe vivo.

Próximos cursos:
23/11 – Trufas natalinas, Pinheiro feito de trufas. Chocolate Harald. Profª Sara.
27/11 – Venha aprender Pão-de-Mel que sai pronto da forminha – recheios natalinos e decorações – mini-pão-de-mel redondo, quadrado e no palito. Profª Valquiria – Formas Suíça. 14h
30/11 – Lembrancinhas para Festas de 15 anos e Casamentos (mini-bolo com recheio de bem casado). Formas BWB. Profª Renata Caresia.
As aulas são realizadas em uma cozinha específica para cursos no salão de festas Spaço Kids, rua Mário Soave, 552, S. Marcos. O telefone é 3017.0529. Inscrições com 3 dias de antecedência na Dijos Doces, Av. Gal. Carneiro, 1808, Jd. Simus. Informações: 3222.5274 e 3217.9087.


.: Moradora do Jardim Simus, Stephannie vence o Concurso de Redação da TV TEM :.

Stephannie Cirilo é motivo de orgulho para os moradores do Jd. Simus. A estudante da 4ª série da Escola Municipal “Rosa Cury” foi a vencedora do Concurso de Redação 2009 promovido pela TV TEM, na categoria de 3ª a 4ª séries. Ela superou meninos e meninas de escolas de toda a região de Sorocaba, com o texto que abordava o tema “Meu mundo perfeito”, e ganhou um computador.
Stephannie foi orientada pela Professora Leda Celeste Veloso Moraes. A garota conta que sempre gostou de escrever e por isso se dá melhor em português do que em matemática. Ela diz que quer ser Promotora de Direito quando ficar mais velha. “Um primo meu também quer. Ele me contou algumas coisas e também escolhi a profissão”, conta.
Ela explica que se baseou em sua família para elaborar a redação. “Falei também sobre violência, que é muito comum de se ver”, explica a vencedora. Quando foi comunicada da classificação entre os três primeiros lugares, a vice-diretora foi em sua sala de aula. Apenas no dia da entrega do prêmio ela ficou sabendo que era a grande campeã.
Stephannie lembra que ninguém na escola queria participar. No entanto, pela sua empolgação, mudaram de ideia. Quando voltou da premiação, a diretoria da “Rosa Cury” havia feito uma faixa em sua homenagem. “Ela é muito esforçada e merece”, se orgulha a mãe Marluci Aparecida da Silva.
Confira na íntegra a redação vencedora escrita por Stephannie Cirilo.

Meu Mundo Perfeito
Acordo, olho em volta assustada, não ouço barulho de carros, nem de TV, tudo parece tão calmo. Tomo um banho rapidamente e entrona cozinha para tomar café. Que surpresa! Mesa repleta de frutas, sucos, pães e doces de todo tipo e... o mais legal: MINHA FAMÍLIA inteirinha estava lá... sentada... me esperando.
Mamãe conta a novidade: meu pai e meu irmão estão morando em casa novamente; minha irmã já não está mais em depressão e meu irmão mais novo, pasmem, já não me provoca mais. E nesse clima de união e sorriso, percebo que não sinto cheiro algum de cigarro, não vejo uma fumaçinha sequer. Que bom! Nada de vícios.
Termino meu café e ligo a TV. Começa o jornal e o repórter dá as últimas notícias:
• Fim da greve dos médicos e dos bancários;
• Vitor Lippi toma jeito e resolve contratar pedreiros para fazer a nossa tão sonhada quadra;
• Peixes voltam ao rio Sorocaba;
• Mais um dia sem assaltos e assassinatos no mundo todo.
Desligo a TV e resolvo dar uma volta pela cidade para conferir se tudo não passa de uma “pegadinha”. Nas ruas, com poucos carros e muitas bicicletas, todos caminham tranquilamente, sem medo de assalto ou outra violência qualquer. Me belisco para ver se não estou sonhando e ouço a voz da professora que diz:
- Stephannie, já terminou sua redação sobre um mundo perfeito?

.: Sorocaba fica com o vice nos Jogos Estaduais :.

Na categoria Bocha, a equipe de Sorocaba foi vice-campeã no 73º Jogos Abertos do Estado de São Paulo, realizado em São Caetano do Sul, no ABC Paulista. Na última partida o rival foi a cidade de Guarulhos, que havia sido derrotada no ano anterior pela equipe de Sorocaba. Nesta edição, 23 cidades foram representadas durante a competição. Nossa cidade se classificou depois de ter sido campeã dos Jogos Regionais, que aconteceram em setembro na cidade de São Roque.
O time, representando a Liga Sorocabana de Bocha tinha como jogadores: Barba, Bolacha, Ditão, Pedro, Maguila, Dirnei, Baianinho, Niva e Valter. A escalação foi foi feita pelo presidente da Liga, Célio Martins e seu auxiliar técnico, Milton.
O time é composto pelas duas equipes existentes na cidade: AA Santa Rita e Centro Esportivo Jd. Simus. O Grêmio Recreativo São Bento, na Vila Hortência está montando uma equipe, e possivelmente também fará parte da seleção. Todo o trabalho tem o apoio da Prefeitura de Sorocaba, através da Secretaria de Esportes.

.: Centro Esportivo do Jardim Simus é opção para atividades nas férias :.

O Centro Esportivo “André Pieroni” no Jardim Simus é uma excelente opção para recreação durante o período de férias no fim do ano. O local é composto por ginásio, quadras, campo de futebol, duas pistas de bocha oficial para competições nacionais e internacionais, playground e pista de caminhada.
Durante o fim do ano, algumas atividades dirigidas estarão interrompidas por conta do período de férias. Mas o local continua aberto para a utilização da população.
Para entrar no Centro Esportivo é preciso fazer a carteirinha, levando 2 fotos 3x4, RG ou Certidão de Nascimento e comprovante de residência. Menores de 18 anos precisam comparecer ao lado dos responsáveis. Não é necessário morar no bairro, sequer em Sorocaba. A carteirinha dá direito a adentrar em qualquer Centro Esportivo da cidade.
Para a utilização de quadra, ginásio ou campo, é necessário agendar com antecedência, de terça a sexta, das 8h às 17h. Para fazer isso é solicitado ser maior de 18 anos e apresentar a carteirinha.
Serviço: O Centro Esportivo “André Pieroni” fica na av. Américo Figueiredo, 1.200, Jd. Simus. Mais informações pelo telefone 3222-7573.



.: Móveis antigos podem ser recuperados :.

Ele foi da alta tecnologia para o clássico. Maurício Gonzales, tecnólogo em mecânica, era proprietário de uma loja de equipamentos eletrônicos. Mas o destino o levou a trabalhar por algum tempo com um amigo, restaurando móveis antigos. “A princípio eu achava que era velharia. Com o tempo fui notando o valor das peças”, lembra. Há 7 anos ele mantém a loja “Semi Novo”, onde compra, vende e restaura móveis usados.
Ele conta que os móveis antigos são de grande durabilidade. “Por serem feitos em madeira maciça, a gente vai e o móvel fica”, brinca. Alguns costumam durar até 150 anos. Porém, poucos lugares ainda fabricam peças com tanta qualidade. “A política é vender produtos de pouca qualidade, para trocar com mais frequência”, afirma.
Para quem tem aqueles móveis de valor incalculável, como heranças de família, mas que estão desgastados pelo tempo, Maurício faz restauração em madeira, trata móveis com cupim, trança palha de cadeiras, aplica verniz, faz pintura, pátina, entre outros. “Meu trabalho não tem stress. É praticamente uma terapia”, encerra.
Serviço: Avenida Américo Figueiredo, 879, Jd. Simus. O telefone é 3011.5694.


.: Vai viajar? Então, tome nota! :.

O fim do ano está aí e o período de férias é convidativo para viagens familiares, buscando descanso e revitalização. Porém, para colocar o pé na estrada é preciso cuidado para evitar dores de cabeça que estraguem o passeio, transformando em terror o que era para ser diversão.
Cuide de sua casa mesmo ausente. Não comente sua viagem perto de estranhos. Telefone para um vizinho de confiança para saber se está tudo bem. Solicite que ele recolha a correspondência. Providencie para que o local não fique com aspecto de abandono.
Se for viajar de carro, antes de sair, verifique faróis, luzes, pneus, estepe, freios, suspensão, óleo, documentos, etc. Sempre leve crianças no banco traseiro, use o cinto de segurança e não dirija alcoolizado. Dirija com responsabilidade e respeite a sinalização. Não faça ultrapassagens perigosas. Aproveite as férias e não tenha pressa. Se tiver um problema com o carro, procure removê-lo da pista e acenda o pisca-alerta. Mantenha distância do veículo que vai à sua frente.
Chegando no local, procure saber como acionar serviços essenciais. (polícia, hospitais, postos de informações, etc.). Evite sair ou voltar em dias ou horários de maior movimento. Procure locais e horários alternativos para evitar situações desagradáveis.
Nas Praias, obedeça à sinalização dos locais perigosos. A profundidade máxima deve ser quando a água atinge o nível do umbigo. Mantenha crianças sempre por perto. Procure manter as praias sempre limpas.
No Campo, evite fogueiras. Recolha o lixo e jogue-o em lugar apropriado. Lembre-se que o leito dos rios e lagos não é local para jogar detritos.
Em qualquer circunstância, não pendure bolsas, ou objetos de valor nas cadeiras e nem coloque no chão de restaurantes abertos. Quando usar cartão de crédito, não o perca de vista. Exija que seja utilizado na sua presença e confira com segurança o comprovante do vendedor. Durante os traslados, vigie sua bagagem.
Depois de tudo feito, não se esqueça da câmera fotográfica para registrar momentos inesquecíveis.



Leitora anônima - Tenho 16 anos. Fiz uma pequena tatuagem no braço e quando meu pai descobriu, ficou furioso. Queria me levar ao estúdio onde eu fiz para se entender com os proprietários, entre outras coisas. Depois de muita conversa, ele se acalmou, embora ainda esteja chateado. Mas, agora estou com a intenção de fazer mais tatuagens, pois acho lindo. Como posso convencê-lo disso?

Querida leitora, você está passando pela adolescência. É nesta fase da vida que existem muitos conflitos. Por um lado vejo o quanto você ainda se preocupa com a avaliação do seu pai. Por outro, você escreveu que quer fazer outras tatuagens, pois provavelmente seus amigos devem ter elogiado. Todos estes estímulos externos também influenciam nossas escolhas.
De acordo com Knobel, um pesquisador sobre adolescência, esta é a fase em que estamos nos preparando para a vida adulta, deixando de ser crianças e treinando para a uma vida independente. Porém, ainda somos dependentes de nossos pais, e assim fazemos um movimento de vai e volta como o de um ioiô. Ora precisamos do apoio e carinho deles, ora queremos nos afastar. E quanto mais os contradizemos, mais nos sentimos independentes deles.
Contudo, tornar-se adulto e assumir responsabilidades não é algo fácil. Devido a isso substituímos temporariamente nossos pais pelo “grupo” que nos protege e é por isso que damos tanta importância para os amigos. Muitas vezes, para sermos aceitos, definimos nossas opções pela avaliação do grupo, pois precisamos dele para nos sentirmos seguros longe de nossos pais.
Quanto à tatuagem, primeiro avalie bem todos os motivos pelos quais deseja fazer outras. Observe que o seu comportamento produziu sentimento de tristeza em seu pai, questione porque ele não gostou e depois argumente com ele quais serão as vantagens de novas tatuagens.
Ser um adulto exige responsabilidades e o primeiro passo é nos responsabilizar pelas conseqüências de nossos próprios atos e nos orientar por conseqüências em longo prazo, não apenas pelo imediato, afinal você não vai ser adolescente para sempre.
Dra. Christiane M. T. Araújo
Av. Américo Figueiredo, 454, Jd. Simus
Fone: 3221.7106 / 3018.1180

.: Conseg convoca munícipes :.

O Conselho de Segurança Comunitária (Conseg), órgão que discute formas de combater a violência nos bairros da cidade, está convocando os munícipes para participarem de suas reuniões, que ocorrem em todas as primeiras quintas-feiras de cada mês, às 20h, no auditório do Hospital Jd. das Acácias, na Av. Gal. Carneiro, 1136.
Nas reuniões participam representantes do poder público, autoridades de segurança (como os delegados do 3º e 9º Distritos Policiais e da 1ª Companhia da Polícia Militar) e membros da sociedade civil. Segundo o vice-presidente Célio Martins, é importante a presença das pessoas em geral. “Quem tem uma ideia ou até uma reivindicação pode expor nessas reuniões”, explica.


.: Conferência das Cidades :.

Representantes de entidades e movimentos populares participarão no dia 5/12 da 4ª Conferência Municipal das Cidades na FADI Sorocaba, das 8h às 17h.
Serão eleitos os delegados para próximas etapas. A nacional, será de 24 a 28 de maio de 2010, em Brasília. Lá serão discutidos avanços e dificuldades para a implementação da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano . O lema desse ano é: “Cidade para todos e todas com gestão democrática, participativa e controle social”, com a intenção de combater desigualdades sociais, ampliando o acesso à moradia, ao saneamento e ao transporte.
Toda a sociedade deve participar levando suas ideias. A FADI fica na Rua Drª. Ursulina Lopes Torres, número 123, bairro Vergueiro.


.: Pensamentos do Jota :.
Quem se lembra do “Seu Creysson”, personagem do ator Cláudio Manoel do Casseta & Planeta da TV Globo? Ele tinha como característica principal falar 90% das palavras com algum erro. Na época, seus bordões se espalharam na boca do povo e todo mundo entrou na brincadeira.
Bem no auge do sucesso, o programa parou de mostrar o “Seu Creysson” e foi apostar em outros quadros. Uma estratégia de mídia para evitar que o público enjoe de um personagem. Depois de um tempo na “geladeira” o simpático homem das palavras erradas voltou a aparecer periodicamente no humorístico.
Isso não aconteceu com o E.T. da dupla “E.T. e Rodolfo” que figurou com sucesso durante bastante tempo nos programas do Ratinho e do Gugu, no SBT. A diferença é que nesse caso não era um ator fazendo um tipo. Era ele mesmo e seus defeitos físicos sendo explorados para chamar atenção de cada vez mais telespectadores. Da mesma forma, o E.T. levou seus bordões para todo o país, até o momento que suas “piadas” se saturaram e seu rosto já famoso não causava mais tanta estranheza. A mídia o abandonou.
Outro exemplo são os “BBB’s”, como são chamados os integrantes do Big Brother Brasil, da TV Globo. Passado um tempo de sua participação no reality show, alguns deles retornam para o ostracismo, e conforme algumas histórias já comprovadas, muitos voltam para situações financeiras complicadas.
Infelizmente esse deve ser o destino de Marcos da Silva Heredita, o Zina do Programa “Pânico na TV”, da Rede TV. Ele era guardador de carros e explodiu na mídia ao ser motivo de chacota pelo seu jeito de falar em uma entrevista na qual ele proferiu o seu bordão: “Ronaldo, brilha muito no Corinthians”. Até o leitor mais inocente poderia notar sinais de comportamento alterado no rapaz. E recentemente Zina foi preso em São Paulo portando cocaína.
Acho lamentável a exploração de personagens que na realidade não tem nada de fictícios. Cláudio Manoel teve sobrevida depois do “Seu Creysson” e por seu talento como ator, interpretou outros tipos na TV. O que dificilmente se repetirá com Zina quando as pessoas enjoarem dele. Enquanto isso não acontece, a mídia o trata como uma aberração, expondo seus defeitos e fazendo um falso assistencialismo, tudo isso para ganhar cada vez mais audiência e dinheiro. Até que surja outro.

.: voltar :.