.: Matérias Central Parque 19 :.
 
.: Editorial :.

 

Esta edição do Bairro em Foco – Central Parque e Cia. traz para o leitor informações direcionadas para os moradores da região e também matérias de interesse geral.
O destaque vai para a entrevista exclusiva com o Prof. Dr. João José de Oliveira Negrão, especialista em economia que falou sobre os reais efeitos da tão falada crise financeira mundial e sua influência de fato em nosso dia-a-dia. A entrevista completa pode ser lida no nosso site: www.jornalbairroemfoco.com.br.
Sobre o crescimento de alternativas de mercado na Zona Oeste, falamos sobre a loja “Brito Modas”, inaugurada há alguns meses no Central Parque, e que oferece uma opção de atendimento inovadora via internet. Outro assunto a ser destacado, é a história de amor à profissão do mecânico Baiano, hoje morador do Jd. São Marcos, que há 70 anos se dedica a consertar carros.
As melhores formas de manter um bom relacionamento com o seu cão também têm espaço no jornal. O artigo foi escrito pelo propietário da Poncidog, Adestramento Inteligente. Importante ressaltar também as valiosas dicas do engenheiro Valério Spartaco para quem está pensando em construir.
A Comunidade de São Marcos vai realizar um tríduo em homenagem ao santo padroeiro. Vão acontecer missas e também quermesse. Já no Itanguá II, o Núcleo Espírita de Evangelização Ismael oferece um Curso Básico de Espiritismo, para aqueles que desejam conhecer melhor a doutrina.
Importante também salientar a matéria sobre o trabalho do grupo Ginástica Geração Saúde, que vem oferecendo aulas na sede do Cidadania Reviver. Mitiê Kawamoto, presidente desta instituição, por sua vez, participou do II Congresso Nacional da Melhor Idade em Brasília, ao lado do presidente da república.
Aqueles que não encontram solução para algumas enfermidades podem consultar os benefícios do tratamento através da acupuntura. E para os que estão pensando em abrir um negócio e querem informações sobre o assunto, as unidades do Sabe Tudo (incluindo as existentes em nossa região) oferecem um curso chamado de “Minha Empresa”.
Esperamos mais uma vez atender aos anseios dos nossos leitores, oferecendo boas notícias e entretenimento. A todos, boa leitura!

Jota Abreu

 

.: “Quem pensa em ampliar o seu negócio, faça!” :.

O Doutor em Ciências Sociais João José de Oliveira Negrão
concede entrevista exclusiva para o Bairro em Foco
falando sobre a tão comentada crise econômica mundial,
e como ela reflete no dia-a-dia.
O entrevistado também é jornalista, professor da Uniso,
assessor político, além de ser autor de dois livros. Acompanhe:

Bairro em Foco - Se os problemas financeiros americanos parecem encaminhados para uma solução positiva, haja visto a eficiência dos planos do presidente Barack Obama, por que ainda se fala tanto em crise?
João Negrão – Porque é muito grave. Comparável, ou talvez maior que a de 1929. Ela tem abalado os fundamentos que a dinâmica econômica pregou nos últimos 30 anos, quando no mundo inteiro o estado era tido como incompetente e incapaz. No entanto, na crise, todo mundo se voltou para o estado. Na prática, o que o Obama e a Inglaterra estão fazendo é estatizar o sistema financeiro.
Houve uma bolha tão grande no capitalismo neo-liberal que o sistema financeiro ficou deformado. Ele passou a ser mais importante do que o segmento produtivo. Só que dinheiro não produz nada. Quem produz é o dinheiro investido.
Nos EUA, havia uma boa capitalização e eles começaram a emprestar de qualquer maneira. A tal “subprime”, é um empréstimo de baixa garantia. Muita gente que já tinha uma ou duas casas, adquiriu um financiamento sem muitos critérios e começou a não pagar. Como havia uma cadeia, na qual financeiras pequenas se agarravam em outras maiores, 1 dólar emprestado chegou a se tornar 44 dólares. E isso é cassino, porque dinheiro não é produto com sustentação.

BEF - Entre uma marolinha e uma tempestade, qual é o real efeito da crise financeira mundial para o Brasil?
JN - Os países mais adeptos ao neo-liberalismo são os que mais vão sofrer. A Argentina, por exemplo, não tem nenhum banco estatal. O Brasil está encarando bem a crise, porque embora no governo FHC o pensamento neo-liberal fosse forte, ele não tomou conta da economia. Nós ainda temos Banco do Brasil, Nossa Caixa e uma série de bancos estatais que estavam capitalizados e puderam continuar cedendo crédito para o sistema produtivo.
Temos hoje uma economia integrada. Poucos países têm um sistema econômico autárquico. Estamos sofrendo os efeitos da crise nos setores que tem como foco a exportação. De maneira geral, quem foca o mercado interno não está sofrendo. Tudo isso por medidas do governo que implicaram na reversão do processo de privatização que vinha acontecendo. Não que a economia necessite ser totalmente estatizada. Porém, ter o estado democraticamente articulado como indutor é um elemento fundamental, pois o mercado por si só não é capaz de se regular e de organizar a sociedade produtiva. Essa crise é no fundo culpa do fundamentalismo mercadista.

BEF - Até que ponto as demissões são efeitos da crise? Você acha que a mídia pode ter exagerado na pedagogia do medo e contribuído para as atitudes do mercado?
JN – Aí tem um emaranhado de coisas. Inclusive o oportunismo do capital. Na sociedade contemporânea grupos de frações sociais querem melhorar sua posição relativa. Quando a economia está crescendo é melhor para os sindicatos e trabalhadores, pois se encontra melhores condições de negociação.
Parte destas demissões é de quem está com foco no mercado externo. Contudo, existem segmentos que estão aproveitando para reduzir a massa salarial e aumentar a margem de lucro. O empresário demite e depois contrata com salário menor.

BEF - Em termos de Sorocaba, o que você acha?
JN - Pelo fato de termos uma indústria de ponta, forte nas exportações, o efeito é significativo. A prefeitura poderia tomar algumas medidas sociais com desdobramento econômico, como por exemplo, os desempregados conjunturais poderiam ter seis meses ou um ano para pagar IPTU, água e luz. Assim a pessoa pode permanecer consumindo alguma coisa. Claro que de forma controlada. Porque políticas sociais são políticas econômicas. Se o sujeito não conseguia comprar iogurte para o filho, e passa a comprar, começa a girar a roda da economia. Ela vai crescer quando for bem distribuída e mais gente participar. Aquela máxima do governo militar: “vamos fazer o bolo crescer para depois dividir”, não está correta. O bolo cresce quando está sendo dividido. Ficou comprovado na história de muitos países. Quanto melhor for a distribuição, maior vai ser a tendência de que a economia entre num círculo virtuoso.

BEF – O Bairro em Foco acompanha o crescimento e a mudança de perfil de comércios de bairro, até onde este comércio será afetado?
JN – Minha esposa trabalha numa escola que, em vez de oferecer o material escolar, cede um determinado valor para que a própria criança compre em papelarias cadastradas do bairro. Tudo com apresentação de nota fiscal. Isso aquece o mercado local.
O pequeno comércio foi o que mais melhorou a capacidade de consumo. A pessoa muitas vezes não tem carro e então compra onde consegue ir a pé. Moro no Jd. Simus e só compro no açougue perto de casa. O grande supermercado vende com preço mais baixo, mas a carne que eu compro no bairro, não precisa limpar. Além de ter atendimento personalizado. Eu telefono para lá e em uma hora o meu produto está empacotado, pronto para chegar em casa e ir para o freezer.
Esses empresários às vezes são desprezados. Mas quando se analisa a massa de emprego e de renda gerada, essas empresas são parte do amortecimento que o Brasil tem com relação à crise. O incentivo à pequena empresa é melhor para todo mundo.

BEF - Alguma última mensagem para os nossos leitores?
JN - É preciso ter cuidado com o chamado “Espírito de Manada”. Tudo vai muito bem, e de uma hora para outra vai tudo muito mal? Não! Vamos ter clareza do momento. Alguns segmentos estão com dificuldades. Entretanto, no conjunto, a economia continua em ritmo acelerado. Talvez menos do que estava. Mas, não entramos em recessão e provavelmente não vamos entrar. Os indícios mostram que a partir do meio do ano, retomamos uma subida na economia.
O pânico é o pior conselheiro e não há razões concretas para ele. Não podemos medir a economia só pela Bolsa de Valores, porque aquilo é apenas um sintoma. Precisamos medir pelo concreto e não pela especulação, como se faz na bolsa. Se todos acreditarem que vai cair, é uma profecia que se realiza. E isso tudo é um pouco culpa da mídia. Por isso precisamos nos guiar pelo concreto que é a produtividade, hoje praticamente a mesma do ano passado. É uma fase de crescimento menor e não de decréscimo.
Não vamos ter uma crise de desemprego ou desabastecimento. Então para quem está pensando em investir, em ampliar o seu projeto, o seu negócio, faça!

Confira mais desta entrevista no site: www.jornalbairroemfoco.com.br.

 

.: Com 70 anos de profissão, Baiano acompanhou o avanço da tecnologia em carros :.

Quais eram os carros que circulavam em 1939? Quantas pessoas possuíam carro naquela época? Como funcionava a mecânica dos automóveis produzidos? Essas são perguntas complicadas para se responder assim de “bate-pronto”. No entanto, um ilustre morador do Jd. São Marcos pode executar essa difícil tarefa. Afinal de contas, o sr. Ezequiel Sampaio, mais conhecido como Baiano, trabalha como mecânico de automóveis há exatos 70 anos! E não conhece nenhum profissional mais velho.
“A música que mais me agrada é o ronco de um motor”. É com essa frase que Baiano descreve sua vida cuidando de carros. Nasceu em Santo Amaro/SP, segundo ele, numa época em que lá se criava vaca. Com 5 anos veio morar em Sorocaba e aos 7, no mesmo dia em que pela primeira vez entrou na escola, também iniciou sua jornada como mecânico. Naquela época, antigos Ford, DeSoto e Dodge eram as marcas que dominavam o cenário automobilístico. Tudo importado. Ainda criança, Baiano era ajudante na oficina da Companhia Mencacci, uma agência da GM. Seu pai (esse sim, baiano de nascimento) era frentista no posto da mesma empresa, enquanto o filho auxiliava os mecânicos. “Eu sou de uma época em que acabou a gasolina por causa da guerra, e os carros eram movidos a carvão”, relembra.
Com 21 anos, quando se casou, Baiano se tornou chefe do Setor de Montagem de Ajuste de Motor. Foi nessa época que ele adquiriu o seu primeiro carro, um Ford 1929. “Eu amo ser mecânico”. E é por esse amor, que mesmo sem ter completado os estudos chegou ser chefe de retífica e professor de mecânica, quando formou mais de 500 alunos. “Eu fui o proprietário de um dos maiores Centro Automotivos de Sorocaba, a Auto Mecânica Brasília”, fala orgulhoso. A empresa, inaugurada em 1956, ficava nas proximidades da avenida General Carneiro e ficou aberta até a primeira metade dos anos 80. Lá eram oferecidos serviços de mecânica, elétrica, funilaria e pintura. Foi com essa vida de paixão pelos carros que o sr. Ezequiel criou suas duas filhas. Além disso, contou sempre com o apoio incansável da esposa.
Hoje, com 77 anos, Baiano continua na ativa com uma oficina no Jd. São Marcos, onde trabalha ao lado de um funcionário que o acompanha desde a Auto Mecância Brasília: José Bicalho. “Eu não consigo pensar em parar e ficar sem nada para fazer em casa. Em 70 anos, me lembro de ter apenas duas férias”, revela Baiano. Ele conta que sua maior diversão é ter uns três carburadores para arrumar. A suas filhas insistem para que o pai se aposente, mas ele ainda quer trabalhar mais dois anos. “Estou sempre pensando no amanhã. Eu melhoro a cada dia. Mecânica é minha vida. Mais que trabalho, é um prazer”, completa.
Serviço: A Mecânica do Baiano fica na rua Mário Soave, 750, no Jd. São Marcos. O telefone é: 3202.4936.

.: Tríduo na Comunidade de São Marcos :.

Programação da Festa do Padroeiro:

23/04 – Missa às 19h30min. Após a missa: Barraca com churrasquinho - ao lado da Igreja.

24/04 – Missa às 19h30min. Após a missa: Barraca com bolinho de frango - ao lado da Igreja.

25/04 – Missa às 19h. Após a missa: Quermesse com som ao vivo, com a dupla Odair e Ediel - no salão comunitário: Rua Clara Goldman,120. Patrocínio: Rádio Majestade.

A Comunidade São Marcos fica na rua Trajano Athayde, 142, Jd. São Marcos.

.: Seja feliz com o seu melhor amigo :.

Ninguém se esquece do primeiro contato com um cãozinho, da afetividade, da companhia, do amor incondicional. A criança que se envolve com um animalzinho adquire responsabilidade, sensibilidade e senso de comunicação.
Quando se adquire um cão, espera-se uma relação prazerosa. Muitos fazem por impulso, por beleza, entre outros motivos. Mas alguns fatores precisam ser considerados para ser feliz com seu novo animalzinho:
- Verificar se toda a família concorda;
- Verificar se o temperamento do cão se encaixa ao seu perfil e de sua família;
- Qual a finalidade de se ter um cão: companhia para a família, praticar esportes, guardar a casa, etc;
- Tempo disponível para se dedicar ao animal;
- Analisar gastos mensais e emergenciais (ração, vacinas, banho, veterinário, etc.).
Após adquirir um cão de forma consciente, é preciso saber de uma coisa: ele não é gente! É habitual humanizar os cães, julgando que eles agem como humanos. Sem saber, o dono premia um comportamento indesejável do cão quando filhote. Por exemplo, quando pequeno, pula no colo para brincar e é correspondido. Porém, o cão começa a crescer e as brincadeiras, outrora aceitas, vão se complicando. A família não consegue mais sair da casa quando o cão está solto. Receber visitas nem pensar. A solução é prender num canil com uma corrente, deixando água e ração à vontade, pois se for necessário reabastecer o local, ele vai pular, sujar, rasgar a roupa e morder. Mas tudo isso ele aprendeu quando era um filhote bonitinho. O animal fica confuso, pois era sempre recompensado, e de repente tudo se torna punição. Como o melhor método de adestramento é sem castigos, ele aprendeu que aqueles comportamentos eram premiados. O ideal seria que quando filhote, na hora de pular, o dono ficasse parado, ignorando-o, com o braço esticado duro para baixo e a palma da mão estendida. Ao pular, o cão bateria a cabeça se punindo sozinho, e perdendo o interesse naquilo. Nesse momento em que o cão estivesse com as 4 patas no chão, e totalmente calmo, então o seu dono pode premiá-lo com um petisco ou simplesmente com um carinho. Essa situação deve ser repetida várias vezes.
O adestramento também traz vários benefícios indiretos, como aumento de autoconfiança e equilíbrio mental do cão, facilidade na comunicação e melhora na relação entre o cão e o dono. Isso só é possível se o adestramento for integrado a todo convívio. Por essa razão, é essencial a participação do dono em todas as aulas, para colocar em prática o adestramento a todo instante que tiver contato com o cão, fazendo com que ele respeite todos os integrantes da família como líderes.
Quanto maior a confiança e o amor pelo seu dono, menor será a ansiedade do cão e maior será a vontade de compartilhar bons momentos juntos. Quando utilizamos a força da harmonia, da alegria e do amor incondicional atingimos resultados surpreendentes.
Gentileza: Poncidog Adestramento Inteligente - Ponciano – Fones: 2104.2306 / 9743.9545 – E-mail: poncidog@hotmail.com

.: Refresco em pó é opção para festas:.

Em qualquer festa que se vá, o refrigerante parece sempre a alternativa mais prática para servir aos convidados. Mas esse tipo de bebida, além de ter um custo alto, traz males para a saúde como enfraquecimento dos ossos e cáries. Segundo uma pesquisa médica realizada na Índia, alguns corantes contêm inclusive substâncias cancerígenas. Além, é claro, de facilitar o acúmulo da indesejada barriguinha.
Uma ótima opção para isso são os sucos. Em Sorocaba a Tropical Brasil Impex distribui os sucos em pó Camp. Eles são produzidos à base de polpa de frutas, o que dá maior consistência e sabor. Com um pouco de criatividade, pode se fazer receitas muito atraentes, também para as crianças. As embalagens de 35 gramas fazem um litro de refresco, rico em vitamina C (33% da necessidade diária) e não passam de 22 calorias cada copo de 200 ml.
São 17 sabores diferentes, incluindo frutas típicas do Brasil: Laranja, Maracujá, Abacaxi, Limão, Uva, Guaraná, Tangerina, Salada de Frutas, Manga, Morango, Coco Verde, Pêra, Caju, Goiaba, Açaí com Guaraná, Cajá e Graviola. Para aquelas pessoas que não podem consumir açúcar, existe a versão Zero Açúcar nos sabores: Laranja, Pêssego, Frutas Vermelhas, Abacaxi com Hortelã, Uva, Pêra e Tangerina.
Para entrar em contato com a Tropical Brasil Impex, basta ligar para 3326.6770 e falar com o departamento de vendas.

.: Uma boa obra requer um bom engenheiro :.

Na hora de construir é evidente a necessidade de tudo ser bem feito, já que uma construção mal feita pode acarretar problemas sérios. Às vezes, por falta de informação, quem vai construir deixa de procurar um engenheiro, para elaborar o projeto de sua obra. Sem um projeto devidamente estudado e discutido, analisando todos os fatores importantes, a obra, no seu desenrolar, acaba apresentando um custo final que poderia ter sido reduzido. Para isso, é indispensável a orientação de um engenheiro civil qualificado.
A princípio o custo para contratação de um engenheiro parece alto. Entretanto, não é. Pelo contrário, quando se elabora um bom projeto, é possível evitar o desperdício, o que vai resultar em uma economia de 25% a 35% no custo final da obra. O profissional vai obedecer às legislações, levando em conta código de obras, plano diretor, vigilância sanitária (para casos de salões comerciais), entre outros, além de realizar o orçamento visando as alternativas de materiais.
É exatamente tendo o custo adequado às necessidades que se pode considerar uma construção como bem feita. Para tal, é necessário utilizar bem os espaços e os materiais disponíveis no mercado. O engenheiro vai colaborar para que os cômodos estejam de acordo no quesito insolação, uma vez que os dormitórios devem receber a luz do sol. Outro auxílio do engenheiro é na boa utilização do terreno, de forma a evitar grandes movimentos de terra, na opção correta para os alicerces para que não haja ocorrência de recalques e trincas, na compra e na utilização correta dos materiais, entre outros itens. Tudo isso sempre levando em conta aspectos importantes como a estética da obra. O engenheiro também vai verificar se há infra-estrutura necessária: água, luz, esgoto, asfalto, documentos, etc. É importante constatar se o engenheiro é cadastrado no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura).
Outro fator a ser cuidadosamente verificado é a mão-de-obra. Para que se tenha sucesso na construção é preciso trabalhar com profissionais qualificados. Para saber se o profissional está apto a executar o trabalho, é necessário verificar as obras já realizadas e a satisfação dos proprietários.

.: “Brito Modas” oferece atendimento personalizado e inovador pela internet :.

As lojas de roupas geralmente têm atendentes atenciosos, e isso não é novidade para ninguém. Mas você já imaginou ser atendido de forma personalizada pela internet? Foi pensando nisso que o empresário, Leandro Melo de Brito resolveu investir no uso de tecnologias para atender melhor os clientes da sua nova loja instalada no Central Parque. Na “Brito Modas”, é possível escolher roupas, modelo, tamanho, cor e tecido tudo pelo ambiente virtual, através de uma webcam. Brito vai oferecendo as alternativas enquanto o cliente, no conforto de sua casa, pode escolher tranquilamente. Além disso, quando houver novidades na loja, a informação chega pela caixa de e-mail. “Acredito que isso possa me ajudar a estar sempre disponível. Para tirar dúvidas é só falar comigo, que vou estar on line”, conta Brito. Ele diz que também pretende usar o site de relacionamentos “Orkut” para manter contato com os clientes.
O empresário nasceu no Rio de Janeiro, mas aos nove anos foi morar no Recife. Lá, seus pais investiram numa fábrica de roupas, a Lucy Modas. “Eu nasci e acabei sempre envolvido com esse mercado”, lembra. Em 2007, Brito veio morar em Sorocaba, e há 3 meses abriu a sua própria loja de roupas, onde vende com preço baixo, já que os seus produtos vêm direto da fábrica dos pais. A loja oferece vestidos, saias, batas, todas em liganete, além de camisas femininas em um tecido novo chamado fio-torcido. Também há uma grande variedade de calças jeans, bermudas e camisetas masculinas e femininas. Brito também trabalha com roupas íntimas.
Para falar com a “Brito Modas”, basta adicionar o endereço eletrônico no MSN Messenger: britomodas.sorocaba@terra.com.br. A loja “física” fica na rua Rua José Tótora, número 329, no Central Parque.


.: Acupuntura é tratamento alternativo sem remédio :.

Para a Medicina Tradicional Chinesa, toda doença nasce a partir de um desequilíbrio energético que pode ser originado pelo excesso das emoções (raiva, tristeza, preocupação, medo) ou quando o corpo é invadido por energias perversas (frio, calor, umidade, vento). Baseada nisso, a acupuntura foi criada na China há aproximadamente 4.500 anos.
A técnica de tratamento consiste basicamente na inserção de agulhas especiais em determinados pontos espalhados pelo corpo. Eles são, na maioria das vezes, locais de encontro de várias terminações nervosas que quando estimulados pela agulha, liberam substâncias analgésicas proporcionando o alívio da dor. A escolha dos pontos e da técnica a ser utilizada vai depender do diagnóstico feito pelo terapeuta na primeira sessão. A duração, a freqüência e o tempo das sessões vão depender das condições, da gravidade e do tempo da evolução da doença. Geralmente são necessárias de 10 a 12 sessões semanais que levam em media de 30 a 60 minutos.
Muitas pessoas evitam o tratamento pela acupuntura devido ao medo das agulhas. Para essas pessoas, a terapia pode ser feita com imãs (magnetoterapia), sementes (fitoacupuntura), laser (laserpuntura), luzes coloridas (cromopuntura) ou mesmo massagens nos pontos determinados.
O maior benefício da acupuntura é proporcionar condições ao organismo para se autocurar, eliminando os fatores patológicos e restabelecendo o equilíbrio físico e mental. Entre as doenças tratadas pela acupuntura pode-se citar: stress, ansiedade, insônia, depressão, dores de cabeça, distúrbios menstruais, dores na coluna, joelhos, ombros, gastrite, constipação intestinal, obesidade, infertilidade, palpitações, distúrbios da menopausa, gripes, alergias, tabagismo, alcoolismo, além de auxiliar no controle do diabetes, pressão alta etc. Para as crianças: tratamento de fobias (medos), enurese noturna (xixi na cama), traumas, insônia, dificuldade de atenção e concentração escolar, hiperatividade, alergias, etc.

.: Ginástica Geração Saúde oferece aulas no Grupo Cidadania Reviver :.

Através de parceria entre a Prefeitura de Sorocaba e o Grupo Cidadania Reviver, o grupo “Ginástica Geração Saúde” oferece aulas de ginástica para a Melhor Idade todas as segundas, quartas e sextas-feiras, em três turmas: das 7h às 8h; das 8h às 9h; e das 9h às 10h.
Maria Teresa Camargo, uma das líderes do grupo de ginástica explica que as aulas são direcionadas para pessoas com mais idade, mas quem quiser pode participar, independente da faixa etária. É necessário apresentar um documento médico, atestando as condições para praticar exercícios físicos. Esse atestado pode ser adquirido nos postos de saúde, após realizar as avaliações necessárias. Com isso em mãos, basta comparecer na sede do grupo durante as aulas e fazer a inscrição.
A prefeitura cede o professor Severino e o Grupo Cidadania Reviver oferece o espaço. “A Mitiê tem sido muito atenciosa e importante neste momento, pois não teríamos lugar para as atividades”, conta Maria Teresa. A quadra do Centro Esportivo do Jd. São Marcos não tem cobertura, o que complicaria as aulas em alguns dias.
Além das aulas, o grupo também realiza atividades “extra-classe”, como recentemente a “Caminhada 24h”. Também acontecem passeios, cafés, confraternizações em datas como o Dia das Mães, Fim de Ano, etc.

II Congresso Nacional da Melhor Idade

A presidente do Grupo Cidadania Reviver, Mitie Kawamoto Ruiz, participou em março do II Congresso Nacional da Melhor Idade em Brasília, ao lado do presidente Lula.
Durante o evento, Mitiê, que faz parte do Conselho Estadual do Idoso, participou de três dias de trabalho intenso, visando as melhorias necessárias para os idosos de todo o país. “Acredito que o presidente irá aprovar as conclusões do Congresso,” afirma Mitiê. Ela conta que foi uma experiência muito válida conhecer pessoas e necessidades de todos os lugares do Brasil. Segundo ela, uma das reivindicações é o desconto de 50% em passagens rodoviárias, aéreas e também marítimas para os membros da terceira idade. Isso porque em estados como Amazonas, por exemplo, para chegar até a capital, as pessoas precisam atravessar longos rios. Além disso, também foram solicitadas ao Governo Federal medidas para as áreas de esporte, lazer e saúde.

Outras atividades

Ensaios do coral às quartas-feiras, a partir das 15h. Para participar, basta comparecer durante o ensaio e fazer a inscrição. Quem rege e ensaia é a maestrina Teresa Badini.
Também às 15h, mas nas terças e quintas, acontecem as aulas de coreografia com o prof. Kalil Chagurh Filho, o Lilo. Basta comparecer para ingressar no grupo.
Na terça-feira, 14 de abril, das 14h às 16h acontece um Chá da Tarde para o Programa Atenção ao Idoso. O evento vai ter apoio da empresa Iharabras, que vai oferecer ovos de páscoa e camisetas.
O dia das mães terá dois bailes comemorativos. No dia 7 de maio, a festa acontece no Sorocaba Clube. E no dia 9 a homenagem vai ser no Grupo Cidadania Reviver. Mais informações na sede.
Serviço: O endereço da sede é Rua Orestes Ângelo Coló, 112, Jd. São Marcos. Telefone: 3221.8386

.: Núcleo Espírita do Itanguá II realiza curso :.

Para quem se interessa e também para quem gostaria de conhecer, o Núcleo Espírita de Evangelização Ismael oferece o Curso Básico de Espiritismo. As aulas são gratuitas, às quartas-feiras, 20h, a partir de 6 de maio. As reuniões são abertas ao público adulto e também para jovens acima de 18 anos. O local é na própria sede do Núcleo, rua Arnaldo Giardini, 131, no Itanguá II. Para inscrições, basta procurar o Núcleo às segundas a partir das 19h30min e aos sábados a partir das 16h30min. Mais informações pelo telefone 3221.2654.
O conteúdo engloba algumas questões: O que é o Espiritismo?; Como criou-se o corpo da doutrina e quem criou?; Biografia resumida de Allan Kardec; Os continuadores de Kardec; Qual a posição da doutrina entre as demais filosofias e religiões existentes?; Esboço das obras de Kardec: O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, Céu e Inferno, A Gênese; O intercâmbio através da Mediunidade; As Leis da Reencarnação e do Carma; Esboço de “O Evangelho Segundo o Espiritismo”; A vida moral com base no Evangelho de Jesus e outros. São em média 17 aulas com algumas de revisão se necessário.
A Aliança Espírita Evangélica foi idealizada por Edgard Armond e fundada em São Paulo na década de 70. Atualmente existem centros espíritas que atuam de acordo com o padrão Aliança, espalhados por várias cidades brasileiras e até no exterior. Ela tem por finalidade efetivar o ideal de vivência do Espiritismo Religioso, objetiva evangelizar e espiritualizar, pela reforma íntima, difundir a doutrina Espírita e multiplicar centros que desenvolvam seus programas.
O Curso Básico é um dos itens de seu programa de trabalho. Informações detalhadas sobre esse trabalho no site: www.alianca.org.br.

.: Abertas as inscrições para o curso “Minha Empresa” :.

Estão abertas as inscrições para os interessados em participar do curso “Minha Empresa” nas 19 unidades do Sabe Tudo. O curso irá ensinar a operar um software para elaborar um plano de negócios para ser aproveitado em vários segmentos, inclusive no planejamento doméstico.
Podem participar estudantes da rede pública (Estadual e Municipal) e também a comunidade em geral, que busca aprender uma ferramenta a mais para o mercado de trabalho. O candidato precisa ter acima de 14 anos e residir em Sorocaba. O curso tem duração de três meses e será realizado nos próprios Sabe Tudo, desde que o número de interessados, em cada um, seja suficiente para a formação de uma turma. A cada conclusão, novas turmas serão montadas.
O software foi desenvolvido pela Starta e criado pelo professor e consultor Fernando Dolabela, que congrega vários profissionais atuantes nas áreas de empreendedorismo, plano de negócio, gestão empreendedora e inovação. O programa foi utilizado pela primeira vez no Brasil em 2008, pela Prefeitura de Sorocaba. Inicialmente, ele foi disponibilizado apenas aos alunos das escolas públicas (Estadual e Municipal), usuários dos Sabe Tudo.
SERVIÇO: Para participar, basta procurar uma das unidades do Sabe Tudo mais próxima:
- ST Ipiranga - E.M. Irineu Leister – Fone: 3217-1484 – End. Rua 2, 65;
- ST Santa Bárbara - E.M. Maria de Lourdes Martinez – Fone: 3202-1152 – End. Rua Dária Galvão da Silva, 300;
- ST Júlio de Mesquita - E.M. Luis Almeida Marins – Fone: 3217-9083 – End. Av. Luiz Gonzaga do Nascimento, s/n;
- ST Wanel Ville - E.M. Oswaldo Duarte – Fone: 3202-6132 – End. Rua Luiz Gabriotti, s/n.