.: Matérias Julio de Mesquita 13 :.
 
.: Editorial :.

O Júlio de Mesquita é um grande bairro! E sua grandeza não é apenas populacional ou então ligada à diversidade comercial. O adjetivo aqui referido está relacionado às ações voltadas sempre à solidariedade, educação, e integração da comunidade.
Dois projetos que valorizam a comunidade estão sendo realizados: o Clube da Escola e o Bairro Escola. Ambos desenvolvidos pela Prefeitura Municipal procuram levar até as pessoas atividades e oficinas, capazes de proporcionar o crescimento pessoal e ainda possibilitar a geração de renda. Estes programas fazem com que as pessoas se sintam parte integrante da escola. São ações que contribuem para uma Cidade Educadora.
Outro acontecimento que deve ser mencionado é a construção da creche do Jardim Montreal. Mais uma conquista da população que trará benefícios a inúmeras mães e crianças.
Já a duplicação da avenida Santa Cruz, está na etapa final, pois, as obras já alcançam a av. Armando Pannunzio. É importante citá-la mais uma vez, devido aos benefícios que trará, tanto em relação à economia de tempo, quanto à modernidade e progresso. Igualmente, a futura avenida Mário Covas contribuirá para desafogar o trânsito, principalmente, nas proximidades do Colégio Dom Aguirre, na avenida General Osório.
Na área esportiva também é intensa a atuação de times e escolas, tornando a prática de esportes não apenas um meio para se obter qualidade de vida, mas para integrar e sociabilizar as pessoas, inclusive as crianças, de modo a estimular um comportamento adequado.
Nossas páginas, portanto, fazem questão de relatar os acontecimentos do Júlio e bairros adjacentes que caminham rumo ao progresso. E é com satisfação que acompanhamos as ações promovidas por escolas, entidades, órgãos públicos e voluntários, capazes de gerar a auto-estima e a valorização do ser humano, fatores que contribuem para um mundo melhor.

O editor

.: Segundo trecho da av. Santa Cruz é asfaltado :.

As obras de duplicação da avenida Santa Cruz continuam em desenvolvimento. A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Obras e Infra-Estrutura Urbana (Seobe), já executou o asfaltamento da pista entre a avenida Luiz Mendes de Almeida (altura da Vila dos Velhinhos) e a rua José Eduardo Nunes. Ao final das intervenções, o trecho começará na rua Jordina do Amaral e terminará na avenida Armando Pannunzio.
Anteriormente à pavimentação, o local recebeu dispositivos de drenagem, guias e sarjetas. Em parte da extensão, a Seobe já aplicou a última camada de massa asfáltica, prosseguindo os serviços de regularização e reforço da base de solo.
O último trecho dos trabalhos fica entre as ruas Heitor de Azevedo Hummel e Gúscia Rothschield. A revitalização da Santa Cruz inclui sua duplicação em 2.600 metros, da avenida Américo Figueiredo (acesso ao Júlio de Mesquita Filho) à avenida Armando Pannunzio (altura do prédio da Justiça Federal), percurso com ciclovia, iluminação, paisagismo e arborização.

.: Prefeitura prepara segundo trecho da Av. Mário Covas :.

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Obras e Infra-Estrutura Urbana (Seobe), mantém em andamento as obras de implantação da avenida Mário Covas, interligação entre as avenidas Afonso Vergueiro e General Osório. O segundo trecho da pista, a partir da altura do nº. 230 da rua Pército de Souza Queiroz, na Vila Barão, recebeu guia e sarjetas e acontece a regularização de solo, preparatória para a pavimentação.
Os trabalhos realizados, anteriormente, consistiram em ações de drenagem e instalações de tubulações subterrâneas. A Seobe já asfaltou um percurso com cerca de 400 metros da via, na Pército de Souza Queiroz (a partir da EM “Prof. Edemir Digampetri”).
A avenida terá extensão de 2.200 metros a partir do cruzamento entre a Afonso Vergueiro e a rua Humberto de Campos, seguirá pelo Jardim Zulmira e a Vila Barão, até terminar no prolongamento da General Osório (após o trevo de acesso à Vila Helena).
O canteiro central em todo percurso terá ciclovia, com sinalização por pintura de solo e placas, sistema de iluminação, paisagismo e arborização.

.: Prefeitura realiza obras na UPH Zona Oeste :.

O prefeito Vitor Lippi visitou, no dia 18 de setembro, as obras de construção da Unidade Pré-Hospitalar da Zona Oeste (UPH), na altura do nº 1.600 da avenida General Carneiro, realizadas desde agosto. Atualmente a Secretaria de Obras e Infra-Estrutura Urbana (Seobe) desenvolve intervenções estruturais do prédio, preparatórias para o levantamento da primeira laje ainda neste mês. Até o segundo semestre de 2008, a unidade terá capacidade para realizar cerca de 35 mil atendimentos por mês, durante 24 horas.
Com 2.500 metros quadrados de área construída, dividida em andar térreo e subsolo, a UPH realizará atendimentos de urgência e emergência para adultos e crianças, além de manter especialistas nas áreas de clínica geral, pediatria, ginecologia e ortopedia, além de ser o primeiro da cidade a contar com área de tratamento odontológico. Sua estrutura ainda conta com laboratório, sala de exames radiológicos, inalação, enfermagem, sutura, curativos e medicação endovenosa, quatro leitos semi-intensivo, sala de acolhimento, fraldário e base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Satisfeito com o andamento das obras, o prefeito Vitor Lippi destacou a UPH da Zona Oeste como uma das mais bem equipadas do Estado de São Paulo, em uma região com mais de 150 mil habitantes. “Esta unidade, em conjunto com a UPH da Zona Norte, completará a rede de atendimentos de urgência e emergência da cidade, além de disponibilizar uma equipe médica de especialistas completa, beneficiando toda a Zona Oeste”, destacou.

.: Clube da Escola na E.M. Luiz Almeida Marins :.

Oficinas e atrações artísticas podem ser conferidas durante os finais de semana, na E.M. Luiz Almeida Marins dentro do Programa Clube da Escola desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria da Educação. Inspirado no Programa Escola da Família, do governo do Estado de São Paulo, o Clube da Escola visa proporcionar a integração das famílias nas dependências escolares, através de atividades culturais, esportivas e de qualificação profissional.
A abertura do programa na escola aconteceu no dia 15 de setembro, com a realização de uma oficina de massagem relaxante e a apresentação da Fanfarra Luiz Almeida Marins. Já no domingo, dia 16, o Clube prosseguiu com a oficina de massagem, só que desta vez aplicada em conjunto para os participantes, e apresentação do Teatro “A Menina Flor e o Luar Mágico”. Para o diretor da escola Ari Paulino, o programa permitirá uma proveitosa integração entre a unidade de ensino e a comunidade.

Programação

As próximas atividades do Clube da Escola serão realizadas nos dias 06 e 07 de outubro. Conforme a assistente de direção da unidade de ensino Adriana Maria Lopes Alves, para participar das oficinas é necessário fazer a inscrição, já que as vagas são limitadas. “O cronograma das atividades é divulgado com cinco dias de antecedência, através de folders e cartazes na própria escola e no bairro”, informa. As inscrições podem ser feitas às segundas-feiras no horário das 8 às 17 hs na escola (Av. Américo Figueiredo, 3.500). As demais atividades não exigem inscrições.

Oficinas

Também estão previstas outras oficinas de geração de renda, como, velas, caixas recicladas, pintura em tecido e em madeira, crochê, confecção de bijuterias, tapeçaria, trufas e bombons, preparação de pizza e de salgados, enfeites em chinelos, flor em tecido, fuxico, e aulas de dança de salão. Já as tardes de domingo serão reservadas às atrações culturais, entre elas apresentação de balé (sapateado, jazz e street dance), teatro, e show de talentos da comunidade. As atividades são realizadas por universitários, estagiários, profissionais, voluntários e integrantes de instituições parceiras da Prefeitura de Sorocaba, como a Universidade de Sorocaba (Uniso).
O programa acontece no horário das 9h às 17h, aos sábados e domingos, e mesmo quem não tem filhos matriculados na unidade pode participar das atividades. O Clube da Escola funciona em mais oito unidades da rede municipal, beneficiando um total de 30 mil pessoas. Na Zona Oeste o programa também está sendo desenvolvido na EM Oswaldo Duarte (Jd. Wanel Ville II).

.: Lojistas do Júlio promoverão festa para crianças :.

Para animar a criançada, quatro lojistas do Júlio de Mesquita irão realizar, no dia 11 de outubro, um evento comemorativo ao Dia da Criança (12 de outubro).
A festa, que será promovida na av. Américo Figueiredo em frente às lojas participantes, no horário das 9 às 18 hs, contará com balão pula-pula, cama elástica, piscina de bolinha e touro inflável, além da distribuição de pipoca e algodão doce. Também foram contratados cinco monitores para supervisionar a garotada durante o evento, que terá entrada gratuita.
Segundo o proprietário da loja SNS Modas e Presentes, Antônio de Oliveira, a estimativa é receber aproximadamente 1.500 participantes. Podem participar da festa crianças de 2 a 9 anos, sendo que os ingressos gratuitos devem ser retirados no dia da festa em uma das lojas participantes: SNS Modas e Presentes (Av. Américo Figueiredo, 3.956), Locadora Cine Café (Av. Américo Figueiredo, 3.952), Hyromi Art’s e Bazar (Av. Américo Figueiredo, 3.958) e Perfumaria Júlio de Mesquita (Av. Américo Figueiredo, 3.960).

.: Antigão Auto Peças reúne itens de carros antigos :.

Peças e acessórios de autos antigos, itens difíceis de serem encontrados e muito almejados pelos colecionadores, podem ser adquiridos em uma loja situada no Jardim Capitão: a Antigão Auto Peças. Como o próprio nome diz, o local reúne as mais variadas peças de veículos que marcaram época, como Gordinis, Mavericks, Dodges, Variantes, TL’s, Fuscas, entre outros. “Encontrar uma raridade é algo muito gratificante para um colecionador, pois, hoje em dia a dificuldade para se conseguir peças é muito grande, exigindo tempo e paciência”, comenta o proprietário da loja Raphael Costa Antunes Serra. As peças variam desde câmbios, suspensão, e amortecedores até vidros e lataria, todas recuperadas de modo a serem comercializadas sempre em bom estado. Ele ainda conta que está entrando em contato com fornecedores de todo o país, a fim de encontrar peças que, mesmo sendo de veículos que já saíram de linha, ainda são fabricadas.
Os itens mais procurados, segundo ele, são os pertencentes aos Fuscas anos 60 a 70, como por exemplo, volantes, maçanetas, porta-luvas, e bolas de câmbio, todos na cor branca. Além desses, um acessório que tem atraído muitos colecionadores à loja são os emblemas que trazem a marca, modelo, ou ainda o ano do veículo. “A procura por esses itens é muito grande, já que confere a originalidade ao auto,” acrescenta.
Já a peça mais antiga que pode ser encontrada na loja é uma carcaça de motor 1200 recondicionado (inclusive com nº e nota fiscal), dois cabeçotes 1200 recondicionados, (ambos de Fusca - anterior a 1965) e uma grade em alumínio do Corcel I, ano 1972.
Enfim, a loja dispõe de muitos itens capazes de transmitir a nostalgia de uma época e aguçar o fascínio daqueles que sustentam o “hobby” ou ainda mantêm um auto antigo, por estar conservadas em seu interior muitas lembranças de vida.

Peças e motores com procedência

Outra vantagem oferecida pela loja é a nota fiscal de procedência e garantia dos motores e peças. Todo o trabalho da Antigão, segundo o proprietário, é feito de acordo com a Resolução do CONTRAN199/2006 e Portaria do DETRAN 716 de 8/3/2007.
Quanto à procedência, Raphael adquire os veículos em leilões promovidos pelas Ciretrans no interior e na capital, comprando, geralmente, uma média de 3 a 4 veículos por mês.
A loja também comercializa peças novas, usadas e recondicionadas de veículos modernos e ainda compra carros batidos. “Quem tem um carro velho na garagem ou no sítio ocupando espaço é só trazer até a Antigão”, diz.
A loja fica na rua Dr. Luiz Mendes de Almeida, 2.350 (ao lado do Ceagesp), Jardim Capitão. Telefones 3221-0460/ 3221- 0640.

.: Campeonato da Escola da Família da E.E. Rafael Orsi :.

Um campeonato beneficente de futebol de salão está sendo promovido pelo Programa Escola da Família da E.E. Rafael Orsi, desde o mês de agosto. Vinte times, formados por jogadores com idades entre 11 e 13 anos, disputam o torneio que acontece nos finais de semana no horário das 9:30 ás 17hs na quadra da escola. Já o jogo final está marcado para o dia 14 de outubro, sendo que o time vencedor terá direito a troféu e medalhas.
Cada time, de acordo com a educadora da Escola da Família, Cristina Cerqueira, contribuiu com 15 quilos de alimentos utilizados para a montagem de cestas básicas que serão sorteadas às famílias do Júlio de Mesquita e bairros adjacentes, freqüentadoras do programa.
A distribuição das cestas ocorrerá no mesmo dia da final do campeonato, juntamente com uma festa em comemoração ao Dia das Crianças, promovida das 13 às 17hs, pela Escola da Família. O evento contará com recreação infantil, doces e bolos. O campeonato é coordenado pelo treinador Hilvando dos Santos Veiga.

.: J.M.F. Futsal participa de campeonatos :.

O Centro de Treinamento J.M.F. Futsal Júnior, do Júlio de Mesquita, garantiu classificação na semi-final de diversos campeonatos juvenis de futebol de salão de Sorocaba.
No Campeonato Revelação, promovido pela A.D.P.M. (Associação Desportiva da Polícia Militar), estão participando as categorias sub 13, (formada por meninos com idades de 12 a 13 anos), e sub 9 ( meninos com 8 a 9 anos). Até o momento, as categorias já disputaram cerca de 26 jogos que ocorreram em diversas quadras e ginásios da cidade. Segundo o coordenador da escola, Irandir Marcondes, conhecido como Wando, o campeonato, iniciado em abril, proporcionará aos meninos que se destacarem uma chance de ascensão, já que o time da A.D.P. M. tem uma parceria com o Esporte Clube São Caetano. A final do Revelação está prevista para o mês de outubro.
Iniciada em setembro, a Copa J.R. Estamparia também está sendo disputada pela escola através das categorias sub 13 e sub 11 (10 e 11 anos). A escola também está classificada para a semi-final, do Campeonato DC Vilares, iniciado em julho e com término previsto para o dia 10 de outubro. Nesse torneio participam as categorias sub 9 e sub 11.
Já no Cruzeirinho o J.M.F. está participando com quatro equipes: sub 9, 11, 13 e 15 (14 a 15 anos). O torneio teve início em agosto estando, atualmente na 4ª fase. A final está prevista para o mês de novembro.

A escola

Fundado no ano de 2000, o Centro de Treinamento tem hoje cerca de 70 alunos com idades entre 6 a 15 anos. Conforme Wando, a escola, além de ensinar e desenvolver as técnicas esportivas, tem o propósito de estimular um comportamento adequado, principalmente, em relação ao aproveitamento escolar. “Antes de formar um atleta é necessário construir um cidadão exemplar”, destaca. Os treinos acontecem as terças e quintas nos horários das 8 às 11hs e das 14 às 16:30hs.
Os interessados em conhecer a escola ou efetuar matrícula podem entrar em contato pelos telefones 3222-4956/ 9131-2914. O Centro fica na rua Abner Pacheco , 260, Jardim Excelsior.

.: CIS do Júlio de Mesquita oferece cursos profissionalizantes :.

Cursos de marcenaria, pintura em madeira e elétrica residencial estão sendo promovidos no CIS (Centro de Integração Social) do Júlio de Mesquita, pela Secretaria da Cidadania (Secid), dentro do Projeto Educarte Comunidade e Cidadania.
Cada curso tem uma duração aproximada de 2 meses oferecendo cerca de 15 vagas. As turmas de marcenaria e elétrica tiveram início em agosto e a de pintura em setembro.
Os interessados (acima de 14 anos) podem comparecer ao CIS (R. Francisco Ruiz Miranda, 101, Júlio de Mesquita) para se cadastrar na lista de espera. Maiores informações pelo telefone 3222-1093

.: Menino lê e memoriza mesmo sem ter sido alfabetizado:.

Desde os dois anos e meio, Matheus de Moraes Gomes lê e memoriza palavras com muita facilidade, mesmo sem ter sido alfabetizado. Ao contrário das outras crianças, o garoto prodígio, que completou no dia 26 de setembro quatro anos, tem uma rotina diferente: de manhã uma de suas primeiras atividades é ler as principais notícias nos jornais, inclusive os resultados dos jogos de futebol. “Se o Matheus acorda e eu ainda não tiver comprado o jornal, ele já cobra, lembrando que tenho que ir à banca”, conta o pai José Lázaro Gomes. A leitura de livros e inclusive do mapa mundi também fazem parte do cotidiano de Matheus. Já à noite, ele acompanha os programas de televisão, como os eventos esportivos, principalmente, os jogos de futebol. A facilidade de memorização do garoto é tão grande que, mesmo algumas semanas depois, ele ainda lembra os times e resultados dos campeonatos.
Quando vai a locais públicos, Matheus surpreende a todos, já que começa a ler em voz alta placas, outdoors, fachadas, enfim tudo o que estiver ao seu redor. O pai conta que nos terminais de ônibus, Matheus chama a atenção de todos, lendo a denominação de ônibus e plataformas. Igualmente, nos supermercados, preços e marcas de produtos são identificados pela criança causando admiração e encanto em muitas pessoas.

O início

A primeira vez que o menino surpreendeu a todos, foi quando Lázaro estava consultando o mapa de Sorocaba. “Ele começou a soletrar o alfabeto e uns dias depois passou a ler tudo o que via pela frente e a memorizar os resultados dos jogos da Copa do Mundo”, lembra.
Lázaro conta que segundo avaliações de uma psicóloga, Matheus apresenta características de uma criança superdotada, não devendo, portanto, ser pressionado pelos familiares, pois, muita expectativa poderia gerar dificuldades em seu desenvolvimento. “Não fico exigindo que ele leia ou aprenda a escrever, apenas deixo os livros no seu alcance”, diz.
Residentes no Conjunto Ipatinga do Wanel Ville, a preocupação de Lázaro e da mãe Janete Alves de Morais, é conseguir uma escola para o menino. “Venho tentando, mas não consegui nem mesmo no sorteio da creche”, conta acrescentando que uma de suas esperanças é conseguir uma bolsa de estudos.

.: Prefeitura inicia obras do terminal de passageiros :.

As obras de construção do terminal de transferência de passageiros do Jardim Ipiranga foram iniciadas na última semana de agosto pela Prefeitura de Sorocaba. A empreiteira está realizando a terraplanagem do local.
Inicialmente, a área de cobertura das estruturas metálicas da área de transferência do Jardim Ipiranga terá cerca de 300 metros quadrados em uma área total de aproximadamente 5.000 metros quadrados. Já a inauguração está prevista para o primeiro bimestre de 2008.
Segundo informações da Assessoria de Comunicação da Urbes – Trânsito e Transportes, a área não será um mini-terminal e sim um espaço público aberto, diferentemente dos dois terminais urbanos.
Dotadas de conceito moderno estarão adequadas ao sistema de bilhetagem eletrônica e acessibilidade universal. Configuraram-se em importante instrumento regulador do transporte coletivo em determinadas regiões da cidade, possibilitando a integração temporal dos usuários portadores do cartão eletrônico. Com a construção desses espaços, o usuário poderá desembarcar de uma linha e embarcar em outra, complementando sua viagem, sem o pagamento de uma nova tarifa. No futuro, nesses locais também haverá linhas com destinos aos bairros próximos e linhas que interligarão as outras áreas de transferência sem a necessidade de se passar pelo centro da cidade. Além dessa área, estão previstas  construções semelhantes nos bairros Brigadeiro Tobias, Éden e avenidas Ipanema e Itavuvu.

.: Associação Atlética Foto J.J. no Campeonato Citadino :.

A Associação Atlética Foto J.J., do Júlio de Mesquita, está classificada para a segunda fase do Campeonato Citadino promovido pela Liga de Futebol de Salão de Sorocaba, desde o dia 20 de agosto.
Dois jogos já foram disputados pela categoria principal formada por 14 jogadores com idades entre 18 a 24 anos. A primeira partida aconteceu no dia 06 de setembro, no Jardim Simus, contra o Esporte Clube Ponte Preta, sendo 5 x 2 para a Associação. Um segundo jogo foi realizado no dia 14 de setembro, em Votorantim, sendo o resultado de 4 x 1 para a Associação Atlética de Votorantim.
Segundo o presidente do time José Alberto da Silva, a associação treina constantemente na quadra do bairro, visando obter a primeira classificação do torneio, que se encerrará no final do ano.

.: Paróquia Sta. Maria Madalena promove show :.

A Paróquia Santa Maria Madalena, do Ouro Fino, irá promover no dia 24 de novembro, a partir das 19 hs, o Evangelizashow com a banda Anjos de Resgate.
O evento, realizado em prol do término da construção da igreja, será aberto pela Banda Sangria. No local também haverá barracas de comes e bebes e livraria.
O show acontecerá na Paróquia que fica na rua José Stilitano, 622, Ouro Fino.
Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente por R$ 12,00 (não haverá venda no local) na Livraria Padre Pio (antiga Livraria Cantate Dominum), R. Dr. Barguinha, 380; Secretaria da Paróquia Santa Maria Madalena, telefone 3217-1666 e com os coordenadores da comunidade da Paróquia nos respectivos telefones: Marlene SCJ: 3321-5177, Nelson SE: 3222-4929, João DES: 3217-1556, José Luiz SMM: 3321-3043, Terezinha NSF: 3222-9971, Mirtes (coord. de eventos): 2104-0147, João Tiago SMM: 9108-2416.
Maiores informações na Secretaria da igreja ou pelos telefones 3217-1666 ou 2104-0147 (coord. do evento).

Aulas de Dança de Salão

Todas as quintas-feiras no Salão Comunitário (R: Alexandre Caldini, 322, Ouro Fino), no horário das 20 às 22 hs, acontecem as aulas de Dança de Salão Beneficente.
As mensalidades são de R$ 20,00, sendo a renda revertida em prol do término da construção da igreja. Os interessados em participar podem entrar em contato pelos telefones 3217-1666 e 2104-0147.

.: Projeto Bairro Escola desenvolverá atividades com a comunidade :.

Com o intuito de transformar os espaços comunitários em ambientes de aprendizagem, ampliando os limites das salas de aula, o Projeto Bairro Escola, irá promover oficina de música, atividades esportivas e artesanato em diversos bairros da Zona Oeste. Em parceria com a Unicamp e Ong Aprendiz, a Prefeitura de Sorocaba capacitou 160 educadores comunitários (funcionários municipais, principalmente, das áreas da saúde e educação) para que o projeto seja realizado em parcerias com escolas, e demais organizações sociais. “Através de atividades recreativas, educativas e esportivas que complementam a educação escolar o Bairro Escola pretende desenvolver os potenciais e a integração da comunidade,”, explica a Dr.Sílvia Cid Peres Diegues, educadora comunitária e profissional de saúde do C.S. do Júlio de Mesquita.
Corais de Canto para crianças, jovens e adultos vão ser desenvolvidos pela Oficina Notas Sem Pauta sob a regência do maestro Fernando Rabelo. Serão formados o coral infanto-juvenil (para crianças e jovens de até 15 anos), e o coral adulto (para pessoas com idades a partir de 15 anos). Este último oferecerá 30 vagas para o público feminino e 30 para o masculino, sendo as atividades dos corais desenvolvidas na E. M. Luiz Almeida Marins, Júlio de Mesquita. “A oficina visa inserir a comunidade no universo da música, enriquecendo culturas e valores,”comenta a prof. Silvana S. Lenoir, educadora da oficina. Já os esportes e artesanato vão acontecer na E.M. Maria de Lourdes Martinez, Jardim Santa Bárbara, e uma oficina de reciclagem na E.M. Irineu Lester, Jardim Ipiranga. O início das atividades está previsto para este ano.

O projeto

Durante a capacitação, iniciada em maio, os educadores comunitários, foram divididos em grupos para atuar em bairros específicos. Segundo Sílvia, foram realizadas pesquisas visando descobrir as atividades de maior interesse da comunidade. “Como o projeto tem por finalidade atender o interesse da comunidade, foi necessário descobrir as preferências de cada bairro”, conta lembrando que as atividades são abertas a todas as pessoas, independentemente da faixa etária.
Na Zona Oeste o projeto ocorrerá nos bairros Júlio de Mesquita, Wanel Ville, Jardins Montreal, Ipiranga, Santa Bárbara, entre outros.
O Bairro Escola, criado pela Ong Aprendiz, surgiu em 1997 a partir de um projeto experimental realizado pelo jornalista Gilberto Dimenstein no Colégio Bandeirantes. Rapidamente a iniciativa ganhou as ruas e passou a nutrir o sonho de revolucionar a educação, transformando o Bairro da Vila Madalena (São Paulo) em uma grande escola a céu aberto.

.: Prefeitura inicia construção de creche no Jd. Montreal :.

A comunidade do Jardim Montreal poderá contar com uma nova creche para suas crianças. As obras serão iniciadas no mês de outubro, sendo que a unidade terá capacidade para prestar atendimento a185 crianças de quatro meses a três anos de idade.
A escola, localizada na confluência entre as ruas José Leite do Canto e José Brandão, será construída em uma área de 9 mil metros quadrados e contará com oito salas de aula, além de dependências destinadas à diretoria, sala de professores, refeitório, área social, entre outras de infra-estrutura.
Vale lembrar ainda que a creche terá amplo espaço para atividades lúdicas, playground, tanque de areia, sala de multimeios e palco para apresentações.

.: Os filhos necessitam de disciplina e limites :.

Que chato dizer “não” para o meu filho. Certamente, você já deve ter seguido essa linha de raciocínio pelo menos uma vez na vida. Mas saiba que esse “não”, futuramente, pode ser uma tacada certeira para o decorrer da relação pai e filho. O problema mora justamente aí. Muitos pais acham que dizer sim ou aceitar tudo que as crianças pedem irá compensar a ausência enquanto trabalham fora. Ou simplesmente porque dizer sim é mais fácil, pois, estão cansados para escutar as reclamações e choradeiras dos pequenos.
Aceitar tudo o que o querido de casa determina é a porta de entrada para uma má educação por parte dos pais. Quem alerta é a pedagoga Varuna Viotti. “Na preocupação de não frustrar as crianças, de satisfazerem todos os seus desejos, os pais vão perdendo o domínio da disciplina familiar, que é o respeito básico para que a criança e mais tarde o adolescente e o jovem aceitem regras e normas na escola e na vida”, diz a profissional.
O reflexo disso é visto não tão somente dentro de casa, mas o falso autoritarismo da criança é transportado para o mundo externo, ou seja, à escola e também nas relações com outras crianças. É cada vez maior o número de queixas de professores em relação à indisciplina e à falta de limites de crianças, fruto de uma educação refém das normas e determinações do filho.
O novo dono da casa
Com apenas três anos de idade já é possível detectar traços de dominação no ambiente familiar. Na base do condicionamento, ela vai se acostumando a executar determinadas ações que nem sempre são aconselháveis para uma boa formação educacional. E isso é ruim para a criança, pois, sem saber, terá enorme dificuldade de convivência com os demais. Inicialmente, pelos pais permitirem tudo, a criança tende a não se sentir amada. Excesso de tolerância pode significar indiferença e falta de amor.
Conseqüentemente, esse ambiente centralizador gera insegurança e até mesmo agressividade no comportamento infantil. Já em um ambiente estranho, a criança terá grandes dificuldades para agir, pois, não será a “dona do pedaço”, fazendo com que a insegurança e a agressividade se transformem em autodefesa.
Disciplinar faz parte do processo de amor
“Disciplinar os filhos faz parte do processo de amor dos pais e mesmo que a princípio eles reajam e não aceitem prontamente a disciplina, certamente no futuro irão reconhecer que foi esta disciplina que sedimentou tudo o que conseguem na vida”, informa Varuna Viotti. Os pais devem ser bons exemplos. Cortar passeios ou outras atividades, caso a criança volte a apresentar um comportamento inadequado, pode ser uma boa maneira de coibir os abusos.
Não há como cuidar dos filhos “sob uma redoma” onde tudo é permitido. A sociedade vai cobrar limites e nem tudo que a criança quiser vai conseguir, assim sendo por toda a vida. Estabelecer limites e disciplina requer paciência e firmeza. Criança que cresce achando que tudo pode e que só terá coisas boas na vida terá mais propensão a ser seduzido por outros fatores, que funcionam como “iscas” para fugir da realidade que encontrará, entre os quais a bebida e as drogas.

http://guiadobebe.uol.com.br