.: Matérias Central Parque 8 :.
 
.: Editorial :.

Reunindo paisagismo e ciclovia, a duplica-ção da ave-nida Santa Cruz vem sendo uma obra de grande valor e destaque para a região que compre-ende o Central Parque e Jardins São Marcos, Arco-Íris, Itanguá,e adjacências.
Além de desafogar o trânsito local, a duplicação propor-cionará mais uma rota alternativa de tráfego, vindo completar as demais opções formadas pela interligação das avenidas Paulo Emanuel de Almeida e General Osório, e a duplicação da Elias Maluf.
A duplicação da Santa Cruz trará não apenas benefícios, mas também será acompanhada por um intenso progresso, já que estimulará, principalmente, o desenvolvimento comercial da região.
Outras obras de destaque como a construção da unidade pré-hospitalar da Zona Oeste e o terminal de transferência de passageiros, vão proporcionar facilidades aos moradores. Com a construção prevista para este ano, o terminal por sua vez trará inúmeros benefícios, pois, o passageiro poderá trocar de ônibus sem ter que pagar nova tarifa, além de não precisar passar pelo centro da cidade. Novas linhas de ônibus também poderão ser criadas, interligando os bairros da Zona Oeste.
Todo esse avanço demonstra que a Zona Oeste é a região que mais cresce em Sorocaba. Crescimento, marcado não apenas por números, mas por qualidade, como por exemplo, obras modernas que incluem paisagismo e interligação de ciclovias, capazes de mudar os hábitos da população.
E o nosso trabalho prossegue juntamente com o crescimento desta moderna e cada dia mais próspera região.

O editor

.: Dê olho na sua letra! :.

Sabia que o jeito como você escreve pode revelar uma porção de coisas sobre sua personalidade?
Redondinha, corrida, miúda ou comprida, sua letra pode dar pistas sobre como você é. Pelo menos, isso é o que diz a grafologia, ciência que estuda a letra e o que ela tem a ver com o “jeito de ser” de quem a escreve. Mesmo tendo feito as mesmas lições de caligrafia na escola, com o passar do tempo, cada um ganha prática e desenvolve uma letra que é só sua. Os grafólogos observam vários itens: inclinação, tamanho, formato, distância entre as palavras etc. É claro que não se pode dizer que uma pessoa é assim ou assada apenas observando a letra. Seria como dizer que Fulano não é uma pessoa legal só pela aparência que ele tem. Assim como nossa maneira de falar, de vestir e de dizer “oi”, nossa letra também dá sinais de como somos e nos revelam um pouquinho. Confira abaixo alguns significados que os grafólogos dão e veja se faz sentido para você!
Se você sublinha seu nome ou o escreve com letras maiores que o resto do texto, você deve ser uma pessoa bem vaidosa!


Perna do “p” sem fechar pode ser sinal de impaciência.... Calma!

Letra “f” redondinha indica gosto pelas artes.


Letra “t” sem o corte e “i” sem pingo, sinaliza falta de atenção. Se ligue!

Se a sua margem do lado direito não vai ao final da folha, provavelmente você está com pressa para terminar a lição!

Linhas retinhas, que vão até o final do papel, revelam pessoas calmas e controladas

fonte: www2.uol.com.br

.: Duplicação da avenida Santa Cruz trará progressos à região :.

A duplicação da avenida Santa Cruz, iniciada no dia 16 de janeiro pela Secretaria de Obras e Infra-Estrutura Urbana (Seobe), além de desafogar o trânsito da região, será mais uma rota alternativa de tráfego entre o Centro e a Zona Oeste, vindo beneficiar cerca de 80 mil pessoas.
O projeto compreende a duplicação da Santa Cruz entre a avenida Améri-co Figueiredo (do acesso ao bairro Júlio de Mesquita Filho) à avenida Armando Pannunzio (próximo à Justiça Federal). Já as melhorias incluem a duplicação da pista e a construção de ciclovia, em 2.600 metros, a implantação de pontes sobre os córregos que passam pelo local e intervenções paisagísticas.

Etapas

A primeira das três etapas das obras será desenvolvida em um trecho de 1.100 metros entre as ruas Moriza Seabra, no Jardim Vera Cruz, e Constituição, no Jardim São Marcos.
As outras etapas da revitalização compreendem mais dois trechos: da rua Jordina do Amaral à avenida Luiz Mendes de Almeida e entre as ruas Heitor de Azevedo Hummel e Gúscia Rothschield. As obras devem se desenvolver em período de seis a oito meses, a um custo de aproximadamente R$ 3 milhões (incluindo o recapeamento de ruas no entorno da avenida).

Modernização e progresso

Para a comerciante Marli Ap. de Almeida, moradora há 20 anos no São Marcos, a obra será mais uma opção de acesso à região central, complementando a interligação das avenidas General Osório e Paulo Emanuel de Almeida, e a duplicação da avenida Elias Maluf. “A obra vai trazer facilidade não apenas para quem reside no São Marcos e adjacências, mas para todos da Zona Oeste”, comenta.
Os moradores do Parque Manchester também estão animados, como é o caso de Carlos Eduardo e Lourenço, que vê no progresso uma ótima oportunidade de valorização dos imóveis próximos à duplicação. Segundo ele, a tendência é que as casas irão ceder espaço aos estabelecimentos comerciais, aumentando o valor de venda das residências.
Já para a presidente do Clube Cidadania Reviver, Mitie Kawamoto Ruiz, a duplicação trará progresso e modernidade, beneficiando o trajeto ao centro e também aos bairros Júlio de Mesquita, entre outros.

Horta comunitária

Inicialmente assustados, por não conhecer o destino proporcionado pelo progresso, os produtores da horta comunitária do São Marcos, já vêem os benefícios que serão trazidos pela a duplicação. “Ficamos com medo que a horta tivesse que sair daqui, mas agora o prefeito garantiu que vamos ficar”, diz o responsável pela horta, Benedito de Oliveira, lembrando que a Prefeitura em parceria com os produtores, proporcionará melhorias à horta, como a padronização do alambrado. Para ele, o movimento que irá surgir após a duplicação, tornará a horta mais conhecida, gerando um aumento nas vendas.
A horta comunitária, existente há 16 anos, reúne 9 produtores, que plantam e comercializam hortaliças em um terreno pertencente à CPFL.

.: Casa do Cirineu: atendimento e auxílio às famílias :.

Com o intuito de promover a cidadania e estimular a melhora na condição social, a Casa do Cirineu, situada no Jardim Itanguá II, presta atendimento às famílias que enfrentam problemas, como baixa escolaridade, mão de obra desqualificada, alimentação inadequada, condições precárias de higiene e saúde, gravidez precoce e exposição a grupos de rua que estimula as drogas, entre outros.

Projetos

Através de projetos específicos, a Casa do Cirineu, segundo a presidente, Lourdes de Fátima Blas, proporciona ações preventivas a crianças, jovens, gestantes e senhoras, residentes nos bairros próximos a entidade.
O Grupo Projeto Arco- Íris I atende crianças de 7 a 10 anos de idade, em horário oposto ao escolar, visando ocupar o tempo ocioso dos pequenos através de atividades de recreação e psicopedagógicas, entre elas, oficinas, leitura e jogos que estimulam o raciocínio.
Para crianças e adolescentes com idades entre 11 e14 anos, a entidade promove o Grupo Projeto Arco- Íris II, onde duas vezes por semana os assistidos contam oficinas de inclusão digital e aos sábados atividades de integração. “Ambos os projetos atendem cerca de 80 crianças”, informa ela.
Aulas sobre cuidados com o bebê são desenvolvidas com as gestantes por meio do Projeto Semente de Amor. Já a confecção de enxovais para os recém nascidos são executados com a participação de voluntárias e gestantes dentro do Projeto Gotas de Amor.
Um trabalho de artesanato envolvendo a confecção de panos de prato também é realizado com senhoras e mulheres interessadas. “Nossos projetos visam sempre a integração e o atendimento das necessidades da comunidade”, diz.

Doações e visitas

A entidade, fundada no ano de 1993, mantém as atividades através de recursos obtidos com parcerias, convênios, contribuição de associados e eventos beneficentes. O trabalho promovido por funcionários e voluntários atende cerca de 190 pessoas.
Os interessados em promover doações ou ainda realizar uma visita poderão entra em contato através do telefone 3202-7353. A casa do Cirineu fica na rua Arnaldo Giardini, 131, Jardim Itanguá II.

Encontro de Voluntários

Com o objetivo de divulgar o trabalho social, a Casa do Cineu realizará no dia 4 de março, no horário das 8 às 11:30, o Encontro de Voluntários.
O evento será voltado para aqueles que desejam participar ou apenas conhecer o trabalho social da entidade.
Maiores informações pelo telefone: 3202-7353.

.: Faturamento em função do preço de venda :.

Cuidados com os riscos na conquista de novos mercados. Alguns empresários, na busca de um lugar melhor frente à concorrência, abaixam seus preços, na tentativa de aumentar o faturamento.
O preço baixo pode aumentar o volume das vendas, por outro lado, pode também aumentar os seus passivos financeiros. Nessa situação, as empresas acabam buscando recursos para cumprir seus compromissos.
Dívidas com banco, com o passar do tempo, tendem a crescer, é o grande sinal de que o negócio está em má situação.
Como a empresa não gera lucro, em função do preço baixo, quanto mais se vende, mais se perde.
Esses aspectos são ignorados por centenas de empresários de todos os tamanhos e ramos de atividade. Para evitar que a situação chegue a esse ponto, o empresário deve conhecer o processo de formação do seu preço de venda, calcular e fixá-lo de forma certa e consciente, para proporcionar o crescimento da empresa.
É importante também, identificar o momento certo em que determinado produto deve sair de linha, pode ser o primeiro item de produção ou de tradição, ou o que mais vende, só que dá prejuízo.
A melhor venda é aquela que gera lucro suficiente para manter a empresa crescendo.
Obviamente, o lucro deve estar submetido aos aspectos legais e éticos, que devem ser sempre considerados.
Fonte: Boletim do Empresário
Gentileza – ECN Escritório Contábil Nogueira
R. Walter Luiz D´Ávila nº 20 C. Parque – 3221-3003

.: Grêmio Jardim Itanguá II vence 3ª Copa Roberto Materiais p/ Construção :.

Time São Marcos (Roberto Mat p/ Constr) garante 2º lugar no campeonato

O Grêmio Jardim Itanguá II venceu a 3ª Copa Roberto Materiais para Construção promovida de 15 de novembro a 24 de dezembro, nos campos do Jardim São Marcos e Centro Esportivo do Central Parque. Já o time oficial do bairro, o A.A.D.B. (Associação de Bairro Jardim São Marcos) obteve o 2º lugar, e o Estrela do Amanhã ficou na terceira posição.
Além dos troféus entregues aos times vencedores, a copa também homenageou o melhor artilheiro e o goleiro de mais destaque: Binho e Fábio Araújo Pereira respectivamente, ambos do A.A.D.B.
Também disputaram o campeonato os times: Parque Esmeralda, Cidade Jardim, Grêmio Paraná, Grêmio B, Unidos do B15, Ferrence, Nacional, Central Parque e Wanel Ville II.
Fundada em 2004, pelo presidente do A.A.D.B., Roberto Araújo, a copa é considerada um evento tradicional na Zona Oeste. Com o propósito de promover disputas entre os clubes dos bairros próximos, estimulando a prática esportiva, o evento é realizado anualmente, sendo organizado e patrocinado pelo próprio Roberto. O campo de futebol do São Marcos também é mantido pela associação.

.: Aulas de Ioga no Clube do Vovô :.

Quem quiser aproveitar os benefícios proporcionados pela yoga poderá freqüentar as aulas oferecidas pelo Clube do Vovô do Jardim Arco-Íris, todas às quintas-feiras no horário das 8 às 9.
As aulas tiveram início no dia 25 de janeiro e estão abertas a todos os interessados, mesmo não pertencentes à terceira idade. Para participar basta comparecer ao clube e se cadastrar.

Pista de Caminhada

Um animado grupo de pessoas caminha todas às segundas, quartas e sextas, das 8 às 9 horas, na pista de caminhada, recentemente inaugurada pela Prefeitura, em volta do clube. A atividade é acompanhada por uma enfermeira do Centro de Saúde Márcia Mendes, que também realiza a medição da pressão dos participantes todas às sextas-feiras.
A pista de caminhada conta com 1.500m2, grama e iluminação, tendo início na entrada do clube e término no bairro Piazza di Roma. De acordo com a presidente do clube, Maria Helena S. Aranha Oliveira, a pista será ampliada, no mês de março, passando a contar com 3.000m2.
A sede do Clube fica na rua Mário Soave, 697, esquina com a rua Nicolau Elias Tibechereny. Telefone 3217-1238

.: Spaso promove trabalho de proteção e respeito aos animais :.

A SPASO (Associação Protetora dos Animais de Sorocaba), localizada no Jardim Itanguá II, desenvolve um trabalho que consiste no atendimento a denúncias de maus tratos, esterilização (castração), atendimento médico veterinário, e doações de animais (cães e gatos).
Conforme explica a presidente da SPASO Rosmira Osmari Ribeiro, as ações, desenvolvidas em toda a cidade de Sorocaba, são voltadas a animais de pequenos portes (cães e gatos), machucados, atropelados, fêmeas prenhas, ou ainda filhotes abandonados nas ruas.
Para atender as denúncias, em média 800 por mês, a associação conta com um veículo, um funcionário e dois voluntários. Nos demais serviços, atuam ainda cinco funcionários, além dos voluntários que compõe a diretoria.

Abandono é crime
Além das ações desenvolvidas, a SPASO promove um trabalho de conscientização e orientação a respeito da castração e posse responsável, inclusive informando à população que abandono e maus tratos são considerados crime pela Lei Federal 9605/98, e incentivando as denúncias. “As pessoas devem denunciar casos, onde o animal é exposto à violência, sofrimento, e dor, a fim de que o responsável seja punido”, esclarece.
Já o trabalho de divulgação a respeito da castração é desenvolvido no sentido de procurar controlar o crescimento da população canina e felina de rua.
A associação
Fundada há 20 anos, a SPASO é uma associação particular que obtém recursos através de as-sociados, doações e uma subvenção da Prefeitura de Sorocaba.
Atualmente, cerca de 100 animais são mantidos no local a espera de um lar. “Quem quiser adotar cachorros ou gatos, leva para casa animais já castrados e recuperados clinicamente”, diz.
De acordo com ela, o custo para manter os animais é alto, já que são consumidos cerca de 1 tonelada de ração por mês.
A SPASO ainda realiza parceria com o Colégio Tableau, através do trabalho de estagiários na associação, campanhas de conscientização e feiras de doações. A presidente ainda informa que a SPASO está aberta a parcerias com veterinários visando a esterilização dos animais, sendo os medicamentos cedidos pela associação.
Doações de material de limpeza, ração, jornal e papelão estão sendo aceitas pela SPASO.

Animais perdidos
Aqueles que perderam algum animal também poderão visitar a SAPSO, a fim de tentar reencontrá-lo. “Muitas vezes a entidade recolhe animais que se perderam, portanto alertamos o dono para que venha procurar o cão ou o gato na entidade.
Quem deseja adotar ou ainda procurar um animal perdido poderá visitar a SPASO, de segunda a sexta, no horário das 8 às 18, que fica na rua Hortência Soares do Amaral, 226, Jardim Itanguá II. Já as denúncias podem ser feitas através do telefone: 3321-2139.

.:Grupo Cidadania Reviver resgatará o bom carnaval :.

Procurando resgatar o bom carnaval dos velhos tempos, o Grupo Cidadania Reviver, do Jardim São Marcos, promoverá no sábado dia 17 de fevereiro, o “Baile de Carnaval”. Fantasias, marchinhas e muita alegria não vão faltar no evento que será animado pela Banda Edimar e Edivaldo.
Um concurso de fantasias, inclusive com premiação para as mais bonitas e criativas, será promovido durante o baile, informa a presidente do clube Mitie Kawamoto Ruiz.
Os interessados em participar do festejo carnavalesco poderão obter maiores informações pelo telefone 3221-8386.

Bloco Melhor Idade

O bloco Melhor Idade, que reúne diversos integrantes do grupo Cidadania Reviver, estará presente no Baile de Carnaval do Sorocaba Clube, no dia 16, no horário das 16 às 22 horas.
Trajando fantasias de baianas, o bloco, também levará a alegria contagiante ao Carnaval de rua de Sorocaba no dia 19.

Festa de confraternização

Uma animada festa de confraternização foi promovida no clube, na noite do dia 16 de dezembro. Incluindo o tradicional baile, o evento reuniu cerca de 200 pessoas, que vestidas de branco, dançaram ao som da Banda Paulo Sérgio & Cia.
Outras atrações também foram realizadas, como, apresentações do Coral Arco-Íris e do Grupo de Dança, exibindo a coreografia “Brodway”, ambos do Cidadania Reviver.
Os participantes também puderam prestigiar a decoração do local que reuniu motivos natalinos e frutas da época, além de degustar comes e bebes, com direito a champanhe e panetone. “A satisfação, a alegria e o clima contagiante das festas de fim de ano tomou conta dos presentes na noite da festa”, diz Mitie.
Os associados do Grupo Cidadania Reviver reúnem-se diariamente na sede do clube, desenvolvendo atividades, como, artesanato, ginástica, culinária e jogos, dentro do Programa de Atenção ao Idoso que tem por finalidade tirar o idosos do isolamento, proporcionado integração social e qualidade de vida.
A sede do clube fica na rua Orestes Ângelo Coló, 112, Jardim São Marcos. Telefone 3221-8386.

.: Dispensário Irmã Sheila amplia sala de informática :.

Para aumentar a capacidade de atendimento e proporcionar maior conforto aos alunos, o Dispensário Irmã Sheila está ampliando a sala de informática. Conforme explica a assistente social da entidade, Aline T.L. Sobreira, as obras iniciadas em janeiro estão em fase de acabamento, com término previsto dentro de 15 dias. As aulas de informática, realizadas duas vezes por semana, são voltadas a crianças de 6 a 12 anos, atendidas pela entidade.

Pintura Solidária
Entre os meses de novembro e dezembro, foi promovido no dispensário o Projeto “Pintura Solidária – Vamos Colorir a Vida.”. Cerca de 34 crianças, de 6 a 12 anos, participaram das atividades que envolveram a pintura de telas com motivos natalinos.
O projeto, realizado em diversas entidades de Sorocaba, utiliza a arte como uma ferramenta terapêutica de resgate da auto-estima, integridade física e psicológica do ser humano. O Pintura Solidária será reiniciado no dispensário a partir de fevereiro.

Almoço beneficente
Um almoço beneficente será realizado no dispensário no dia 25 março. Os ingressos podem ser adquiridos por R$ 12,00 (crianças até 8 anos não pagam). Os participantes poderão degustar estrogonofe de carne, arroz branco, maionese de legumes e batata palha (bebidas a parte). Maiores informações pelo telefone 3222-9535. O dispensário fica na rua Trajano Atayde, 425, Jardim São Marcos.

.: Prefeitura inicia campanha de alerta e prevenção da Aids para o Carnaval :.

A partir da próxima semana, com o início de atividades e brincadeiras de Carnaval na cidade, a Prefeitura de Sorocaba, através da Secretaria da Saúde, dá início a uma campanha de alerta e prevenção da Aids e de outras doenças sexualmente transmissíveis, bem como da gravidez não desejada, junto à população. Com o slogan “Folião Responsável”, o objetivo da campanha é reforçar que o uso do preservativo masculino é o único instrumento eficaz contra a contaminação pelo vírus HIV e das doenças transmitidas através do ato sexual, incluindo o fato de que previne a gravidez. A Prefeitura também irá desenvolver uma campanha paralela de conscientização do folião.
De acordo com o secretário da Saúde, Milton Palma, o material da campanha, que tem o apoio e parceira das secretarias da Cultura e da Cidadania e também de entidades não governamentais da cidade, compreende a confecção de 50 mil panfletos informativos. Grande parte desse material será distribuído na próxima semana a toda as unidades municipais de saúde (Centros de Saúde, Pronto Atendimentos, Policlínica e Unidade Pré-Hospitalar da Zona Norte). Já a outra parcela estará à disposição da população durante o Carnaval nos postos volantes e fixos a serem montados nos principais pontos da cidade, como o Espaço Cultural Municipal (rua São bento, 113, no centro) e os PAs (distribuição 24h).
Ainda segundo Milton Palma, ao receber esse folheto, a pessoa terá direito a um preservativo. O material poderá ser retirado desde que se apresente o folheto em qualquer unidade de saúde da Prefeitura antes do Carnaval, ou nos pontos volantes ou fixos nos dias da folia. Mensalmente, a Prefeitura disponibiliza gratuitamente em suas unidades 80 mil preservativos para a população e, para esta campanha, haverá mais 50 mil.
Uma novidade neste Carnaval é a distribuição de 30 mil bolachas (suporte para copos) em bares, lanchonetes e restaurantes, e de 30 mil praguinhas e adesivos em cruzamentos das principais vias da cidade, contento a mensagem “Use camisinha e fique sabendo”. A idéia da SES é, além de alertar a comunidade sobre a importância do sexo seguro, também orientar sobre a necessidade da realização dos testes de HIV.

Campanha de responsabilidade e conscientização do folião

Paralelamente à campanha de prevenção da Aids neste Carnaval, a Prefeitura de Sorocaba também vai orientar e conscientizar a comunidade para que tenha maior respeito e responsabilidade nestes dias de folia. De acordo com o secretário da Cultura, Anderson Santos, nos folhetos a serem distribuídos também haverá orientação sobre os males provocados pela ingestão de bebidas alcoólicas e proibição de sua venda e comercialização a menores; os cuidados que todos devem ter para com o meio ambiente e os espaços públicos; de não se jogar lixo na rua; de se respeitar as leis de trânsito, entre outros. “A idéia é que as pessoas aproveitem os dias de festas com alegria e respeito ao próximo”, observa

.: Prefeitura finaliza instalação do “Território Jovem” :.

Com paredes decoradas em grafite e cores vivas, o prédio denominado “Território Jovem”, completa a modernidade proporcionada pelas obras de duplicação, recuperação asfáltica, paisagismo e implantação de ciclovia na avenida Elias Maluf.
A reforma do espaço, destinado a uma série de atividades da Secretaria da Juventude (Sejuv), está sendo finalizada pela Secretaria de Obras e Infra-Estrutura Urbana Seobe). Localizado em uma área de 1.081 metros quadrados, o prédio foi adequado visando a realização de cursos e atividades culturais destinadas aos jovens. Dos 300 metros quadrados existentes, a reforma só aproveitou parte da alvenaria e da laje, e o ampliou em 66 metros quadrados. 

Valorização cultural
 
A fachada do “Território Jovem” foi desenvolvida por jovens participantes do Projeto Grafite, da Sejuv. No interior foi construído um palco, fechado por uma porta de enrolar. Ele também pode ser visualizado de fora do prédio, pois as grades que fecham o espaço são removíveis. Além do salão principal e palco, a reforma ainda incluiu a construção de dois mini-camarins com sanitário, cobertura com isolante térmico, cozinha, sala da administração, depósitos térreo e superior, sanitários públicos (com adaptações para pessoas com necessidades especiais), estacionamento, jardim e iluminação externa. 

“Primeira Chance” será primeira atividade

A Sejuv utilizará o prédio para o programa “Primeira Chance”, que apoiará jovens na busca do primeiro emprego (em parceria com a entidade Bom Pastor), apresentações artísticas, entre outras atividades. O objetivo é prevenir e combater a marginalização, abusos, situação de rua, etc. Para isso, esses jovens serão capacitados com cursos profissionalizantes, palestras motivacionais de formação e cidadania, receberão apoio escolar, auxílio no preparo de documentação e encaminhamento de currículos.

.: Terminal de transferência na zona oesta será construído ainda este ano :.

O primeiro terminal de transferência de passageiros deverá ser construído ainda este ano pela Prefeitura de Sorocaba, no Jardim Ipiranga.
A área escolhida, de acordo com informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura (Secom), faz parte do terreno localizado na entrada do Bairro Júlio de Mesquita defronte ao Jardim Ipiranga. Já um segundo terminal será implantado na avenida Itavuvu, em local ainda não definido.
A infra-estrutura dos terminais ainda está em fase de projeto funcional, mas basicamente será uma área destinada aos usuários, com cobertura, podendo ser contígua ao sistema viário ou pertencente a ele, como no centro de uma avenida. A idéia inicial é que, nas proximidades das áreas de transferências, haja serviços de apoio ao cidadão.
Quanto ao início das obras a Prefeitura ainda não tem uma data definida. Já a previsão inicial de entrega é para final de 2007 e início de 2008.

Benefícios

Entre os benefícios que serão proporcionados pelos novos terminais de ônibus, o principal será a troca de coletivo pelo usuário, sem que precise pagar nova passagem; além de poder se deslocar de um bairro a outro sem ter que passar pelo centro da cidade.
Outra vantagem será a possibilidade de criação de novas linhas de ligações entre os bairros. Um exemplo será a possibilidade de criação de uma linha que permita a ligação entre a Zona Oeste e a Norte, vindo atender pessoas que se deslocam entre essas áreas, principalmente a trabalho.

.: O carnaval de antigamente :.

Festejado de uma maneira muito diferente de hoje em dia, o carnaval de antigamente reunia brincadeiras saudáveis, animadas e coloridas por confetes serpentinas, além de fantasias criativas e o som das tradicionais marchinhas, que tornavam o cenário de clubes e praças divertidos, alegres e inocentes.
“As festividades carnavalescas eram comemoradas pelas famílias, e expressavam um divertimento saudável marcado apenas pelo ato de cantar, pular e brincar, nas quais as pessoas levavam consigo o respeito e a moderação,” relembra o historiador, escritor e poeta, Jairo Válio.
Nas décadas de 50 e 60, o evento era comemorado nos clubes e também nas praças. Concurso de fantasias luxuosas, entre elas de ciganos, bailarinas, tirolesas, e o som de famosas orquestras animavam a festa promovida nos salões dos clubes mais tradicionais. “O Sorocaba Clube e o Recreativo eram palco de tradicionais bailes carnavalescos animados pelas marchinhas, confetes e serpentinas”, lembra.
Animados blocos conhecidos como “cordões”, que se organizavam em forma de trenzinhos, entravam nos clubes e percorriam as ruas levando muita animação. “Eles tinham entrada livre em todos os clubes e seguiam a noite percorrendo todos os locais onde houvesse festejos”, conta.
A festa também acontecia na praça Coronel Fernando Prestes e nos clubes Independência, Estrada, Santana e Scarpa animados por bandas populares.
Jairo ainda relembra que não havia desfiles de escolas e carros alegóricos; as pessoas apenas passavam pelas ruas de automóvel jogando confetes e serpentinas. “Esses desfiles eram denominados de Corsos, onde carros ou caminhões abarrotados de pessoas percorriam as ruas centrais.
Nos anos 70, os bailes, as marchinhas e as brincadeiras sadias, além dos confetes e serpentinas, permaneceram, estendendo-se até início dos anos 80, quando então a festa foi deixando para traz seu lado saudável.

Blocos
Os blocos surgiram por volta dos anos 20, substituindo os antigos cordões, que juntamente com os corsos animavam as festividades carnavalescas. Registros indicam que o primeiro bloco de Sorocaba foi o das Morenas, organizado em 1929.
No final da década de 40 e início da de 50, teve destaque o bloco dos Esfarrapados da Árvore Grande, que apresentava uma animação contagiante.
Vestidos, geralmente de palhaços, o “Bloco Alegria, Alegria”, por volta dos anos 80, divertiu muitas pessoas, inclusive as crianças. Nesta mesma época, também tiveram destaque o “Bloco do Cacá,” exibindo luxuosas fantasias, e o “Cordão dos Bichos”, da cidade de Tatuí, que contratado pela então Secretaria da Cultura, Esportes e Turismo, trazia entretenimento ao carnaval de rua de Sorocaba. Além dos blocos, um personagem muito comum, aparecia em meio à folia, causando medo na criançada: o famoso e folclórico “Bumba meu Boi”.

“Guardo ainda,
bem guardada a serpentina”

Os mais antigos ainda guardam vivos na lembrança personagens, e canções, ou seja, as tradicionais marchinhas, que se tornaram conhecidas como símbolo dos festejos. Entre elas se destacam: “Guardo ainda, bem guardada a serpentina”, “Mamãe eu quero”‚ “A cabeleira do Zezé”, “Pierrot apaixonado”, “Abre Alas,” “Máscara Negra,” e “Estrela Dalva”.
Os principais compositores, que escreveram as aclamadas marchinhas, foram Noel Rosa, Lamartine Babo, Erivelto Martins, Ary Barroso, David Nasser, Haroldo Lobo, e João de Barro (pseudônimo de Braguinha), entre outros.
Já os personagens, Pierrot, Colombina e Alerquim, criados pela Comédia Dell’Art (surgida durante a Idade Média na Europa), não apenas faziam parte das músicas, como também serviram de inspiração para a fantasia de muitos, talvez ainda viva nas memórias de muitas noites de carnaval.