.: Matérias Julio de Mesquita 20 :.
 
.: Editorial :.

Bairro em Foco completa 5 anos de história



Em 2004, ao procurar um terreno à venda no Wanel Ville, Marcos Tadeu Stachewski notou que alguns moradores deste bairro desconheciam a grande quantidade e variedade de estabelecimentos comerciais existentes, sem contar aqueles que estavam em construção. Com essa idéia, Stachewski resolveu criar um informativo que ajudasse as pessoas a saber mais sobre o lugar onde vivem. No mês de março daquele ano saiu o primeiro número do Bairro em Foco, a princípio apenas para o Wanel Ville e proximidades.
Naquela primeira edição, foram distribuídos porta-a-porta, três mil exemplares. Na segunda, Stachewski já notou a necessidade de aumentar a tiragem para quatro mil. Hoje, além do Wanel Ville e adjacências, outros quatro informativos são produzidos em periodicidade bimestral: Central Parque e Cia., Júlio de Mesquita e Cia., Jardim São Paulo e Cia. e Jardim Simus e Cia. A cada quinze dias, um deles é lançado, formando assim um rodízio para atender a 29 bairros da zona oeste, com tiragem total de 38 mil exemplares distribuídos gratuitamente.
O jornal se dedica a divulgar as ações mais importantes em cada bairro, trabalhando em parceria com as entidades beneficentes, instituições, igrejas e também com os órgãos da prefeitura. Tudo isso na intenção de informar o leitor da zona oeste sobre todas as ações que diretamente vão influenciar no seu dia-a-dia. E isso se faz oferecendo a todos, novas opções de lazer, recreação e negócios, privilegiando as ações culturais e sociais dos bairros além das melhores alternativas do amplo comércio existente nesta parte da cidade.

Jota Abreu

.: “Cabelo e Corpo” com nova sede e serviços :.

O ritmo acelerado do dia-a-dia faz surgir a necessidade de instantes mais tranqüilos na vida de qualquer pessoa. Com as mulheres, uma boa forma de relaxar é cuidando de si mesmas, procurando tratamentos de beleza. Mas muito além de ficar bonita, elas também querem conforto, tranqüilidade, privacidade, etc.
Pensando nisso, o Salão de Beleza “Cabelo e Corpo”, inaugurou uma nova sede no Wanel Ville, há um mês. As novas instalações ficam na mesma rua, Valmir Vitório Segura, agora no número 33.
Segundo as proprietárias Sabrina e Gilliana Chibani, o destaque do novo salão fica por conta da sala de depilação e estética que é climatizada. Muitos salões têm apenas ar condicionado para o frio. No caso do “Cabelo e Corpo”, também é possível desfrutar de ar quente. Mas quem puder visitar, vai ver que todo o ambiente do salão mudou: novos (e modernos) móveis, decoração, piso, pintura, etc. A sede também conta agora com uma agradável sala de espera, recepção e área para fumantes.
Com essas atualizações também foram contratados novos cabeleireiros, manicures, etc. Profissionais novos para ampliar e aperfeiçoar o atendimento.
A clínica de estética oferece serviços como drenagem linfática, massagem modeladora, limpeza de pele e tratamento facial e corporal em geral.
O “Cabelo e Corpo” existe há seis anos, sendo quatro deles só no Wanel Ville. “Quando viemos para cá, foi por acreditar no potencial do bairro”, afirmam as proprietárias. Para elas, a ampliação do negócio, trazendo luxo e sofisticação para as mulheres desta região, é uma prova do retorno que era esperado da localidade. E por conta desse retorno, houve o grande investimento .
Vale a pena conferir!


.: Foto JJ é campeão da Copa Sesc de Futsal :.


A equipe Foto JJ Futsal foi a grande campeã da Copa SESC 2008, inclusive do Torneio Início. Sob o comando do técnico Itamar, o time chegou à vitória depois de derrotar a Mancha Verde e uma final inesquecível no Ginásio Municipal de Esportes.
Para este ano, o time localizado no Júlio de Mesquita promete força total em todos os campeonatos que pretende participar. Estão programados o Cruzeirão, 1ª Copa Super Futebol de Futsal, Citadino, Lisofus, Comerciário, entre outros. O time é composto por jogadores conhecidos no futsal como Grão, Grilinho e Fábio, entre outros, todos moradores do Júlio de Mesquita e adjacências.

 

.: Acupuntura é tratamento alternativo sem remédio :.

Para a Medicina Tradicional Chinesa, toda doença nasce a partir de um desequilíbrio energético que pode ser originado pelo excesso das emoções (raiva, tristeza, preocupação, medo) ou quando o corpo é invadido por energias perversas (frio, calor, umidade, vento). Baseada nisso, a acupuntura foi criada na China há aproximadamente 4.500 anos.
A técnica de tratamento consiste basicamente na inserção de agulhas especiais em determinados pontos espalhados pelo corpo. Eles são, na maioria das vezes, locais de encontro de várias terminações nervosas que quando estimulados pela agulha, liberam substâncias analgésicas proporcionando o alívio da dor. A escolha dos pontos e da técnica a ser utilizada vai depender do diagnóstico feito pelo terapeuta na primeira sessão. A duração, a freqüência e o tempo das sessões vão depender das condições, da gravidade e do tempo da evolução da doença. Geralmente são necessárias de 10 a 12 sessões semanais que levam em media de 30 a 60 minutos.
Muitas pessoas evitam o tratamento pela acupuntura devido ao medo das agulhas. Para essas pessoas, a terapia pode ser feita com imãs (magnetoterapia), sementes (fitoacupuntura), laser (laserpuntura), luzes coloridas (cromopuntura) ou mesmo massagens nos pontos determinados.
O maior benefício da acupuntura é proporcionar condições ao organismo para se autocurar, eliminando os fatores patológicos e restabelecendo o equilíbrio físico e mental. Entre as doenças tratadas pela acupuntura pode-se citar: stress, ansiedade, insônia, depressão, dores de cabeça, distúrbios menstruais, dores na coluna, joelhos, ombros, gastrite, constipação intestinal, obesidade, infertilidade, palpitações, distúrbios da menopausa, gripes, alergias, tabagismo, alcoolismo, além de auxiliar no controle do diabetes, pressão alta etc. Para as crianças: tratamento de fobias (medos), enurese noturna (xixi na cama), traumas, insônia, dificuldade de atenção e concentração escolar, hiperatividade, alergias, etc.


.: Perfumaria Júlio de Mesquita completa 2 anos no bairro:.

Os profissionais de estética também não precisam ir ao centro da cidade para encontrar qualidade e bom preço para suas compras. Completando dois anos no bairro, a Perfumaria Júlio de Mesquita oferece todas as alternativas em cosméticos e produtos para beleza com custo baixo. Eduardo Perasoli, propietário da loja, explica que um dos grandes esforços deles é deixar o cliente à vontade.
Os proprietários da Perfumaria Júlio de Mesquita têm outra loja em São Paulo. Perasoli conta que eles adquiriram uma loja que já tinha 15 anos de existência. “Quando completamos três anos na capital, resolvemos também investir no interior. Foi então que escolhemos Sorocaba”, lembra o empresário. Na ocasião, eles fizeram uma pesquisa em vários bairros da cidade, onde ficavam parados em frente a um salão comercial disponível para aluguel para contar o número de pessoas e carros que transitavam nas proximidades. “O Júlio de Mesquita foi um dos últimos bairros que viemos. E além do ‘minicentro’ existente aqui, ficamos impressionados com o volume do tráfego de pessoas e veículos no bairro”, diz Perasoli.
Hoje os proprietários, que se mudaram para a zona oeste de Sorocaba, têm intenção de montar um Centro Técnico como o existente em São Paulo. “Com o Centro Técnico, poderemos ministrar alguns cursos que exigem equipamentos específicos”, fala Eduardo Perasoli. Hoje são oferecidos cursos de Pintura Artística de Unhas, Massagem, Depilação, Design de Sobrancelhas, entre outros.
Eduardo Perasoli ainda fala do espanto que alguns clientes apresentam quando veem os preços baixos. “Nós pesquisamos semanalmente para estar de acordo aos preços praticados no mercado. Por isso, diversas vezes vendemos mais barato que muitas lojas do centro”, encerra orgulhoso.

.: Bairro em Foco se consolida como melhor jornal do segmento :.

Mais que informar, um veículo de comunicação tem o dever social de prestar serviço à população. Para um jornal de bairro, essa missão fica mais evidente. Por estar em um nicho menor e mais próximo ao leitor, é um canal de informação direta para os moradores, pois é distribuído porta a porta, contendo notícias sobre o bairro onde moram.
No Bairro em Foco não é diferente. Desde fevereiro de 2004, com o lançamento do Wanel Ville e Cia, o jornal busca aprimorar o seu trabalho e estar no dia-a-dia do leitor. E esse aperfeiçoamento foi reconhecido. Em dezembro, no Concurso Jornalístico e Publicitário 2008, promovido pela Prefeitura de Sorocaba, o Bairro em Foco recebeu o troféu José Carlos Paschoal como o melhor jornal de bairro.
O concurso ocorre anualmente e tem o objetivo de valorizar os profissionais e incentivar o setor de comunicação da cidade, premiando os melhores trabalhos relacionados ao município e veiculados na mídia local.
Os trabalhos inscritos foram avaliados por representantes da Associação Sorocabana de Imprensa (ASI), Associação das Agências de Propaganda de Sorocaba e Região, Academia Sorocabana de Letras, Câmara dos Vereadores e Prefeitura Municipal de Sorocaba.
Para o editor Marcos Tadeu Stachewski, esse reconhecimento foi uma grande vitória. “Sabia que o Bairro em Foco tinha potencial para ser o primeiro, mas custei a acreditar quando ele foi anunciado”, confessa emocionado.Hoje, além do Wanel Ville & Cia, circulam os jornais Central Parque e Cia., Júlio de Mesquita e Cia., Jardim São Paulo e Cia. e Jardim Simus e Cia.
Marcos decidiu criar o veículo de comunicação porque, ao andar pelo Wanel Ville, percebeu que havia uma lacuna que distanciava o comércio dos moradores e vice-versa. O comércio não tinha um veículo dirigido para atrair clientes, e esses buscavam o que precisavam em outros locais, pois desconheciam os produtos que as lojas, instaladas no próprio bairro, ofereciam.
De bicicleta e munido de uma prancheta para fazer anotações, Marcos começou a mapear as áreas do Wanel Ville para saber quantas residências existiam. O levantamento evidenciou a necessidade de um veículo de comunicação.
Hoje, o Bairro em Foco circula em 29 bairros da Zona Oeste da cidade de Sorocaba. São 38 mil exemplares que levam informações, dicas e presta serviço a população.

Nova equipe

Desde janeiro o jornal conta com reforço em sua equipe editorial. Jota Abreu é o novo jornalista que comandará as notícias do Bairro em Foco.
Fabiana Yoko

 

.: Escola de Cabeleireiros forma novos profissionais no Wanel Ville :.

Cabeleireira há 12 anos, a empresária Selma Jeane, montou 3 anos atrás a primeira escola de cabeleireiro no Wanel Ville. Com o bairro crescendo e boa perspectiva de desenvolvimento, era momento de investir na ampliação dos negócios. “Notei que as pessoas daqui são esclarecidas, ‘cabeça aberta’ e quis inovar,” afirma Jeane. Ela já dava aulas no setor havia sete anos quando quis ter a sua própria escola.
Selma Jeane conta que seu curso prioriza a prática. “Já no primeiro dia, o aluno vai exercitar a função, acompanhado de um profissional”, garante. Com essa metodologia, a professora afirma que é possível sentir o retorno financeiro do curso com dois meses de aulas: “em algumas escolas só vai haver o contato com o cliente no quinto ou sexto mês. Diferente de nós”, compara.
O método utiliza de recursos como vídeo e apostila, mas por ser totalmente voltado ao mercado, é 90% prático. “No começo o aluno já pode trabalhar com familiares e amigos para ter mais segurança”, explica Selma. Além de corte, o curso oferece condições para o principiante fazer hidratação, escova, entre outros.
Um ponto curioso é que Selma Jeane também estimula o lado “psicólogo” dos futuros cabeleireiros. “Quando a pessoa vai ao salão de beleza, geralmente quer conversar e às vezes até desabafar. O cabeleireiro tem que estar pronto para ouvir”, afirma a professora. Ela ressalta que é muito importante que o profissional tenha cuidado, pois faz diferença no atendimento à clientela.
Selma ensina que “quem trabalha com beleza precisa ser discreto, leal, ético e saber guardar segredo”. Ela conta que dos alunos que já passaram pela escola, 80% já está atuando no mercado com seus próprios negócios ou empregados. “Eu não tenho medo de criar concorrência. Pelo contrário. Quero poder ajudar mais pessoas a conhecer essa profissão maravilhosa,” finaliza.
A Escola de Cabeleireiro “Selma Jeane” fica na Rua Valmir Vitório Segura, 191, no Wanel Ville. Informações sobre os cursos podem ser obtidas pelos telefones 3202.4250 ou 3013.3141.


.: Muda a regra para garrafões de água :.

Em setembro a Associação Brasileira das Indústrias de Águas Minerais (ABINAM) e o Departamento Nacional da Produção Mineral (DNPM) determinaram que não podem ser utilizados os vasilhames de água com fabricação acima de três anos. Algumas empresas já estão se adaptando à determinação e renovando seus “galões”.
A mineradora Herwe, produtora da marca Klarina, determinou um cronograma para que até o mês de setembro passe a utilizar apenas os garrafões dentro do prazo. A data de fabricação está na parte de baixo do galão, em um círculo com um número no meio (que indica o ano) e uma seta (que indica o mês).
Na hora de comprar água, é importante certificar-se de que o fabricante possua laudo atestando que o seu produto está de acordo com as normas exigidas para a embalagem, pois não será permitido envasar vasilhames de outra forma. Todos os certificados ISO também são análises essenciais na aquisição de galões.
Gentileza: Cari - Água, Gás e Ração

.: “Unidos do Cativeiro” prepara o carnaval na Zona Oeste :.

O ritmo é o mais brazuca possível. O evento encanta o mundo. O Carnaval une dois ingredientes muito agradáveis aos brasileiros: samba e festa. Na zona oeste de Sorocaba, Jd. São Marcos, está uma das mais tradicionais escolas de samba da cidade: Unidos do Cativeiro. Eles estão ensaiando para o carnaval de rua, todas as segundas, quartas e sextas a partir das 19h30min. O presidente Luís Gonzaga Rodrigues convida todos os moradores da zona oeste para representar a região, durante o desfile municipal. “A Unidos pertence aos moradores de todos os bairros. Queremos que todos os moradores venham participar do nosso carnaval”, convoca Rodrigues. A escola fica na rua Juvenal Ferraz Martins, 621, Jd. São Marcos. Mais detalhes pelo telefone: 3221.1511.
Para fazer parte do grupo de passistas basta frequentar os ensaios. Para fazer parte da bateria, o processo é parecido. Contudo é necessário comparecer com uma hora de antecedência na sede da escola para se familiarizar com as músicas e os instrumentos. O tema para o carnaval 2009 é “Uma história de amor. A arte do negro em nossa história”. O samba enredo foi composto pelo Claudião e Leonel Big.

História
Fundador e Presidente da “Unidos do Cativeiro”, Luís Gonzaga Rodrigues era da escola III Centenário na década de 60. Mas logo que começou a desfilar, a escola parou e ficou 9 anos sem participar da festa. Em 73, ele reativou a escola juntamente com Lázaro Lopes de Oliveira, o Lazinho. Um tempo depois foi criada a ala da capoeira.
Quando saiu daquela escola de samba, Rodrigues foi fazer parte do grupo de capoeira Cativeiro. Nessa época, esse tipo de arte era mal visto pela polícia, e por isso não era possível se apresentar em público. Exceto em uma ocasião: o carnaval.
Planejou-se a criação de um bloco para, a princípio, exibir a capoeira para o grande público, deixando de ser restrita ao interior das academias. Em 82 foi fundado o bloco “Unidos do Cativeiro” com o intuito de integrar as famílias dos praticantes de capoeira, que não podiam assistir as aulas na academia. O bloco começou no final da Rua XV de Novembro, no centro, nas proximidades da ponte Francisco Delosso.
Os blocos não têm necessariamente a divisão de alas, como as escolas de samba. Todavia, o bloco “Unidos do Cativeiro” adotou essa organização visando se tornar uma escola. Nessa época os blocos e escolas desfilavam no mesmo local, embora tivessem classificações individuais.
Em 87, mudou-se para o Jd. São Marcos e dois anos depois, passou a ser uma escola de samba. O novo bairro trouxe uma renovação nos integrantes, que passaram a ser os moradores das redondezas. “Muitas pessoas não participam por desconhecer a existência da escola”, lamenta o presidente. Ele afirma que aceita a participação de pessoas de qualquer bairro, pois “a escola é de todos, e por isso não ostenta o nome de nenhuma vila”.

Situação
A “Unidos do Cativeiro” não tem condições de se profissionalizar. O presidente revela que com a parada do carnaval de rua nos últimos anos, muitos jovens que participavam, acabaram deixando de lado não retornam ao mesmo ritmo de antes. A escola recebe uma ajuda da prefeitura através da Lei de Incentivo às Festas Populares. Mas sobreviver o ano todo sem conseguir apoio para atividades é uma luta diária. Rodrigues lembra que as empresas podem colaborar com a escola sem gastar dinheiro. “A lei prevê que o empresário pode direcionar parte do seu Imposto de Renda para incentivar ações culturais. Estamos esperando a boa vontade deles em nos apoiar”, confirma.

 

.: Método Kumon: postura autodidata nos estudos :.

Descobrir e desenvolver ao máximo as capacidades, possibilitando o prazer nos estudos e a formação autodidata é a principal missão do método de estudo Kumon, criado no Japão pelo professor Toru Kumon presente em mais de 45 países.
“No Kumon, diariamente se formam pessoas autoconfiantes e disciplinadas, capazes de enfrentar desafios, e buscar os sonhos”, explica a orientadora do Kumon Unidade Jardim Magnólia. É aplicado o estudo individualizado, onde o aluno tem um programa específico, sendo respeitados o ritmo, a capacidade atual, e as metas. O sistema é adequado para todas as faixas etárias, pois independe da idade e da série escolar. A duração varia de acordo com o potencial do aprendiz.
O método, segundo ela, visa ainda ultrapassar os conteúdos da série escolar de forma autodidata evoluindo até o Ensino Médio. “Assim que o aluno chega ao Ensino Médio terá maior facilidade, ganhando tempo para fazer outras atividades, ler, viajar e escolher a universidade que deseja seguir”, conta. A idéia é possibilitar condições de criar pessoas capazes de resolver problemas e superar desafios, contribuindo com a comunidade global.

Cursos e material didático

Português, Matemática, Inglês e Japonês podem ser escolhidas de acordo com o interesse e dificuldades dos alunos.
Já o material didático é programado e auto instrutivo, permitindo ao estudante aprender sozinho. O método conta com rotina de aula, onde são seguidos diversos procedimentos de estudos, de que estimulam a aprendizagem. “O aluno também desenvolve determinadas habilidades que serão úteis nos estudos e na vida, como auto-estima, concentração, disciplina e responsabilidade”, conta.

Surgimento do Kumon

O método foi criado no Japão em 1958 por Toru Kumon. Desejando que seu filho desenvolvesse o potencial e conseguisse trilhar o próprio caminho, elaborou um material didático auto instrutivo para que o menino estudasse conforme o ritmo de aprendizagem. Hoje está presente nos cinco continentes, sendo aplicado para 4 milhões de alunos. A unidade do Kumon do Jd. Magnólia fica na rua Dr. Luiz Pereira de Campos Vergueiro, 20. Telefone 3011-2546.


.: Escola do Júlio de Mesquita volta às aulas :.

A Escola Municipal Profº Luiz Almeida Marins, do Júlio de Mesquita, realizou entre 4 e 6 de fevereiro algumas atividades de acolhida e planejamento com os professores da escola. Durante o período os profissionais estudaram as metas já alcançadas no ano passado, as que ainda não foram atingidas e as metas para 2009, com foco nos indicadores do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, elaborando planos de ação, na busca de uma qualidade para todos.
Desde o dia 9 de fevereiro a escola retornou às aulas e recebeu os alunos confiante de estar preparada para oferecer a eles a educação que necessitam para sua formação.
Segundo a direção, a missão da E.M. Profº Luiz Almeida Marins é desenvolver as potencialidades dos alunos em suas atividades de aprendizagem, atendendo e priorizando o trabalho de cada um de seus educadores, coordenando continuamente os esforços de alunos, professores e funcionários. Para eles, existe a necessidade de participação dos pais e da comunidade fazendo parte do dia-a-dia, para que a formação dos alunos seja completa, colaborando com a escola na busca de objetivos comuns.

.: Território Jovem oferece curso de fotografia artística:.

O Território Jovem, no Jd. Ipiranga, vai realizar um curso de fotografia artística a partir do dia 4 de março, todas as quartas e sextas-feiras, das 15h às 17h. O professor será o fotógrafo José Ernesto, conhecido como José Neto. As inscrições estão abertas na sede do TJ, na Av. Elias Maluf, 1080. Mais detalhes pelo telefone: 3221.3081.
Segundo Neto, o curso irá mostrar como funciona o processo de fotografia e como a imagem se forma. Para isso, será abordada a história da fotografia e as evoluções que ocorreram.
Para participar não é preciso ter câmera. Na realidade os alunos irão fazer o seu próprio equipamento. A construção de câmeras fotográficas com latas será a forma de ilustrar como a foto pode ser ferramenta de expressão e criatividade.Estas câmeras primitivas são chamadas de Pinhole.
As fotos serão feitas pelos alunos nestas câmeras rudimentares construídas por eles e posteriormente reveladas no decorrer do curso.
José Neto é publicitário, professor de fotografia da Unip, fotógrafo há mais de 20 anos. Faz trabalhos para empresas, agências e veículos de comunicação. Pesquisa técnicas alternativas e atualmente realiza pesquisa e fotografia e semiótica no programa de mestrado de Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba.

.: Direitos do empregado na rescisão do contrato de trabalho :.

A crise financeira atingiu o mercado de trabalho a nível local e acabou por prejudicar parte da população com um aumento considerável do desemprego no país e, infelizmente, na cidade de Sorocaba que hoje se destaca por ser grande pólo industrial e sede de várias empresas multinacionais.
Com as dificuldades na área econômica e um acúmulo de estoque, as empresas não têm outra opção, senão anunciar a demissão de seus empregados, fato que resulta em grandes preocupações aos funcionários que, logicamente, dependem do emprego para sobrevivência própria e de sua família.
Para tentar aliviar um pouco essas preocupações, seguem algumas orientações a essas pessoas que, de repente, estão no meio dessa situação e, na maioria das vezes, não tem um conhecimento mais aprofundado sobre os direitos trabalhistas em caso de rescisão do contrato de trabalho.
O caso mais comum é a demissão do empregado sem justa causa. E sendo assim, cabe ao trabalhador, repita-se, que foi demitido sem justa causa, assinar a rescisão contratual um dia depois de ter cumprido o aviso prévio, que é de 30 dias. Se o empregado cumpriu o aviso prévio, o dinheiro da rescisão deverá ser pago no próximo dia útil a partir do aviso.
Sendo o aviso prévio indenizado, o pagamento deverá ocorrer em 10 dias contados do comunicado da demissão.
Para os casos em que o trabalhador tem mais de um ano de carteira assinada, a rescisão deverá ser realizada no sindicato da categoria correspondente à função exercida durante o contrato de trabalho. E o prazo para esta providência junto ao sindicato é de 15 dias a contar de seu desligamento da empresa.
Além disso, cabe ao empregado receber o saldo de salário do mês (correspondente aos dias do mês trabalhados), as férias e 13º salário proporcionais e o saque do dinheiro depositado pela empresa no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), acrescido de multa de 40%.
Impossível falar de verbas rescisórias sem chamar a atenção dos trabalhadores quanto à observância de seus direitos quanto ao pagamento de horas extras, adicional noturno e seus reflexos, entre outras.
Por fim, vale salientar que os trabalhadores devem ficar atentos, verificando se a empresa vem cumprindo regularmente com suas obrigações, entre elas, recolher devidamente o INSS e realizar os depósitos do FGTS. Vale lembrar, também, que a Caixa Econômica Federal fornece extrato analítico dos depósitos do FGTS, onde é possível conferir se estes depósitos estão sendo feitos corretamente pela empresa empregadora. Em caso de dúvidas consulte sempre um profissional habilitado.